CLINLAB DIAGNÓSTICOS

CLINLAB DIAGNÓSTICOS

COLÉGIO STA. JOANA D'ARC

DESTAQUES DO BLOG

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Escola de Aplicação da UPE tem reconhecimento da Câmara Municipal de Garanhuns






A Escola de Aplicação Ivonita Alves Guerra, da Universidade de Pernambuco e da Rede Estadual de Ensino, coordenada pela GRE-Agreste Meridional, recebeu no último dia 05 de setembro, o reconhecimento da Câmara Municipal, que concedeu um Voto de Aplauso devido os excelentes resultados que vêm obtendo no IDEPE - Índice que mede o aproveitamento dos estudantes do ensino médio. A Escola de Aplicação vem se destacando sempre entre as melhores do estado, recebendo prêmios na capital pernambucana.

A diretora Josivânia Rodrigues recebeu o certificado das mãos do vereador Zaqueu Lins, autor da proposta, e falou em nome de todos que compõem a Escola de Aplicação. Os demais vereadores subscreveram e prestigiaram a solenidade de entrega do certificado.

Recentemente, Vânia esteve no Recife, ao lado do reitor Pedro Falcão, recebendo mais uma premiação das mãos do governador Paulo Câmara, e do secretário de educação do estado, Fred Amâncio.



SEGURANÇA PÚBLICA: Garanhuns recebe grande Operação Policial

O município terá reforço das Polícias 
no combate a homicídios e ao tráfico de drogas



Desde o início da manhã desta terça-feira (12/09), policiais militares, policiais civis e o Corpo de Bombeiros estão nas ruas de Garanhuns, no Agreste do Estado, reforçando o trabalho de combate aos homicídios e tráfico de drogas, além de outros crimes relacionados. As ações, que ocorrem de forma integrada, fazem parte da Operação Força no Foco.

Em Garanhuns, a Polícia Civil atuará com equipes táticas empenhadas na instrução de inquéritos policiais de homicídios que ainda estão em aberto, buscando a elucidação da autoria e adoção das demais providências necessárias para sua conclusão. Além disso, com o apoio da Polícia Militar, será reforçado o cumprimento de mandados de prisão e busca e apreensão, assim como a realização de oitivas na cidade. 

Nas ruas, além de apoiar as ações de cumprimento de mandados junto com a Polícia Civil, os militares intensificarão as rondas e abordagens, assim como bloqueios em pontos quentes, ou seja, locais conhecidos pelo maior número de ocorrências criminosas. O objetivo é ampliar as abordagens a transeuntes, automóveis e motos nessas áreas, assim como os veículos utilizados para transporte de passageiros.

Também com o apoio dos policiais militares, o Corpo de Bombeiros colocará em prática a Operação Bar Seguro, que busca fiscalizar e, caso necessário, interditar estabelecimentos que estejam funcionando de forma irregular.

José Augusto no Natal de Garanhuns 2017?



A Secretaria de Turismo e Cultura de Garanhuns divulgou a lista com os habilitados na convocatória para compor a grade de programação do Natal 2017. O evento acontecerá de 10 de novembro a 31 de dezembro. A lista de habilitados não é necessariamente aquela que vai compor a programação oficial, mas os shows saem em sua maioria desta lista. 

Os cantores românticos José Augusto e Adílson Ramos destoam da relação, que tem quase todos os artistas de Garanhuns. 

Para o nome de José Augusto estar na lista, imaginamos que os contatos já foram feitos e o cantor, sucesso de público em todas as suas passagens por Garanhuns, vai ser de fato o grande nome desta edição do Natal, que já não será mais chamado de Natal Luz, como vinha sendo titulado pela prefeitura, a exemplo do mais famoso do país, o de Gramado, no Rio Grande do Sul, que teria pedido a exclusividade do nome de seu maior evento turístico.

Além de José Augusto e Adílson Ramos, encontramos Amigos Sertanejos e Edu e Maraial. 

Mesmo diante da crise na prefeitura devido um bloqueio judicial, gerando atraso de fornecedores, espera-se que o Natal Luz, grande marca do atual governo, seja mais uma vez realizado com sucesso.

EXIGIMOS RESPEITO: RAUL HENRY REÚNE DIRETÓRIO ESTADUAL DO PMDB E DEMONSTRA UNIDADE NO EMBATE CONTRA FBC

Encontro contou com cerca de 150 peemedebistas, na sede do partido, 
em defesa da integridade política do partido em Pernambuco



Convocado pelo presidente do PMDB PE, Raul Henry, o Diretório estadual da sigla esteve reunido na manhã desta terça-feira (12), na sede do partido, para deliberar sobre o ingresso turbulento do senador Fernando Bezerra Coelho, que se filiou à legenda na última quarta-feira (6).

De acordo com Henry, que já havia se reunido com o deputado federal Jarbas Vasconcelos e com a executiva estadual, no domingo (10), o sentido do encontro de hoje, que reuniu cerca de 150 peemedebistas de várias regiões do Estado, é demonstrar unidade. “O Diretório é o órgão máximo de uma legenda, já que abrange mais membros do que a comissão executiva, e uma luta política como essa, a gente precisa travar tendo convicção de que tem a unidade do partido em torno da nossa posição”, pontuou o presidente da sigla.

Reiterando o discurso de unicidade de Raul, o deputado estadual Gustavo Negromonte, filiado à sigla há 26 anos, disse ter orgulho de integrar o PMDB de Pernambuco e fez críticas à executiva nacional da legenda e ao senador FBC. “O PMDB PE esteve junto nos bons e maus momentos do partido, nacionalmente. É um PMDB que viveu os anos de “chumbo” e que não enriqueceu no poder como aqueles que adornam a fotografia de quem quer chegar pulando a janela do nosso partido. Por isso, nós estamos ao lado de Jarbas Vasconcelos e de Raul Henry para dizer que não aceitamos a chegada de intrusos na nossa casa”, defendeu Negromonte.

O prefeito de Toritama, Edilson Tavares, lembrou da última convenção estadual da legenda, realizada em julho deste ano, quando foi eleito o atual Diretório, e manifestou indignação pela forma arbitrária como FBC se filiou ao partido. “Não imaginava nunca que fosse possível termos um Diretório constituído, já que há alguns dias atrás estávamos na eleição, e, de uma hora para outra, se desmancha, se intervém e se joga fora. Me parece que as pessoas ainda não perceberam que o Brasil está mudando, que a política está tomando outro rumo”, ponderou Tavares.

Na ocasião, o deputado estadual Tony Gel e o secretário-adjunto do PMDB PE, Murilo Cavalcanti, fizeram um apelo aos membros do Diretório para que fosse feita uma delegação a Raul Henry, na condição de presidente do partido no Estado, para que ele possa conduzir as tomadas de decisão sobre o assunto. A proposta foi acatada por unanimidade.

Raul, inclusive, estará em Brasília, amanhã (13), para se inteirar da decisão que a Executiva Nacional tomará em relação ao Diretório pernambucano. “Vamos defender que o nosso partido mantenha sua integridade política em Pernambuco. Que não tenha sua história violentada, usurpada. Que mantenha o seu Diretório estadual como foi eleito: contemplando todas as forças políticas do PMDB no Estado”, afirmou Henry.

Ao final da reunião, o presidente estadual da sigla fez, ainda, a leitura de uma carta intitulada “Exigimos Respeito!”, elaborada pela executiva estadual e aprovada por todos que compõem o Diretório.

Leia na íntegra:



EXIGIMOS RESPEITO!

A história do PMDB de Pernambuco começou em 1966, quando foi fundado como MDB. Nesses mais de 50 anos de trajetória, nosso partido caracterizou-se pela combatividade, pela resistência ao autoritarismo, pela postura republicana na relação com o patrimônio público e pela defesa dos interesses do povo.

A síntese dessa história e desses valores materializa-se em um nome: o do ex-governador Jarbas Vasconcelos. Jarbas foi fundador do MDB e do PMDB. Foi também seu presidente estadual e nacional, companheiro leal do inesquecível Ulysses Guimarães. Sua vida é exemplo de coragem cívica, retidão de caráter, honestidade e espírito público. Por isso, para nós do PMDB de Pernambuco, Jarbas é mais que uma liderança, é um símbolo da nossa identidade política.

Nosso partido, seguindo sua índole democrática, sempre procurou cultivar, ao longo do seu caminho, um tratamento respeitoso com as lideranças políticas do estado e manteve-se aberto a todos que o quisessem integrar e defender suas bandeiras.

Não aceitamos, no entanto, a atitude indigna, traiçoeira, torpe e repulsiva daqueles que querem entrar no partido para promoverem uma intervenção em sua direção estadual e em sua orientação política.

Não admitiremos, jamais, a destituição de Jarbas Vasconcelos da direção política do PMDB de Pernambuco. A biografia e a liderança de Jarbas, reserva moral da vida pública do país, será defendida por nós incondicionalmente.

Não permitiremos que usurpem a nossa história de mais de 50 anos de luta e de resistência.

Este diretório estadual foi eleito de maneira legítima e democrática. Dele, participam, sem distinção, todas as lideranças políticas que fazem o PMDB de Pernambuco, em todas as regiões do estado.

O senador Fernando Bezerra Coelho ainda tem tempo para aprender a lidar com gestos de grandeza, elegância e generosidade, como foi o de Jarbas ao admitir seu acolhimento no partido. Aprender também que a nossa história é de lealdade, não de traição. De coerência, não de oportunismo. De decência, não de incorreção.

Por todas essas razões, exigimos respeito! Declaramos nosso irrestrito apoio a Jarbas Vasconcelos. E manifestamos à opinião pública do estado nossa indignação e a disposição de lutar em todas as frentes para preservar a identidade, a história e o patrimônio político do PMDB de Pernambuco.

DIRETÓRIO ESTADUAL PMDB-PE

Campanha incentiva doação na conta de água para projetos sociais em Pernambuco


A Compesa inicia uma nova fase da parceria com entidades organizadas da sociedade civil para captar recursos financeiros para a execução de projetos sociais em Pernambuco. A Captação é feita por meio de doações mensais dos clientes da Compesa, que variam de R$ 1,00 a R$ 10,00, nas faturas de água. 

O lançamento da nova campanha do projeto, que agora recebe o nome de Campanha Conta Comigo, aconteceu na manhã desta terça-feira (12), no Centro Administrativo Eduardo Campos ( nova sede da Compesa), no bairro de Santo Amaro. O evento contou com a participação dos representantes do Hospital do Câncer, Movimento Pró-Criança e Fundação Terra, as entidades atualmente beneficiadas com o projeto.

COLÉGIO SANTA JOANA D'ARC: Teatro, música e dança na proposta pedagógica de artes






No CSJD priorizamos o estudo da performance humana, valorizando a arte, a cultura e a cidadania, que são essenciais para o convívio social, o lazer e o crescimento não só do aluno, mas também da nossa cultura.

CSJD, Educando para Deus e para a vida!

PCB ENXERGA O FIM DAS ILUSÕES COM A GUINADA PETISTA À DIREITA


Por Antonio Lima Júnior, militante do PCB em Fortaleza e jornalista proletário

Enquanto o ex-presidente Lula realiza sua caravana pelo nordeste brasileiro, já preparando a campanha política para as eleições de 2018, o presidente estadual do PT no Rio de Janeiro, Washington Siqueira (Quaquá), lançou nota nas redes sociais com o título “Por um partido lulista, burguês e reformista!” [1].

Após uma análise de conjuntura com vários equívocos e justificando uma possível e futura aliança com Renan Calheiros, Kátia Abreu e “de tudo que é ‘P’”, ao final o texto reivindica que o país “precisa de um novo partido burguês, com programa reformista mínimo, pactuando com as lideranças políticas regionais. Um partido que banque a proposta de uma nova constituinte e que avance na construção do estado burguês de bem estar social”. Para o dirigente petista, o socialismo “é uma aposta futura e de transição. Nesse período, a transição ainda é burguesa e o será por muitos anos. Por isso, é centro da estratégia política montar um partido lulista, burguês e reformista”.

Sobre as questões levantadas acerca da necessidade de manter um programa reformista mínimo e acerca do distanciamento do socialismo, é importante colocar alguns elementos que fogem à análise do ávido dirigente petista.

As reformas no capitalismo avançado

Diante da consolidação da burguesia brasileira, hoje combinada com os interesses do capital internacional, apesar de alguns setores da esquerda reformista acreditarem numa possível aliança com uma burguesia progressista e nacionalista, durante os doze anos de governo de colaboração de classes do PT (2003-2015) vimos poucos avanços na questão das reformas básicas.

Um grande exemplo é o dos meios de comunicação: enquanto alguns países vizinhos, como Argentina e Uruguai, conseguiram, da virada de século pra cá, avançar em políticas básicas de democratização dos meios de comunicação e de evitar o monopólio das concessões, no Brasil vimos que não houve nenhuma proposta de ataque aos interesses monopolistas das poucas famílias que controlam os canais de rádio, TV, veículos impressos e internet do país. Apesar de realizar a única edição da Conferência Nacional de Comunicação (Confecom) em 2009, pouco dos acúmulos construídos na mesma foram encaminhados. Além disso, durante os governos petistas, o Ministério da Comunicação sempre foi ocupado por nomes ligados aos interesses dos grupos empresariais, a exemplo do senador (outrora aliado, hoje golpista) Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Já na reforma agrária, um dos pilares de sustentação dos movimentos sociais, em especial o MST, em apoiar os governos petistas, o governo Dilma saiu com o saldo de pior resultado na desapropriação de imóveis rurais nos últimos vinte anos [2]. Ao mesmo tempo, teve como fiel escudeira na defesa contra o impeachment a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), representante da bancada ruralista e “vencedora” do prêmio Motosserra de Ouro, dado pelo Greenpeace em 2010[3].

Mesmo com resultados insatisfatórios nas políticas das reformas de base, como continuar seguindo na proposta de manter o programa de reformas mínimas, se a aliança com coronéis da mídia e latifundiários, por exemplo, impede que avancem nas reformas agrárias e no enfrentamento ao monopólio dos meios de comunicação? Sem acreditar na alternativa socialista e sem investir na construção da unidade da classe trabalhadora para derrotar uma burguesia consolidada que não precisa mais dos setores reformistas para impor sua hegemonia, jamais conseguiremos sequer as reformas mínimas. Chegamos então no segundo ponto.

Uma longa marcha para o socialismo

Se, para o dirigente petista, “a transição ainda é burguesa e o será por muitos anos”, para nós, comunistas, a transição é necessariamente proletária e o tempo só pode ser medido conforme os passos que dermos à frente. Como diz o secretário-geral do PCB, Edmilson Costa, em artigo, o Brasil está maduro para o socialismo [4].

A partir da análise de Edmilson Costa, vemos que o Brasil passou por um processo de desenvolvimento econômico nos governos petistas, mas que repetiu a velha fórmula do bolo que cresce e não se divide ao povo, dando-lhe apenas as migalhas que, por estar em período de crescimento, aparentavam ser um grande pedaço. Imagine só se dessem de fato os pedaços que nos cabem de direito…
Portanto, é equivocada a visão de uma transição burguesa e longa. A burguesia já comandou por muito tempo, é hora de organizar os trabalhadores para a construção de um programa mínimo de lutas da classe operária, que exija a reversão de todos os ataques que a burguesia tem dado não só no governo Temer, mas nos governos petistas, que também têm sua grande parcela de culpa, seja por avançar nas reformas da previdência ou nas concessões das nossas riquezas para a iniciativa privada. O que o PT fazia a conta gotas, Temer faz de torneira aberta. Mas quem abriu o registro da água?

Conclui-se que a exposição de Quaquá é mais uma mostra de que o PT não tem interesse em avançar na organização da classe trabalhadora para derrubar as medidas que a burguesia tem criado para prejudicar os trabalhadores. Se a alternativa para o PT é ser um partido lulista, burguês e reformista, está claro que a saída é novamente a traição. Mas como diria Marx no Dezoito de Brumário, “os grandes fatos e todos os grandes personagens da história mundial são encenados, por assim dizer, duas vezes […] : a primeira vez como tragédia, a segunda como farsa”. E quando a farsa petista ruir de vez, já estaremos surdos de tanto ouvir, repetidas vezes, o canto da sereia.

Enviado e grifado por Paulo Camelo,  PCB (Partido Comunista Brasileiro) de Garanhuns/PE

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.