BLUENET PROVEDOR DE INTERNET

DESTAQUES DO BLOG

terça-feira, 14 de agosto de 2018

Paulo vai a Brasília acompanhar registro da candidatura de Lula



O governador Paulo Câmara (PSB) se desloca para Brasília nesta quarta-feira (15), onde acompanha junto a outras lideranças políticas, principalmente do PT, PCdoB e PSB, o registro da candidatura do ex-presidente Lula para concorrer ao Palácio do Planalto, conforme aprovou a convenção do partido no início deste mês. O ato na capital federal acontece às 16h.

Pela atual legislação, Lula não pode concorrer, impedido pela Lei da Ficha Limpa, já que se encontra condenado em segunda instância. Contudo, o PT e demais partidos e lideranças política que apoiam o ex-presidente, apostam na reconsideração do TSE e até do STF, pedindo a libertação de Lula e seu registro para concorrer à Presidência da República. 

Lula lidera com folga todas as pesquisas feitas por todos os institutos.

Em Pernambuco, o PSB se coligou ao PT que indicou o senador Humberto Costa na chapa encabeçada por Paulo Câmara. O governador tem se colocado na linha de frente em defesa de Lula, com várias manifestações públicas por sua libertação e pelo voto para sua recondução à presidência.

NOTA DE PESAR - Ator José Pimentel - Governo de Pernambuco



NOTA DE PESAR

"Pernambuco perde um dos seus maiores artistas com a morte de José Pimentel, um verdadeiro ícone do nosso Estado, dono de uma enorme capacidade de trabalho, de entusiasmo e de paixão por tudo a que se dedicava. 

Pimentel merece todas as nossas homenagens. Tenho a honra de, como governador, reconhecer sua imensa contribuição à  nossa cultura, ao conceder a Pimentel o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco. 

Minha solidariedade e meus sentimentos aos seus familiares, amigos e admiradores."

Paulo Câmara
Governador de Pernambuco

Lideranças políticas não seguem coligações na eleição de outubro



Naturalmente quando um partido elege um prefeito imagina-se que é bom para seus correligionários, mas não para os tucanos em Pernambuco. O ex-prefeito de Jaboatão, Elias Gomes (PSDB), candidato a deputado estadual e seu filho Betinho Gomes (PSDB), candidato a federal, disseram à Folha de Pernambuco, que nenhum dos 20 prefeitos do partido irão apoiar candidatos a deputado federal da legenda. Segundo Inaldo Sampaio, jornalista, a questão é grave. 

Em Caruaru, por exemplo, Raquel Lyra (PSDB) vai apoiar Daniel Coelho (PPS) para federal e Priscila Krause (DEM) para estadual.

Mas a questão vai mais além, na maioria dos municípios não vai valer a "chapa fechada" das coligações de um lado ou de outro, e a questão partidária é somente um detalhe. Tem prefeito socialista aqui no Agreste votando em Sílvio Costa (Avante) e Álvaro Porto (PTB), assim como tem trabalhista com deputados da Frente Popular, e até votando em Paulo Câmara para governador.

A questão não é somente partidária, pode ser geopolítica também. Em Garanhuns, o prefeito Izaías Régis (PTB), a exemplo de Raquel Lyra, também não apostou na prata da casa. Apoia Sílvio Costa Filho (PRB) e Álvaro Porto, que retornou ao PTB para disputar a eleição.

Esta falta de fidelidade às coligações atinge todos os níveis. Não falo da fidelidade do político mudar sempre de partido ou votar contra as decisões superiores da legenda, mas a de não se juntar a seus próprios pares na hora de enfrentar as urnas, embora entenda que a coligação seja uma extensão partidária por opção, mas passadas as eleições, cada legenda contabiliza seu sucesso ou fracasso pela quantidade de eleitos dentro do seu próprio partido. O PT em Pernambuco, por exemplo, viu vários deputados do PTB se elegerem na coligação em 2014, mas ele próprio não elegeu nenhum e pagou um preço muito alto por isto.

Quanto ao PSDB, é sintomático do atual momento e pode passar pela mesma situação do PT na última eleição. Está dificultando a eleição de seus próprios quadros em garantia da unidade em torno de Armando e do projeto presidencial de Geraldo Alckmin, contudo, Armando continua afirmando o voto em Lula, pré-candidato do PT e que está do outro lado da disputa, coligado ao PSB de Paulo Câmara. Lá, Jarbas vota em Alckmin. 

Um grande exemplo é Caetés. O prefeito Armando Duarte é do PTB, primeiro partido a se unir a Geraldo Alckmin em nível nacional, e que apresenta Armando como candidato ao governo de Pernambuco, no entanto o prefeito é eleitor de Paulo Câmara e Lula. "Paulo está trazendo água para Caetés, a adutora é um sonho antigo do nosso povo e a maior obra da nossa história. Quanto a Lula, é nosso conterrâneo, e defendemos ele e sua candidatura" - disse o prefeito. Armando apoio Sílvio Costa para o senado e seu filho, também Sílvio Costa, para a Câmara Federal. "É um parceiro antigo que tem nos ajudado muito".

A gente vai falar mais sobre isso.

Em Garanhuns, Circuito Sesc de Formação Audiovisual promove oficina “A fotografia no cinema”

Em sua 4ª edição, o projeto visitará mais cinco cidades até o fim de outubro: Surubim, Arcoverde, Goiana, Petrolina e Caruaru

Manuela Andrade
Amantes da fotografia e do cinema terão uma ótima oportunidade: o Sesc Garanhuns realiza entre os dias 20 a 24 deste mês a oficina “A fotografia do cinema”, que faz parte do projeto Circuito Sesc de Formação Audiovisual. Em sua 4ª edição, o circuito percorrerá até o fim de outubro mais cinco cidades, são elas: Surubim, Arcoverde, Goiana, Petrolina e Caruaru.

A turma será acompanhada pela professora Manuela Andrade e as aulas vão acontecer no Laboratório de Autoria Literária Luzinette Laporte. O curso aborda a fotografia enquanto linguagem fílmica e propõe tanto debates teóricos a cerca do papel da imagem do cinema, quanto trata das questões técnicas e práticas no cotidiano do set de filmagem, possibilitando assim uma reflexão sobre a função do diretor de fotografia. A oficina será no turno da noite nos cinco dias, a partir das 18h até às 22h. Terá carga horária de 20h/aula.

“O Sesc busca contribuir para a ampliação das condições que possibilitem à produção artístico-cultural se tornar um real instrumento de transformação dos indivíduos da sociedade. Nesse sentido, a linguagem audiovisual se apresenta com grande potencial de transformação, pois sua prática requer iniciativa individual e coletiva, além de constante reflexão no sentido de atingir objetivos”, explica a instrutora de atividades artísticas do Sesc Pernambuco, Naruna Freitas.

Manuela Andrade é uma jovem cineasta, mestre em Comunicação pela PPGC da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Trabalha com produção, direção, roteiro, pesquisa e educação na área de cinema há 10 anos e atualmente leciona no curso de produção audiovisual da Faculdade Metropolitana. Recentemente teve seu filme "Fantasia de Índio" contemplado na Mostra Sesc de Cinema. A inda segundo Naruna, “para a escolha da ministrante observamos aspetos relevantes da sua proposta para oficina, o caráter conceitual de suas produções e seu perfil de trabalho como professora, além de ser uma opção que resguarda o protagonismo da mulher jovem no campo do audiovisual que por vezes é tão restrito aos homens”.

Interessados em integrar a turma devem ir até o dia 20 de agosto ao Ponto de Atendimento de Clientes. Pessoas com mais de 15 anos podem participar. O investimento para o público geral é R$ 26, enquanto os trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo têm 50% de desconto e investem R$ 13.

Para fazer a matrícula é necessária a apresentação dos documentos de identificação (RG e CPF) e comprovante de residência. Trabalhadores do comércio precisam apenas apresentar o cartão do Sesc atualizado e pagar a taxa. O Sesc Garanhuns está localizado na Rua Manoel Clemente, 136, no Centro.

O CIRCUITO SESC DE FORMAÇÃO AUDIOVISUAL - Em 2018 o projeto está em sua 4º Edição. A ação consiste na oferta de oficinas desta linguagem voltadas para crianças, jovens e adultos. A atividade propõe o protagonismo do cinema para a formação estética do indivíduo, proporcionando aproximação das pessoas com aspectos básicos da produção audiovisual. Em 2017 foram oferecidas 07 oficinas em cinco unidades, sendo duas de "Atuação para Cinema", quatro de "Cinema de Animação" e uma "Direção de Arte".

Sesc – O Serviço Social do Comércio (Sesc) foi criado em 1946. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 19 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo. Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco, basta acessar www.sescpe.org.br

Serviço: Inscrições Oficina “A fotografia do cinema”
Dias: até 20/8
Local: Sesc Garanhuns – Rua Manoel Clemente, 136, no Centro.
Inscrição: R$ 26 público geral. Trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo têm desconto e pagam R$ 13.
Informações: (87) 3761-2658

Liberdade é compaixão, contra a discriminação - Por Jarbas Carneiro Trindade



O “homem” é verdadeiramente livre quando conhece a verdade, verdade de que vivemos em sociedade e dependemos um do outro para exercitar plenamente a nossa liberdade, que se limita a liberdade exercida pelas outras pessoas. O tema trabalhado no último Festival de Inverno de Garanhuns foi “Um viva à liberdade”, porém a liberdade que vivenciamos enquanto pessoas com deficiência neste FIG foi muito diversa à expectativa que nós tínhamos. 

Durante as apresentações ocorridas na Praça da Palavra alguns intérpretes de LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) que faziam a tradução da linguagem oral para os surdos e seus familiares que estavam na praça foram constrangidos com ações de populares que lá estavam e que impediram os intérpretes de trabalharem, alegando estarem atrapalhando as demais pessoas de aproveitarem a apresentação cultural; também várias noites durante os espetáculos na Praça Mestre Dominguinhos alguns músicos proibiram os intérpretes de LIBRAS de subirem ao palco para interpretar, sob o argumento de que atrapalhariam o espetáculo. Estas condutas são socialmente inaceitáveis, pois a única barreira que existe ao exercício da nossa liberdade é quando interfere com o exercício da liberdade dos outros. 

A semana da pessoa com deficiência é organizada pela Prefeitura de Garanhuns, Conselho Municipal da Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência de Garanhuns, ADVAMP, ASAMP, APECOMDEG e APAE. Neste ano estamos trabalhando o tema: Liberdade é compaixão, contra a discriminação, uma vez que já explicado este tema foi escolhido porquê após as denúncias recebidas dos eventos discriminatórios ocorridos no Festival de Inverno, acreditamos ser necessário travar um debate profundo com a sociedade sobre as barreiras atitudinais e como elas prejudicam profundamente as pessoas com deficiência. 

Muito se fala em compaixão, confundindo este conceito com pena ou piedade, porém compaixão tem mais a ver com empatia e altruísmo, pois compaixão é se colocar no lugar do outro, sentir o que outro está sentindo e acima de tudo tomar atitudes para superar os problemas do outro. 

Se através do exercício da nossa liberdade nos colocarmos no lugar das pessoas com deficiência para com atitudes combatermos a discriminação e o preconceito, construiremos uma sociedade melhor para todas as pessoas. 

A Abertura da Semana Municipal da Pessoa Com Deficiência será no dia 16 de agosto às 14h no auditório da AESGA. Lá debateremos com a sociedade quais os efeitos da discriminação na sociedade, nas pessoas com deficiência, na vida dos familiares destas pessoas e as consequências do preconceito enquanto fenômeno social, filosófico, psicológico e jurídico. Contamos com a presença de todos. 

Garanhuns, 10 de agosto de 2018. 

Jarbas Trindade 
Coordenador do COMUD - Garanhuns

Dia do Estudante é de alegria e solidariedade no Colégio Santa Joana D'Arc

Gincana solidária em homenagem ao dia do estudante movimenta o CSJD





Alunos do CSJD participaram das comemorações em homenagem ao dia do estudante e se envolveram de forma efetiva na gincana solidária, onde os produtos arrecadados serão doados ao abrigo São Vicente de Paulo.

A família Joana D’Arc trabalhou com todos os alunos a importância de se obter a cada dia o conhecimento, mas também priorizou a relação humana e o gesto de solidariedade.

Educar é sensibilizar o olhar e a transformação das virtudes para fazer parte desse planeta. Parabéns a todos os estudantes.


Quais os candidatos a presidente com chance de segundo turno?

Mesmo que Lula não seja candidato, sua influência pode ser decisiva na eleição para presidente




Atualmente as pesquisas apontam Lula (PT) com cerca de 30% das intenções de voto, Bolsonaro (PSL) na faixa dos 20%, e três candidatos orbitando nos 10%, Marina (Rede), Ciro (PDT) e Alckmin (PSDB). Nesta ordem.

Sem Lula candidato, seu apoio vai para o correligionário Fernando Haddad (PT), ex-prefeito de São Paulo, que pula de 2% e chega a 13%, ficando atrás apenas de Bolsonaro, que não ganha, significativamente, votos de Lula.

Alckmin tem uma coligação que lhe oferece mais tempo de TV, mais dinheiro e estruturas eleitorais em todos os estados do país. O que Alckmin tem de vantagens equivale a todos os outros somados. Além disso, sai de São Paulo, maior colégio eleitoral, e naturalmente tira votos da centro-direita de Bolsonaro. 

Portanto, o segundo turno estaria entre Bolsonaro e Haddad ou Alckmin, tudo vai depender do crescimento de Alckmin. Se ele cresce bem, entrando no eleitorado de Bolsonaro, cada voto que tiver é um a menos do capitão, podendo até tirar o líder das pesquisas (sem Lula) da disputa no final de outubro. Mas se Alckmin crescer menos do que se espera e não alcançar Bolsonaro, vai brigar pela outra vaga com Haddad.

Contudo, se não está claro ainda para a grande massa eleitoral do país que Haddad é o candidato de Lula, quando isto for para a TV, Rádio e o povão tomar ciência, muito provavelmente o petista vai crescer bastante, aproximando-se de Bolsonaro (ou até passá-lo). Como o voto Lulista dificilmente vai para Bolsonaro e Alckmin, Haddad tem espaço para crescer. 

Ciro e Marina têm bom discurso, mas a falta de estrutura comparada a PT e PSDB, e ainda o fato de Bolsonaro vir agradando grande parte da população, dificulta brigar de igual para igual, somente em uma campanha heroica poderia se pensar em um dos dois disputar o segundo turno. Mas política não é uma ciência exata.

Nomes como Álvaro Dias e Henrique Meirelles não têm densidade eleitoral e o Cabo Daciollo seria cômico, se não fosse trágico, ter uma opção assim em uma campanha para Presidente da República. Como disse Ciro, é o preço que se paga pela Democracia.

A campanha ainda vai começar, mas deve ser isto: Bolsonaro, Alckmin e Haddad disputam duas vagas no segundo turno, e Marina e Ciro correm por fora, tentando surpreender as principais forças políticas do país.

JORNAL DO COMMERCIO - Terça, 14 de Agosto de 2018


Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.