DESTAQUES DO BLOG

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

EMOCIONANTE, Nova Zelândia recebe mais alunos do Programa Ganhe o Mundo

Governador em exercício, Raul Henry, acompanhou, na manhã desta terça, o embarque dos novos 24 alunos da Rede Estadual de Ensino beneficiados pela iniciativa



A oportunidade de aprender uma nova língua vivenciando as experiências únicas que um intercâmbio internacional pode proporcionar está prestes a acontecer para mais 24 jovens estudantes da Rede Estadual que embarcaram, nesta terça-feira (30.01), para a Nova Zelândia. Através do Programa Ganhe o Mundo (PGM), os alunos terão a chance de estudar por um semestre letivo no país da Oceania, onde poderão, além de aprender um novo idioma, explorar novos costumes e enriquecer o seu repertório cultural. O governador em exercício, Raul Henry, acompanhou o embarque dos intercambistas, que integram um grupo de 120 pernambucanos que terão o mesmo destino, em 2018, por meio do Ganhe o Mundo. 

"Esse programa tem um efeito impressionante. Primeiro, ele reconhece o mérito, ele cria uma situação de exemplaridade para que outras crianças, outros jovens, também invistam no estudo, no esforço de terem uma vida estudantil de sucesso. Segundo, ele realmente abre a cabeça desses meninos para o mundo e traz de volta uma experiência que vai ser incorporada ao conjunto da escola, das suas famílias e das suas comunidades. É realmente um programa muito inspirado, foi uma grande iniciativa do Governo de Pernambuco", ressaltou Raul Henry.

Além de cursarem um semestre letivo em escola de High School, os alunos terão garantidos os direitos de assistência completa durante a estadia fora do país. O pacote inclui seguro saúde internacional, passagens aéreas, acomodação em casa de família (host family) com todas as refeições garantidas e uma bolsa mensal no valor de R$ 719,00. O grupo, formado por 13 meninas e 11 meninos, reúne estudantes de 17 municípios do Estado, são eles: Escada, Vitória de Santo Antão, Jataúba, Belo Jardim, Escada, Caruaru, Bezerros, São Bento do Una, Gravatá, Canhotinho, Capoeiras, Lagoa do Ouro, Lajedo, Águas Belas, Chã Grande, Brejo da Madre de Deus e São Joaquim do Monte. Desde a primeira edição do PGM, ainda em 2012, mais de seis mil estudantes realizaram o sonho de estudar uma nova língua conhecendo experiências próprias de outros países.

O secretário estadual de Educação, Fred Amâncio, destacou a diversidade de municípios com alunos beneficiados pelo programa e o cronograma de embarque dos beneficiados. "A gente fica supercontente. Estamos já na reta final da edição de 2017, estamos encerrando os embarques para esses países que são do hemisfério sul, como a Nova Zelândia. Esse grupo é muito grande. Estamos embarcando desde o último sábado, são mais de 120 estudantes. Todos os dias temos embarque. Quando a gente conversa com eles (alunos), e pergunta, cada um é de uma escola diferente e de uma cidade diferente. Então, é um programa que não contempla apenas grupos de escolas, mas escolas de todo o Estado", concluiu.

Na área de check-in não era difícil encontrar pais e familiares ansiosos com as novidades que estão por vir. Olhos atentos e emocionados eram uma mistura de saudade antecipada com um desejo de um futuro melhor. Entre os intercambistas, estava a estudante Dálida Regina, de 16 anos, do 2ª ano da EREM Deolinda Amaral, no município de Lajedo (Agreste). "É uma expectativa muito grande. É uma coisa que eu não sei o que esperar. Ainda não caiu a ficha. Pretendo trazer muita cultura desse intercâmbio. Eu espero que com esse aprendizado de uma nova língua, meu currículo seja melhorado. O inglês é uma língua muito requisitada. Estou muito feliz", comemorou. 

Já o estudante Gian Victor, de 17 anos, do 2ª ano da EREM João Batista de Vasconcelos, no município de Chã Grande (Mata Sul), destacou que será difícil deixar a família, mas que estará embarcando para a realização de um sonho. "Está sendo muito difícil para mim deixar o apego da família, mas eu tenho certeza que vai ser uma experiência única. Sonhei praticamente toda a minha vida com isso. Sempre me preparei para essa oportunidade e tenho certeza que essa experiência vai ser sensacional. Espero que eu aprenda uma segunda língua, que possa trazer mais oportunidades e, no futuro, pretendo cursar uma faculdade no exterior para trazer mais conhecimento para o Brasil", prometeu..

PGM - Criado em 2012, o Programa Ganhe o Mundo é uma oportunidade para os estudantes da rede pública aprofundarem os conhecimentos em um segundo idioma, através do intercâmbio em países de língua inglesa, espanhola e alemã. De 2012 a 2017, a iniciativa já embarcou mais de seis mil estudantes para países como Argentina, EUA, Espanha, Uruguai, Nova Zelândia, Chile, Canadá e Austrália. 

Fotos: Hélia Scheppa/SEI

Cientista Política, Participante do BBB tem vários livros publicados com Antonio Lavareda

Mara e Lavareda escrevem juntos livros sobre o mundo da política. A moça agora é BBB



Muitos não sabem, mas a BBB Mara Telles, cientista política de renome, é coautora de três livros com Antonio Lavareda ("A lógica das eleições municipais", "Voto e estratégias de comunicação política na América Latina" e "Como o eleitor escolhe o seu prefeito"). Mara é professora da pós-graduação da UFMG e foi indicada para disputar o paredão com Ana Paula esta noite.

Os candidatos a Governador de Pernambuco e suas movimentações!

Armando busca se recolocar como principal nome da oposição, 
pois vem perdendo espaço para Marília Arraes e Fernando Bezerra




Uma coisa se desenha como certa na eleição para governador de Pernambuco, a possibilidade do segundo turno, principalmente se estiverem na disputa o atual governador Paulo Câmara (PSB), os senadores Armando Monteiro (PTB) e Fernando Bezerra (MDB), e a vereadora do Recife Marília Arraes (PT). Outros nomes como Júlio Lóssio (Rede/Ex-prefeito de Petrolina) e Elias Gomes (PSDB/Ex-prefeito do Cabo e de Jaboatão) também sonham com a disputa.

Com maior estrutura e apoios em todos os municípios do estado, em muitos deles com situação e oposição municipal do seu lado, Paulo estará no segundo turno aguardando seu adversário.

Marília cresceu e apareceu. Mesmo dependente de Lula, tem demonstrado desenvoltura para seguir com a campanha. O PT promoveu um grande evento em Serra Talhada, uma das poucas cidades governadas pelo partido em Pernambuco, para lançar Marília, e repercutiu bem. Resta saber como o restante do estado receberia a candidatura do PT, que está desgastado no cenário nacional. Humberto Costa queria parceria com o PSB de Paulo Câmara, mas os socialistas não demonstram interesse. Então o jeito é o PT seguir em projeto solo. Os petistas já afirmaram que não se juntam com os candidatos da direita e de Temer, claramente em alusão ao grupo formado por Armando, Fernando Bezerra, Mendoncinha e Bruno Araújo. muitas destas informações estão na coluna de hoje do jornalista Inaldo Sampaio. (http://www.inaldosampaio.com.br/)

Quem vai liderar o principal grupo da oposição no estado?
Tudo caminhava para a candidatura de Armando Monteiro quando Fernando Bezerra rompeu com o PSB, conseguiu o PMDB estadual por Brasília e se lançou como o candidato da oposição, atropelando Armando, que ficou observando esta movimentação quieto. Com a questão do PMDB na justiça, os opositores ficaram sem saber se será Armando ou FBC, e aí Armando voltou a se posicionar, dizendo que se o grupo tiver somente um candidato, será ele, ou seja, não será Fernando Bezerra, dando a entender que ele aceitaria as duas candidaturas. Nestes cenários, os nomes de Mendonça Filho e Bruno Araújo já não aparecem como postulantes, resta brigarem por vagas para o senado ou garantirem suas reeleições de deputados. Enquanto todos se decidem, Marília aparece.

Fernando tem arrumado adversários em todos os lados. O recado de Armando parece ter sido para se recolocar como principal líder da oposição. O PMDB com Jarbas e Raul Henry tem tratado FBC como inimigo político, e até Humberto Costa reclamou de Fernando o fato do colega senador, que foi ministro de Dilma, atribuir aos governos petistas as mazelas do país. Humberto classificou as declarações de Fernando como inaceitáveis, já que ele participou dos governos do começo ao final. 

Lembrando que Fernando Bezerra agora apoia Temer e seu filho, Fernando Bezerra Filho, é Ministro de Minas e Energia, que tem levado adiante a privatização da Eletrobras e da Chesf.

Neste cenário, Paulo acompanha o desfecho da questão do PMDB e espera para ver como os caciques da oposição vão se adequar às poucas vagas da chapa majoritária, e pode até pensar em conquistar um ou outro que queira conversar para voltar a compor a Frente Popular. Não seria nenhum absurdo ver Bruno Araújo ou Mendonça Filho com Paulo Câmara.

Armando deixou Eduardo Campos para alçar voos próprios, aceitaria perder este espaço na oposição tranquilamente para Fernando Bezerra? Outra questão que pesa é que as duas vagas que se abrem no Senado Federal na eleição deste ano são justamente as de Armando e a de Humberto Costa. 

E se Lula fizesse a Delação Premiada para limpar a política deste país?

 
O ex-presidente Lula foi condenado por corrupção pelo Tribunal Regional Federal, por unanimidade, e agora só cabe recurso ou discutir questões de direito nas instâncias superiores, mas o fato acaba entendido como provado, e nosso conterrâneo foi beneficiário de um esquema de desvios de recursos públicos em seu governo. Entendo que não começou com ele, nem terminou com sua saída. Está aí, tendo continuidade em diversas empresas públicas e nos governos de municípios, estados e em Brasília.

Toda a defesa de Lula se baseia na "perseguição do judiciário, da elite e da direita do país", que não quer um governo socialista que beneficia o mais pobre, como foi o de Lula, maior líder da esquerda nacional.

Contudo, parte dos integrantes do seu governo está presa respondendo por corrupção. Também estão presos grandes líderes do PT e empresários com os quais negociavam, que contaram como a coisa funcionava, em troca de diminuição de suas penas, e devolvendo bilhões de reais aos cofres públicos.

A pena de Lula, neste primeiro processo, é de 12 anos.

Em um exercício de dramaturgia, imagino Lula iniciando seu primeiro mandato e recebendo os "donos" dos partidos que dominam o Congresso Nacional, que fizeram as exigências nefastas em troca de apoio, se não o metalúrgico não governava. Lula mandou se acertarem com Zé Dirceu, então chefe da Casa Civil, e dali por diante não sabia mais de nada. Dirceu foi preso e nunca abriu a boca. Roberto Jefferson acusou o ex-ministro de ser o articulador e sempre afirmou que Lula sabia de tudo.

O resto da história todo mundo já sabe, partidos A, B e C conseguiram cargos importantes nas estatais para abastecerem de verbas seus deputados e senadores. Repito, isto não começou com Lula nem terminou com o fim do seu mandato. A corrupção no Brasil é institucionalizada, faz parte dos governos. O país não chegou a investigar direito denúncias no BNDES, Eletrobrás, Fundos de Pensão, Caixa, entre diversos outros. Com Foro Privilegiado, aberturas de processos e investigações contra Temer e Aécio não foram autorizadas na Câmara e no Senado. 

É aí que entra o mote desta postagem. E se Lula fizesse a Delação Premiada? Se o ex-presidente falasse o que sabe na certa iria apresentar à justiça nomes influentes da política, que ainda dão as cartas. Infelizmente Lula foi cooptado por este time. O ex-presidente teve a chance de afastar da vida pública dezenas de políticos que sugam os cofres dos governos, de todos eles, mas preferiu sucumbir às exigências do submundo da política, provavelmente em nome do que chamavam governabilidade. 

Mas ainda dá tempo, para isto precisaria fazer um "Mea Culpa", reconhecer seus erros e trazer à baila o que de fato acontece nas negociatas do poder, como funcionam as nomeações, quem manda nos partidos e no Congresso, quem vende apoio e quem faz da corrupção o câncer que impede o Brasil ser o gigante mundial que todos esperam ver.

Mas Lula, assim como Zé Dirceu, como se estivesse nos tempos da ditadura, não vai entregar os companheiros, para sua biografia será mais fácil escrever que foi injustiçado, e deixar tudo como está.

Mas, pelo país, Lula devia abrir a boca.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.