DESTAQUES DO BLOG

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

EPC lança edital de mais de R$ 13 milhões para produção de conteúdo audiovisual para a TVPE

Produtoras podem inscrever até dois projetos, nas categorias de ficção, documentário e documentário telefilme, até 11 de março. Divulgação das propostas selecionadas será feita até 10 de abril



A Empresa Pernambuco de Comunicação (EPC) apresentou o 1º Edital Virada Digital TVPE nesta segunda-feira (11), no auditório da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), no Bairro do Recife, a partir das 15h30. A iniciativa visa a selecionar 31 obras audiovisuais para a televisão, que poderão contratar até R$ 13,4 milhões do Fundo Setorial de Audiovisual (FSA), dentro do Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Indústria Audiovisual (Prodav 02). O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, participará do evento.

O edital engloba 13 categorias de conteúdo para envio de propostas, com temas pré-definidos, que contemplam a diversidade do povo pernambucano. O custo total máximo por obra seriada de ficção é de R$ 1,8 milhão, R$ 390 mil, para séries de documentário, e R$ 208 mil, para documentário telefilme. As inscrições serão realizadas no período de 18 de fevereiro a 11 de março de 2019. O edital pode ser acessado na íntegra no Portal da EPC - portalepc.com.br.

Cultura de povos indígenas e de comunidades quilombolas, relações do universo da agricultura familiar e sobre vida de pessoas idosas são algumas das temáticas que deverão ser contempladas pelos vídeos. Para se inscrever é necessário que o roteiro das propostas seja inédito e se encaixe em algum dos gêneros do edital. É preciso, ainda, que a produtora seja uma empresa registrada e esteja regular junto à Agência Nacional de Cinema (Ancine). A seleção inclui a análise da documentação pela EPC e do projeto por uma comissão técnica de avaliação, formada por pelo menos três jurados com atuação reconhecida no segmento audiovisual. Cada produtora pode inscrever até dois projetos.

"Através deste Edital, a EPC se afirma como um dos principais órgãos de fomento da cadeia produtiva do audiovisual de Pernambuco. E o resultado do investimento federal será mostrado à população pernambucana, em primeira mão, na tela da TVPE, que já está digital na Região Metropolitana do Recife, em Caruaru e Petrolina", afirmou Gustavo Almeida, diretor-presidente da EPC.

Entre os documentos exigidos estão o formulário de inscrição de projeto, o cartão de CNPJ da empresa e o roteiro. A documentação completa pode ser conferida no edital, e deve ser entregue na secretaria da EPC, na Avenida Conde da Boa Vista, 1424, Bairro da Boa Vista, entre os dias 18 de fevereiro e 11 de março, das 9h às 12h e das 13h às 17h, horário local. Também é possível enviar o material pelos Correios, via Sedex, contanto que seja postado até a data limite para inscrições.

Diversidade

O edital prevê a produção de 11 séries documentais e de ficção sobre o universo da juventude do interior do Estado e da periferia da Região Metropolitana do Recife; universo LGBT; brincadeiras e jogos populares infantis; relações do universo da agricultura familiar; desrespeito aos direitos humanos na mídia pernambucana; economia criativa, inovação e cultura digital; desafios das pessoas com deficiência; esportistas, projetos e esportes nas mais diversas modalidades e regiões; universo da vida de idosos e idosas; a diversidade dos biomas, fauna e flora; o enfrentamento ao machismo e a luta pela igualdade de direitos entre homens e mulheres.

Para as obras não seriadas está prevista a produção de 20 documentários telefilmes sobre personalidades, eventos, histórias ou temas relativos ao patrimônio material ou imaterial, à memória e a cultura dos povos indígenas e das comunidades quilombolas de Pernambuco. Os detalhes das categorias, episódios e informações sobre inscrição, documentação e prazos estão disponíveis para consulta no edital da EPC.

Novo Portal EPC

Junto com o Edital da Virada Digital 2019, a EPC lança o seu portal online, consolidando-se como empresa de comunicação pública em Pernambuco que oferece conteúdo e serviços voltados à inclusão social, democracia e formação crítica. “Com o Portal EPC – o primeiro portal de comunicação pública do Estado – a Empresa Pernambuco de Comunicação, para além da gestão da TVPE, passa a articular produtores de conteúdo de comunicação pública, comunitária e independente em todo o Estado num mesmo endereço”, explicou Felipe Peres, diretor vice-presidente da EPC. O novo portal pode ser acessado aqui: portalepc.com.br.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.