CLINLAB DIAGNÓSTICOS

CLINLAB DIAGNÓSTICOS

COLÉGIO STA. JOANA D'ARC

DESTAQUES DO BLOG

terça-feira, 16 de maio de 2017

IFPE >>> TUDO SOBRE O VESTIBULAR 2017.2 que oferta 2.431 vagas no estado

As Inscrições começam na próxima segunda (22). 
Vagas estão distribuídas entre os 16 campi da instituição no estado



O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) anunciou, nesta terça-feira (16), a abertura de 2.431 vagas para o vestibular do meio do ano da instituição. As inscrições para o Vestibular IFPE 2017.2 começam na próxima segunda-feira (22) e seguem até o dia 11 de junho.

A nova edição do processo seletivo é válida para os 16 campi do Instituto nas cidades de Abreu e Lima, Afogados da Ingazeira, Barreiros, Belo Jardim, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Garanhuns, Igarassu, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Palmares, Paulista, Pesqueira, Recife e Vitória de Santo Antão. 

Entre os cursos ofertados, há 7 (sete) na modalidade Integrado, voltado para quem deseja aliar a formação técnica às disciplinas do Ensino Médio; 31 (trinta e um) na Subsequente para quem já concluiu o Ensino Médio e 2 (dois) cursos na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA), para aqueles que têm mais de 18 anos e não concluíram o Ensino Médio. Já no nível Superior, essa edição oferece somente o curso de Licenciatura em Química, no Campus Barreiros. Em Garanhuns são ofertadas 108 vagas para os cursos Técnicos na modalidade subsequente em Informática, Eletroeletrônica e Meio Ambiente.

Inscrições - Para se inscrever, os candidatos devem acessar o site da Comissão de Vestibulares e Concursos do IFPE (cvest.ifpe.edu.br), preencher a ficha de inscrição e emitir o boleto, no valor de R$ 30 para cursos técnicos e R$ 55 para o curso superior. O pagamento deve ser feito somente nas agências do Banco do Brasil até o dia 12 de junho. A inscrição é gratuita para os que concorrerão às vagas dos cursos Proeja.

Aqueles com renda inferior ou igual a um salário mínimo e meio, oriundos de escolas públicas, bolsistas de escolas privadas e egressos de programas como o Mulheres Mil e o Proifpe podem solicitar gratuidade na inscrição até o dia 25 de maio, através do site cvest.ifpe.edu.br. Depois, o candidato deve procurar o campus onde pretende concorrer à vaga, no período de 22 a 26 de maio, das 9h às 12h e das 14h às 17h, para entregar a documentação exigida no edital. A lista dos contemplados com a isenção será divulgada no dia 31 desse mês. Todos os candidatos que conquistarem a isenção já estarão automaticamente inscritos no Vestibular 2017.2.

Provas - Marcadas para o dia 2 de julho, as provas terão 30 questões de múltipla escolha, no caso dos cursos técnicos, e 50 para os cursos superiores. Nesse último caso, os candidatos também terão que fazer uma prova de redação. A data prevista para divulgação do listão com o nome dos aprovados é 12 de julho.

Acessibilidade - Aqueles candidatos com deficiência motora, visual ou auditiva podem solicitar a aplicação da prova em condições especiais. A CVEST pode disponibilizar, por exemplo, um fiscal para marcação do gabarito, uma versão da prova com fonte ampliada, um ledor para prova ou mesmo um intérprete de Libras. Para realizar a prova em regime especial, basta apresentar requerimento, disponível no Manual do Candidato, que se encontra no site da Comissão, e entregá-lo devidamente documentado com atestado médico contendo diagnóstico e CID (Código Internacional de Doenças), no período de 22 de maio a 12 de junho.

Cotas - Metade das vagas do Vestibular 2017.2 é oferecida pelo Sistema de Cotas e reservada para candidatos oriundos da rede pública de ensino. No momento da inscrição, esses candidatos poderão optar por subcotas de renda ou etnia. A primeira é destinada a quem tem renda familiar per capta de até um salário mínimo e meio. A segunda opção é voltada para negros, pardos e índios. Ainda há cotas para moradores da zona rural ou filhos de agricultores que optem por cursos de vocação agrícola. Nesse caso, a reserva é de 25% das vagas de ampla concorrência (não cotista).

Outras informações podem ser obtidas através do site: cvest.ifpe.edu.br

Paulo Câmara apresenta a Bispos de Pernambuco as ações de governo contra a violência


O Governador Paulo Câmara conversou com Dom Fernando Saburido, o seu bispo auxiliar, Dom Antônio Tourinho, e os bispos Dom Dino (Caruaru), Dom Lucena (Nazaré da Mata), Dom Severino (emérito de Nazaré da Mata), Dom José Luiz (Pesqueira), Dom Egídio (Afogados da Ingazeira), Dom Paulo Jackson (Garanhuns), Dom Magnus (Salgueiro) e Dom Gabriel (Floresta). O presidente da Obra de Maria, Gilberto Barbosa também participou da reunião. 



O governador Paulo Câmara se reuniu, nesta terça-feira (16.05), com o Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, e a cúpula Católica pernambucana para debater ações dos planos de ressocialização e de segurança que estão sendo desenvolvidas pelo Governo de Pernambuco. Na ocasião, o chefe do Executivo estadual detalhou as medidas que estão sendo executadas, ouviu as sugestões das autoridades religiosas – a maior parte liga a pastorais carcerárias - e discutiu iniciativas preventivas e de assistência social em parceria com a instituição. O encontro aconteceu na sede regional da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) - Nordeste 2, no bairro da Boa Vista, no Recife. 

“Uma reunião importante, esclarecedora, onde nós colocamos com muita transparência a situação da segurança pública em Pernambuco. Apresentamos as ações do Pacto Pela Vida, os investimentos que estão sendo feitos e tudo o que está sendo realizados no nosso Estado para a melhoria da qualidade de vida da população”, pontuou Paulo Câmara, destacando as colaborações das autoridades religiosas. “Os bispos, que estão muito próximo das comunidades, apresentaram sugestões importantes na questão na educação dentro dos presídios, da ressocialização e empregabilidade. Foi um debate muito produtivo e que, com certeza, vai aperfeiçoar as nossas atividades”, afirmou.

O governador lembrou, ainda, da importância da participação da Igreja Católica nas audiências do Pacto Pela Vida, fornecendo informações de suas regiões e sugerindo atividades que auxiliem na execução do programa.

“Reconhecemos o papel fundamental que a Igreja Católica exerce no atendimento à população mais carente e o alcance que ela tem. E aqui, em Pernambuco, nós temos conversado bastante com os representantes das dioceses e de outras religiões, buscando fazer as parcerias necessárias para contribuir e ampliar essa assistência oferecida”, ressaltou Paulo Câmara. 

Entre as ações do Plano Prisional apresentadas à cúpula católica, Paulo destacou a construção de sete presídios no Complexo de Araçoiaba, a retomada das obras de outras duas unidades em Itaquitinga; além da renovação da frota de veículos e equipamentos de segurança, realizada no último mês de março; e a contratação de profissionais de diversas áreas para atuar no sistema. Em 2016, foram entregues ao sistema prisional 32 caminhonetes e três vans, ambas tipo xadrez, 20 escudos balísticos; 18 equipamentos de raio-x e outros 200 coletes balísticos.

“Gostaria de agradecer ao governador Paulo Câmara por ter dividido algumas das ações que o Governo do Estado tem realizado para superar as adversidades impostas por essa missão de ressocializar. As pastorais carcerárias têm sua presença em todas as regiões do Estado, buscando sempre ajudar”, ressaltou Dom Fernando Saburido.

O Bispo de Palmares (Mata Sul), Dom Henrique Soares, registrou o impacto que as ações educacionais têm nos presídios. “Nós sabemos dos desafios que o Governo enfrenta com a questão da segurança e nós queremos contribuir também, através da assistência social e pastoral. Sentimos que, nas unidades que possuem escolas, bibliotecas, o trabalho tem dado certo, e as chances de ressocialização aumentam. Por isso, é necessário que se amplie esse tipo de serviço”, defendeu. 

Acompanharam o governador os secretários estaduais Pedro Eurico (Justiça e Direitos Humanos), Roberto Franca (Desenvolvimento Social, Criança e Juventude) e Márcio Stefanni (Planejamento e Gestão). 

Fotos: Roberto Pereira/SEI

Dr. Marco Antônio Arruda convida para CONGRESSO EM DISTÚRBIOS NEUROLÓGICOS E TRANSTORNOS DE APRENDIZAGEM, em Garanhuns

O I CONGRESSO EM DISTÚRBIOS NEUROLÓGICOS E TRANSTORNOS DE APRENDIZAGEM será realizado nos dias 27 e 28 de maio no auditório do SESC Garanhuns/PE e o Dr. Marco Antônio Arruda será um dos palestrantes.

Dos Estados Unidos, onde participou de um congresso, vem o convite!






Marco Antônio Arruda

Neurologista da infância e adolescência, mestre e doutor em Neurologia pela Universidade de São Paulo e membro titular da Academia Brasileira de Neurologia (ABN), da Associação Brasileira de Neurologia e Psiquiatria Infantil (ABENEPI) e da Associação Brasileira de Déficit de Atenção, entre outras.

Foi autor do livro "Levados da Breca – um guia sobre crianças e adolescentes com o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade" (TDAH, 2006) e editor do primeiro livro sobre cefaleias na infância em Língua Portuguesa ("Cefaleias na Infância e Adolescência", 2007), além de artigos publicados em periódicos indexados de alto impacto, para os quais também colabora como revisor. Juntamente com seus associados, ganhou prêmios nacionais (Academia Brasileira de Neurologia, Sociedade Brasileira de Cefaleia e V Prêmio Saúde da Editora Abril) e internacionais de pesquisa (melhor trabalho científico apresentado no 3º. Congresso da Federação Mundial de TDAH em Berlim, 2011). 

Foi o idealizador do Projeto Atenção Brasil, um dos mais amplos projetos de pesquisa populacional já realizado no Brasil tendo como principais temas Saúde Mental, desempenho escolar, TDAH e cefaleias na infância e adolescência. A partir do qual organizou a Cartilha do Educador atualmente já distribuída e baixada por cerca de 50 mil Educadores no site da COMUNIDADE APRENDER CRIANÇA. É diretor do Instituto Glia e da COMUNIDADE APRENDER CRIANÇA, onde desde 2006 vem desenvolvendo a interface entre as Neurociências e a Educação (Neuroeducação).

LIVRO "OS CANIBAIS DE GARANHUNS" SERÁ LANÇADO NA BIENAL



O livro-reportagem "Os Canibais de Garanhuns", que conta a história do trio que ficou conhecido mundialmente por assassinar, esquartejar e comer a carne de mulheres em Pernambuco, será lançado no próximo domingo (21 de maio), às 11h, em Garanhuns, durante a programação da III Bienal do Livro do Agreste. 

A obra, de autoria do jornalista Raphael Guerra, traz detalhes como Jorge Beltrão, Bruna Silva e Isabel Pires, praticavam os crimes. Não bastasse o canibalismo, o trio ainda recheava coxinhas e empadas com os restos mortais para comercializar em Garanhuns. 

O trio fez pelo menos duas vítimas na cidade. E outra mulher foi morta em Olinda, no Grande Recife. 

SERVIÇO: 
Livro: “Os Canibais de Garanhuns”, de Raphael Guerra 
Preço: R$ 35 
Quando: domingo (21 de maio), na Praça Mestre Dominguinhos


AGORA COMIGO: No começo, no impacto do lançamento do livro, não gostei do título, escrevi sobre isso e até conversei com Raphael. Passado o tempo, vi que é uma grande besteira, e qualquer mudança até afrontaria a liberdade de expressão do escritor. E no final das contas, é como o caso ficou conhecido em todo o mundo, basta ir no Google e colocar a expressão. Vamos ver que os maiores meios de comunicação do Brasil e do mundo trataram o trio como "Os Canibais de Garanhuns". Vamos acionar New York Times, G1, UOL, etc?

Sabemos que não são daqui, foram presos aqui, mas foi aqui que agiram, foram pegos, e estão em julgamento. Embora já tivessem passagens criminosas em outros municípios. Serão pra sempre os Canibais de Garanhuns. A história tem apelo de vendas, e seus detalhes estão no livro. O jornalista é especializado neste tipo de assunto e deve ter conduzido com profissionalismo este caso.

Repercussão pior é uma quadrilha roubando em todo o Nordeste e a gente descobrir que era daqui, com gente em quem a sociedade confiava!

EM GARANHUNS, PALESTRA GRATUITA SOBRE ALTERAÇÕES NO SIMPLES NACIONAL


Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.