CLINLAB DIAGNÓSTICOS

CLINLAB DIAGNÓSTICOS

COLÉGIO STA. JOANA D'ARC

DESTAQUES DO BLOG

domingo, 15 de outubro de 2017

TUDO SOBRE O HORÁRIO DE VERÃO 2017 - 2018



O Horário Brasileiro de Verão para a temporada 2017/2018 começou a 0:00h deste domingo, 15 de outubro.

Durante a primavera e o verão, em grande parte do Brasil, os dias são mais longos do que as noites, ou seja, o sol surge mais cedo (alvorecer) e põe-se mais tarde (entardecer). Para aproveitar melhor a luz natural, foi instituído o Horário Brasileiro de Verão, com adiantamento de uma hora no fuso horário em parte do país, buscando a redução do consumo de energia elétrica.

Como a economia nos estados do Nordeste não compensava a mudança do horário, a região deixou de fazer parte, mas acaba impactada de outras formas como horário de atendimento bancário e programação dos canais de televisão.

Em quais estados se aplica o Horário de Verão?

O Horário de Verão no Brasil é aplicado por decreto nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, portanto, nos seguintes estados: DF (Distrito Federal), ES (Espírito Santo), GO (Goiás), MG (Minas Gerais), MT (Mato Grosso), MS (Mato Grosso do Sul), PR (Paraná), RJ (Rio de Janeiro), RS (Rio Grande do Sul), SC (Santa Catarina) e SP (São Paulo).

Nos estados que fazem parte do Horário de Verão, à meia-noite de sábado para o domingo, as pessoas devem adiantar o relógio em uma hora, ou seja. Nesse ajuste se perde uma hora, compensado em fevereiro, quando se atrasa o relógio, fazendo com que hajam duas meia-noites!


Com a mudança de horário, os fusos do Brasil se organizam da seguinte forma em relação ao horário da capital do país:

0h: as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste adotam a mesma hora de Brasília durante o horário de verão;

1h: os estados do Nordeste, Pará, Amapá e Tocantins, continuam com uma hora a menos em relação ao horário de Brasília;

2h: os estados do Acre, Amazonas, Roraima e Rondônia ficam duas horas atrás do horário de Brasília.

Informações sobre o velório de Byron Veras de Barros e Silva

O corpo do professor Byron Veras está sendo velado na quadra do Colégio Monsenhor Adelmar, onde trabalhava, no bairro de Heliópolis. O féretro deve sair às 16h.

O sábado em Garanhuns foi de perplexidade com a notícia do acidente que vitimou Byron e sua sogra, Célia Arraes de Alencar. Várias instituições manifestaram pesar, a exemplo do Lions, UBE e até as Federações Pernambucanas de Xadrez e Tênis de Mesa, esta última chegou a cancelar a competição que haveria este final de semana e para a qual Byron e sua família estavam se deslocando.

Sua esposa Isabella, encontra-se internada na UTI do Hospital Dom Moura, mas não corre risco. As filhas Danielle e Giovana, também estão em observação no hospital.

Byron e Célia são de famílias muito tradicionais, o enxadrista é da família Barros e Silva, de tantos serviços prestados em Garanhuns, e Célia tem parentesco com o ex-governador Miguel Arraes.

Ao nosso amigo Byron, com o carinho que ele merece!

Perdemos Byron.

Byron de sua família amada. Byron Veras. Byron do Lions. Byron do ECC. Byron do CMA. Byron do Xadrez. Byron da AABB. Byron do Bandepe. Byron do Tênis de Mesa. Byron educador e historiador. Byron da UBE. Byron de Belinha. Byron amigo de todo mundo.

Começo a escrever estas poucas palavras, e são das mais difíceis em quase nove anos de blog. Perdi um bom amigo.

Em um acidente nesta manhã de sábado, Garanhuns perdeu Byron Veras, de família tradicional, filho de Aguinaldo Barros, com tantos irmãos, e que fez da simplicidade e da solidariedade uma razão de viver. Conheci poucas pessoas com o coração tão harmonioso que este pai de família (quatro filhos), bom esposo (com sua Isabella, Belinha) e tão responsável.

Perdemos Byron, e o vazio será enorme. 

Preciso dizer que há poucos dias ele nos confidenciou em uma reunião do Lions que o seu carro estava com problemas, que inclusive tinha sofrido outro acidente e que estava fazendo o conserto. Sua filha Danielle, que tem se destacado em competições nacionais do Tênis de Mesa, havia perdido uma etapa porque o carro estava na oficina, e estava justamente indo para uma nova competição em Olinda. Não consigo imaginar Byron irresponsável, prefiro imaginar que seu carro apresentou novo problema, e ele deu seu lado para o impacto, livrando sua família. Sua sogra também faleceu no local. Sua esposa Isabella continua internada no Hospital Dom Moura, e as filha Giovana e Danielle já receberam alta. O casal tem também o filho Shayron, e de um relacionamento anterior, Byron tinha também o filho Jorge Henrique.

Perdemos Byron. E Garanhuns perde um grande homem, um grande exemplo.

A mãe de Isabella, Célia Arraes de Alencar Ximenes. é família do ex-governador Miguel Arraes. Não sei precisar o grau de parentesco.

Durante todo o dia, companheiros do Lions e de diversas instituições se mobilizaram para prestar assistência, e quero agradecer ao Distrito LA-3, ao nosso clube, ao médico Dr. Ulisses Pereira, ao diretor do HRDM, Luiz Melo, aos amigos socorristas do SAMU e do Hospital em Lajedo, a Maria Almeida, José Paulo, Marcilene, Chico Alencar, e tantos outros que estiveram à disposição para oferecer a melhor assistência.

Agora, precisamos nos unir para que Belinha, Giovana e Danielle se restabeleçam no Hospital Dom Moura, com os cuidados que estão tendo pela equipe de Luiz Melo.

Que Deus conforte familiares e amigos, e que Garanhuns reconheça esta perda incomensurável, de um homem íntegro e apaixonado por sua família, seu trabalho, sua fé e seus amigos. 

O corpo de Byron Veras será velado na quadra do CMA, neste domingo, após o meio-dia.

*Desculpe-me, meu amigo Byron, se este pobre texto não está à altura da sua importância em nossas vidas! Que Deus o coloque no lugar que todos nós sabemos que você merece.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.