BLUENET - PROVEDOR DE INTERNET

DESTAQUES DO BLOG

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

GARANHUNS / Ministério Público ingressa com ação civil pública para declarar a nulidade de lei que altera plano diretor. Prefeitura e Construtora são questionadas



11/12/2018 - O Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPPE), através das 1ª Promotoria de Justiça de Defesa da Garanhuns ingressou com ação civil pública (ACP) na Vara da Fazenda Pública da Comarca do município, nesta segunda-feira (10), contra o município de Garanhuns; o prefeito Izaías Régis Neto; a Câmara Municipal de Garanhuns; e a construtora Viana e Moura Construções SA. A ação tem como objetivo a adoção das providências necessárias para a nulidade da Lei nº 4.505/2018, que propõe alteração do Plano Diretor do município, bem como todos os atos que venham a ser praticados sob seu amparo (PJe 5656-94.2018.8.17.2640).

Segundo o Estatuto da Cidade (Lei Federal nº. 10.257/2001), o processo de elaboração ou de revisão do Plano Diretor e legislação correspondente deve ocorrer com a ampla participação popular. No entanto, conforme reunião promovida pela Promotoria, no dia 3 de dezembro, a comunidade da região afetada informou que tanto no âmbito do Executivo quanto do Legislativo municipal, o projeto não foi submetido à consulta da população e sequer foi disponibilizada a realização de audiências públicas.

“A referida Lei padece de nulidade formal, em decorrência de vícios insanáveis na sua tramitação, pois viola os princípios da publicidade e da transparência e, também, o princípio participativo, que orienta o Plano Diretor, suas alterações e revisões. A Lei nº 4.505/2018 altera o Plano Diretor do Município de Garanhuns, ampliando a zona urbana e reconfigurando o zoneamento, sem, contudo, as necessárias e antecipadas discussões com a sociedade civil e consulta a órgão fundamental na área: o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Codema)”, descreveu o texto da ação civil pública, elaborado pelo promotor de Justiça Domingos Sávio Agra.

O MPPE, então, ingressou com ACP, requerendo liminarmente, que o município de Garanhuns e seu prefeito se abstenham de aprovar ou efetuar o parcelamento do solo urbano, sob qualquer modalidade, bem como conceder alvarás de funcionamento e construção. A ação também requer que seja determinado à construtora demandada a paralisação de quaisquer procedimentos de desmembramento, loteamento ou edificação amparados na Lei Municipal nº 4505/2018, ora impugnada. Em caso de descumprimento, será cobrada multa diária do valor de R$ 10 mil reais para cada um dos referidos demandados, em favor do fundo municipal do meio ambiente.

“Não se nega a relevância da construção de moradias no Município de Garanhuns, em face do déficit habitacional. Todavia, a questão da moradia há de ser resolvida de forma compatível com as normas do planejamento urbanístico, da participação popular e da proteção do meio ambiente, do contrário, as condições de moradia e de vida da população tendem a se agravar”, destacou o promotor Domingos Sávio no documento.

Em Brasília, Reitor da UPE cumpre agenda com instituições representativas de universidades brasileiras



O Reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), Prof. Pedro Falcão, está em Brasília, onde participou nesta terça-feira (11) da última reunião administrativa da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem), que congrega instituições de ensino superior de todo o país. No encontro, a avaliação do 63º Fórum Nacional de Reitores, realizado em Campo Grande/MS, preparação do 64º Fórum Nacional de Reitores, que acontecerá em Caldas Novas/GO e organização da viagem internacional dos reitores associados no próximo ano. A reunião foi presidida pelo reitor Dr. Haroldo Reimer (UEG).

Prof. Pedro Falcão também participou da 305ª Reunião dos Conselhos Deliberativo e Fiscal do CRUB - Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras, que aconteceu na sede da entidade, no Edifício Via Universitas, também em Brasília, presidida pelo reitor Dr. Benedito Guimarães Aguiar Neto. 

Prof. Pedro Falcão tem aproveitado as instâncias acadêmicas para ampliar parcerias, dentro e fora do Brasil, em um processo de consolidação da imagem no país e internacionalização da Universidade de Todos os Pernambucanos.

Fernando Rodolfo traz Ministro dos Transportes a Garanhuns


fotos: Hilton Marques

O Ministro dos Transportes, Valter Casimiro, esteve em Garanhuns e Caruaru, nesta terça-feira (11), a convite do deputado federal eleito Fernando Rodolfo (PHS), para anunciar a construção de passarelas. A de Garanhuns atenderá um pedido antigo do bairro Manoel Xéu, e será por sobre a BR-424, onde as autoridades conversaram com moradores e receberam lideranças políticas do município.

Uma solenidade nos mesmos moldes de Garanhuns também aconteceu em Caruaru, onde Casimiro chegou pela manhã. A visita estava marcada para a semana passada, conforme anunciamos aqui, mas foi adiada devido a agenda do ministro.

Rodolfo tem estado frequentemente nos eventos dos dois municípios, já fez visitas protocolares aos prefeitos Izaías Régis e Raquel Lyra, para colocar seu mandato a serviço dos municípios. Tem aproveitado este período antes de tomar posse para ampliar seus grupos políticos em ambas as cidades. Recentemente mudou seu domicílio eleitoral de Garanhuns para Caruaru, que se tornou seu principal colégio eleitoral, com cerca de 30 mil votos, mas sem deixar de participar ativamente dos eventos em sua cidade natal, aliás, vários outdoors do deputado eleito lembram que o município volta a ter representatividade em Brasília depois de 28 anos.

Fernando Rodolfo deve fazer oposição a Paulo Câmara e ser aliado do presidente Bolsonaro, mas quanto ao governo do estado, Rodolfo dá mostras de estar aberto ao diálogo. Na solenidade de diplomação, um aperto de mão entre ele e Paulo repercutiu em blogs políticos do estado.

Passou a época de oposição raivosa, e Garanhuns só tem a ganhar com a vontade que Rodolfo vem demonstrando em mostrar resultados imediatos.

JOSÉ MÚCIO E ANA ARRAES / Pernambucanos assumem comando do Tribunal de Contas da União

Governador Paulo Câmara prestigiou solenidade, em Brasília, que empossou os dois pernambucanos na Presidência e Vice-presidência, respectivamente, do órgão de controle



O governador Paulo Câmara e a primeira-dama Ana Luiza participaram, nesta terça-feira (11/12), da Sessão Extraordinária de Posse dos ministros José Múcio Monteiro, no cargo de presidente, e Ana Arraes, no cargo de vice-presidente, do Tribunal de Contas da União (TCU). Conforme o regimento do órgão de controle, os dois mandatos têm a duração de um ano, com possibilidade de reeleição por igual período. A solenidade, que ocorreu no edifício-sede do TCU, em Brasília, reuniu autoridades e personalidades importantes da sociedade brasileira. 

"A posse de José Múcio na presidência do Tribunal de Contas da União e de Ana Arraes na vice-presidência é motivo de alegria e orgulho para Pernambuco. São duas grandes figuras públicas, que vão honrar o nosso Estado, atuando com correção, transparência e espírito republicano em defesa da boa aplicação dos recursos públicos", destacou o governador Paulo Câmara.

José Múcio acumula experiências no Legislativo, com cinco mandatos na Câmara Federal, e no Executivo, tendo comandado o Ministério de Relações Institucionais da Presidência da República no segundo governo Luiz Inácio Lula da Silva, e governado o município de Rio Formoso, na Mata Sul. Ele está no TCU desde 2009. Ana Arraes é filha do ex-governador Miguel Arraes e mãe do ex-governador Eduardo Campos. Ana teve duas passagens pela Câmara Federal, onde exerceu mandato até 2011, quando ingressou no TCU. 

UPAE Garanhuns conta com nova equipe de Prevenção de Acidentes




A coordenadora de enfermagem, Tayana Guerra, deu posse aos novos membros da CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – da UPAE Garanhuns, para a gestão 2018/2019. Todos os funcionários com vínculo com o IMIP Hospitalar, lotados na UPAE Garanhuns, puderam se inscrever e participar da escolha. A UPAE Garanhuns conta também com a técnica Nathália Monteiro, responsável pelo Setor de Segurança de Trabalho, que apresentou a nova formação da CIPA. 

Tayana Guerra, no encontro com a nova comissão, afirmou que a CIPA cumpre uma função imprescindível para a proteção das equipes de trabalho. "Parabenizamos a todos os envolvidos na eleição, e renovamos a parceria entre a gestão da unidade e a comissão, para melhor atender nossos colaboradores." - Afirmou a coordenadora.

Conforme a legislação, a CIPA conta com 14 integrantes, sendo sete eleitos pelos funcionários e sete indicados pela coordenação. Confira a nova formação:

Edvaldo Xavier de Lima (presidente) 
Breno Henriques de Souza Farias (vice presidente) 
Wellington Jorge Vasconcelos Burgos
Jefferson Rodrigo Ferreira Ferro
André Ferreira dos Santos 
Camila Barros de Moraes 
Cleiton Oliveira de Albuquerque 
Admagno Ramos Gama 
Jonas Monteiro de Araújo
Ana Cléa França Santos 
Dávila de Souza Santos Soares 
Carmem Daiane Góis de Macedo 
Simone da Silva Pimentel 
José Alexsandro da Silva Pereira

BOLSONARO DIZ QUE GOVERNARÁ SEM DISTINÇÃO / Jornal do Commercio


Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.