BLUENET PROVEDOR DE INTERNET

DESTAQUES DO BLOG

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Prefeito de Iati reúne lideranças políticas para almoço com Tadeu Alencar



O deputado federal Tadeu Alencar (PSB) e o prefeito de Iati, Tonho de Lula (PSB), reforçaram a relação política construída ao longo do mandato do gestor municipal. O prefeito promoveu, no fim de semana, um almoço para o deputado onde reuniu a vice-prefeita, Edna de Cidinho, e os seis vereadores que o apoiam na Câmara e endossou seu compromisso com Tadeu este ano.

Assim como faz desde o início do mandato, Tadeu visitou o Agreste no fim de semana para prestar contas da sua atuação parlamentar e ouvir demandas dos aliados. Para Iati, o deputado já destinou R$ 1,35 milhões em emendas parlamentares ao longo do mandato para ações em saúde, educação e perfuração de poços. No mês passado, o município recebeu R$ 250 mil em emendas de Tadeu Alencar para a compra de equipamentos para o hospital municipal.

No encontro, o deputado e o prefeito trataram de questões de interesse do município, como o apoio a ações de infraestrutura na cidade, da política nacional e da política estadual. Na ocasião, Tadeu ressaltou o trabalho do governador Paulo Câmara (PSB) e suas qualidades como gestor como credenciais para a disputa eleitoral de 2018.

Obras da Barragem de São Bento do Una devem começar ainda neste primeiro semestre



O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Executiva de Recursos Hídricos (SERH), assinou na última quinta-feira (12/04) a ordem de serviço para supervisão da obra da Barragem de São Bento do Una. O vencedor da concorrência, o consórcio IBI/Goa, realizará os serviços de supervisão de obras, controle tecnológico e elaboração de projeto executivo da barragem localizada no município de mesmo nome, envolvendo investimento de R$ 2,73 milhões.

A Barragem de São Bento do Una foi projetada para reforçar o abastecimento do município, tanto para a população quanto para o polo avícola, beneficiando 53,2 mil habitantes. Quando pronta, terá capacidade de acumulação de 17,77 milhões de metros cúbicos de água. A obra está orçada em R$ 59,43 milhões, recursos do Ministério da Integração Nacional e Governo do Estado, envolvendo também a implantação de adutora e estação de tratamento de água.

“A questão do abastecimento d’água é uma prioridade do nosso Governo desde o primeiro dia da gestão. E sabemos o quanto a Barragem de São Bento do Una é ansiada pela população. O nosso compromisso é trabalhar para que as obras não sofram solução de continuidade”, afirmou o governador Paulo Câmara.

A licitação da obra da Barragem de São Bento do Una foi feita originalmente em 2015 pelo Governo do Estado. O contrato foi assinado e a ordem de serviço foi emitida em 2016, porém a empresa vencedora não iniciou a obra alegando dificuldades financeiras. Assim, em 2017, o Governo do Estado rescindiu o contrato unilateralmente, convocou e já contratou a segunda colocada.

“Trata-se de uma obra muito importante para o abastecimento da região e muito esperada pela população. Nossa expectativa é iniciar a construção da barragem ainda neste primeiro semestre, com prazo de execução de 18 meses”, afirma o secretário executivo de Recursos Hídricos, Guilherme Rocha.

Com a ordem de serviço assinada para supervisão da obra, o Consórcio IBI/Goa irá iniciar a elaboração do projeto executivo, com complementação de sondagens em solo e rocha, ensaios de caracterização de materiais, levantamentos topográficos e detalhamento do projeto. Irá também fazer o planejamento das etapas construtivas, plano de trabalho, análise dos documentos referentes ao projeto básico da barragem e do processo licitatório.

Foto: Seplag/Divulgação

A IMPORTÂNCIA DA UFAPE EM GARANHUNS - Por Altamir Pinheiro



A IMPORTÂNCIA DA UFAPE EM GARANHUNS 
Por Altamir Pinheiro

"Que me desculpe o modernismo, mas no campo do ensino universitário, ainda acho que o tradicional é essencial, pois acredito muito nos cursos presenciais, em que pese entender que, a Educação a Distância, nesse limiar de século XXI tenha sido a modalidade de ensino que mais cresceu no Brasil. Parece que em razão das mensalidades serem mais acessíveis para a classe média baixa e a flexibilização do horário, principalmente, para quem trabalha oito horas por dia, como também reconhecer que a população brasileira está envelhecendo e por isso essa camada da sociedade preferir educação a distância, aliada a insegurança que virou praga em todo o país. Quanto ao jovem aderir a esta modalidade, sou radicalmente contra. Acredito que vários políticos do Estado também, não é à toa que, através de uma visão larga de vários homens públicos pernambucanos, o Agreste Meridional foi agraciado com uma baita UFAPE.

Pois bem, a cidade de Garanhuns, tem se caracterizado como um polo de crescimento e desenvolvimento, tanto do ensino superior, como econômico, onde tem se instaladas nas últimas duas década e especialmente a partir do Século XXI, faculdades, aglomerados comerciais de médio porte, prestadores de serviços, além da fomentada indústria do turismo com três datas importantes no calendário da cidade(abril, julho e dezembro), as quais têm contribuído significativamente para o destaque de Garanhuns, no âmbito regional, no que se refere ao desenvolvimento do complexo educacional de nível superior, econômico e social.

A Universidade Federal do Agreste de Pernambuco(UFAPE) é um antigo anseio da comunidade acadêmica local. Com a chegada, recentemente, dessa instituição numa cidade de médio porte encravadas na região Nordeste, tal como é o caso de Garanhuns, ela só vem a somar, pois, a maior parte da circulação de recursos financeiros feitas através dos pagamentos dos salários dos funcionários e professores, juntados à necessidade de obras, equipamentos e despesas de custeio e manutenção das instituições de ensino, são de grande importância para o meio sócio econômico onde a área universitária se encontra. Além disso, os gastos com alunos que procedem de outras localidades também fomentam as atividades locais, principalmente os serviços prestados e relacionados ao meio acadêmico, sendo que o número destes alunos oriundos das cidades circunvizinhas tendem a aumentar, conforme o aumento de vagas oferecidas pela universidade.

Uma Instituição educacional que abrange vários cursos de nível superior através de seu papel de ensino, pesquisa e extensão, é de praxe que esteja vinculada ao setor produtivo. E mais: o papel de uma instituição de ensino como dinamizador das economias locais e regionais onde as mesmas estão instaladas, principalmente no seu entorno, através da geração de emprego e renda, colabora significativamente no crescimento e desenvolvimento de toda uma região.

Com a criação da UFAPE nada mais justo do que a comunidade local procurar uma maneira de se mostrar apta para as oportunidades que baterem à sua porta. Individualmente falando, por mais simples que pareça, ter formação universitária e carregar um diploma debaixo do braço faz toda a diferença na caminhada de qualquer pessoa para o seu respectivo sucesso. Com ele, além de muitas vantagens comparativas, o indivíduo receberá também uma série de aprendizados essenciais para construir quem ele é, além de muito crescimento e amadurecimento que conseguirá através do curso que se propôs a fazer. São muitos os benefícios que um diploma universitário pode trazer.

Para a massa jovem, o conhecimento adquirido na faculdade vai muito além do acadêmico e do profissional: quando este jovem ingressa em um curso superior, sem o menor farelo de dúvida, em seu bojo aparece uma oportunidade em mãos para crescer pessoalmente. Ter de lidar com prazos, novas responsabilidades e, principalmente, como conviver com muitas pessoas (e muito diferentes!!!) serão aprendizados que ele levará para toda a vida, e que ajudarão a construir quem será essa pessoa no futuro. É o que podemos chamar de MATURIDADE PARA A VIDA..

Altamir Pinheiro
Como se sabe, diploma universitário não é a garantia do sucesso profissional absoluto, mas tê-lo em mãos pode dizer muito para o estudante agrestino ou quem quer que seja e que venha de onde vier. Possuir diploma de um bom curso em uma universidade federal com a estrutura que a UFAPE já possui dentre todos os outros aspectos citados, vem em anexo o reconhecimento. Reconhecimento este, de sua família, das pessoas que passaram por sua trajetória acadêmica e, principalmente, reconhecimento dentro do mercado de trabalho. O futuro estudante da UFAPE ainda tem dúvidas de que um diploma universitário é um grande diferencial em seu currículo frente a toda competitividade do mercado de trabalho?!?!?! Que a juventude de Garanhuns, da região do Agreste Meridional ou de qualquer parte do país façam bom uso da nova UFAPE e, que este ano, saibam votar naqueles que se esforçaram tanto para trazê-la para a nossa região.

Altamir Pinheiro"

GRE AGRESTE MERIDIONAL abre formações continuadas de Língua Portuguesa de 2018



A Coordenação Geral de Desenvolvimento da Educação (CGDE) da GRE iniciou a jornada de formações continuadas de 2018 para professores de Língua Portuguesa. O momeno na última quinta-feira (12), foi marcado pela presença, no auditório da Gerência Regional, dos mais de 180 docentes que atuam no Ensino Fundamental e no Ensino Médio em todas as escolas da rede estadual localizadas no Agreste Meridional. 

Este encontro, que marca a abertura do calendário de formações do ano, teve a contribuição de Clécio Bungen, mestre e doutor em Lingüística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (SP) e professor do Departamento de Métodos e Técnicas de Ensino da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Com sua vasta experiência no ensino e aprendizagem de língua materna, enfocando em temas como livro didático, letramento escolar, ensino da leitura e da reescrita e gêneros do discurso, o pesquisador conversou com os docentes sobre as possibilidades de trabalhar com a Multimodalidade e os Multiletramentos no ensino de Língua Portuguesa, na Educação Básica, e como o tema é explorado na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). 

Anualmente, são programadas quatro formações continuadas para professores de Língua Portuguesa do Ensino Fundamental e quatro para o Ensino Médio. A periodicidade é bimestral e os temas são concebidos a partir das necessidades apontadas na própria rede de ensino.

O vídeo do vereador Gil PM, as obrigações de um vereador e a falta de força política de Garanhuns

Flagra da revolta de Gil PM, por Kléber Cysneiros, em print do blog VeC Garanhuns



Kléber Cysneiros, blogueiro, flagrou o momento de revolta do vereador Gil PM no trecho de rodovia federal conhecido como Curva da Laranjeira, ou Curva da Morte. Ali, o DNIT colocou uma lombada eletrônica no intuito de acabar com os constantes acidentes, inclusive com vítimas fatais.

Parece-me que a lombada, recém instalada, sofreu com a ação de vândalos, e atualmente está sem funcionar. De lá pra cá, muitos pedidos foram feitos ao DNIT para restabelecer, dentre eles de Sivaldo Albino, Claudiano Filho e Gil PM. Contudo, nada foi feito. Lembramos que o órgão é federal e parece não estar dando muita importância ao gerente da Casa Civil do estado, a um deputado estadual e muito menos a um vereador do município.

Diante de mais um acidente (um irresponsável que, sob efeito de bebida alcoólica, estava com um monte de gente dentro de um Pálio, pelo que soube), Gil PM foi ao local com sua assessoria e o blogueiro que flagrou o piti do vereador, o vídeo está no blog de Cysneiros. Gil, revoltado, tira o paletó e, meio fora de si, diz que seu mandato não serve pra nada e ameaça renunciar. O que duvidamos!

Na verdade, precisamos de força política para resolver esta e outras situações em Garanhuns. Por isso, pergunto a Gil, quem é seu deputado federal? Não teria ele força para resolver esta pendenga no DNIT? É por esta e outras que os vereadores devem apoiar deputados que tenham compromissos com nossa cidade. Devem compreender a força política de um vereador quando repassam a um deputado os votos de seus eleitores. Neste atual momento, Garanhuns não tem nenhum deputado, estadual nem federal, e parcela grande desta culta é dos vereadores. 

Quanto ao DNIT, embora o vereador possa pedir a órgãos federais benefícios para a população do município que representa, o que se espera da edilidade, inicialmente, é cumprir suas funções que constam na constituição; legislar e fiscalizar a gestão municipal. E é justamente nestas obrigações que Garanhuns tem sentido a falta da atuação parlamentar.

Seria interessante que Gil PM, com seu estilo único, usasse a força do seu mandato para legislar a favor da população, e fiscalizasse a gestão municipal, que se encontra com obras paradas e dificuldades com o funcionalismo. 

O vídeo em questão não ajuda em nada e ninguém levou a sério. Mas eu acredito que Gil usou do recurso para mostrar a revolta de não ter sido atendido pelo DNIT, e o sentimento de impotência do mandato de um vereador diante uma demanda aparentemente simples. Como moral da história, dá para reanalisar a atuação parlamentar a partir de suas obrigações constitucionais.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.