governo do estado

sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Combate à pobreza menstrual: Secretaria da Mulher arrecada absorventes íntimos em Garanhuns


A Secretaria da Mulher (SecMulher), inicia na cidade a campanha de arrecadação de absorventes íntimos para mulheres em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa surgiu a partir da ideia de um grupo de estudantes do curso de medicina da Universidade de Pernambuco – Multicampi Garanhuns. Após essa procura dos alunos, a pasta decidiu seguir com o projeto e estender a ação para outros pontos da cidade.

De acordo com a estudante Maria Abath Campos, aluna agora do 3º período do curso de medicina, através da disciplina “curricularização da extensão”, grupos trabalharam projetos para a sociedade com promoções em saúde. “Meu grupo, composto por 11 alunos, fazia parte do tema ‘Saúde da Mulher’. Tivemos a ideia de ir atrás de mulheres em situações vulneráveis e, ao pensar nas possibilidades dentro dessa área, discutimos a pobreza menstrual. Encontramos o trabalho da Secretaria e a partir de uma conversa importantes, ações serão concretizadas na cidade. Motivo de grande alegria para nós enquanto estudantes de medicina”, comentou.

Além da sede da pasta, outros locais poderão disponibilizar seus espaços para o recebimento das doações: “Estamos indo em busca de parceiros para deixar as caixas que receberão os absorventes, a exemplo de supermercados, e contamos com a ajuda da população. A intenção é que este seja um trabalho contínuo da Secretaria e os itens sejam logo depois distribuídos entre as mulheres que enfrentam o problema da pobreza menstrual”, destaca a secretária Betânia Monteiro.

As mulheres em situação de vulnerabilidade devem procurar a sede da SecMulher - na Rua Simoa Gomes, nº 16, Heliópolis -, onde será feito o primeiro atendimento. Posteriormente será organizada uma agenda de acordo com a quantidade de absorventes doados e o número de mulheres cadastradas para que seja preparada, assim, a distribuição. Já os interessados em disponibilizar o espaço para receber as caixas de arrecadação, devem entrar em contato com a Secretaria pelo telefone (87) 3762-9115.

GARANHUNS: Acesso a prédios públicos do município, somente comprovando vacinação contra Covid-19 atualizada

 



Foi publicado no Diário Oficial da AMUPE em Edição Extraordinária, o Decreto Municipal 004/2022, que estabelece a obrigatoriedade da comprovação de vacinação contra a COVID-19, para ingresso e permanência no interior dos órgãos e entidades da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo do Município de Garanhuns.

A decisão da administração municipal está em acordo com ordenamento estadual durante a Pandemia da COVID-19. A comprovação de vacinação poderá ser feita apresentando Comprovante de Vacinação Oficial expedido pela plataforma do Sistema Único de Saúde (Conecte SUS) ou por outro meio comprobatório, como caderneta ou cartão de vacinação, emitido pela Secretaria Estadual de Saúde, pela Secretaria Municipal de Saúde ou por outro órgão governamental, nacional ou estrangeiro, com registro da aplicação das vacinas, conforme calendário estabelecido pela respectiva Secretaria Estadual da Saúde.

Pessoas que tenham até 54 anos de idade devem comprovar terem tomado duas doses, e aqueles com idade igual ou superior a 55 anos, devem comprovar também a dose de reforço.

As exigências somente não se aplicam àqueles que, por atestado médico ou que, nos termos do Plano Nacional de Operacionalização (PNO), não integrem, temporária ou permanentemente, grupo elegível para recebimento do imunizante, inclusive em razão da faixa etária.

O Decreto Municipal também determina a apresentação da carteira vacinal atualizada de todos os servidores da administração, sejam efetivos, comissionados ou contratados.

Elza Soares ganhará despedida pública no Rio




A cantora Elza Soares, que morreu ontem aos 91 anos, receberá uma despedida pública no Theatro Municipal do Rio. Fãs poderão dar adeus à artista no velório, das 10h às 14h. A morte de Elza, de causas naturais em sua casa, foi lamentada por personalidades das artes e da política , que renderam homenagens por sua trajetória. A imprensa internacional destacou Elza como uma cantora “mítica” e “ícone da música brasileira”.

Memória: nascida na favela carioca de Moça Bonita, Elza foi mãe pela primeira vez aos 13 anos, aos 15 já tinha passado pela perda de um filho e aos 21 era viúva. Gravou o primeiro disco em 1959 e teve, em seu longo repertório, canções contestadoras e antirracistas. “É a minha raça que estou vendo ser destruída, é preciso dar um grito de basta”, disse em entrevista ao GLOBO em 2020, às vésperas de completar 90 anos.

Especial: “Elza foi a voz rouca e suingada de um Brasil que deu certo”, afirma Hugo Sukman, em artigo. Há um ano, Chico Buarque e Caetano Veloso escreveram textos inéditos em homenagem a Elza Soares.

Garanhuns amplia grupos de vacinação infantil contra a Covid-19

 


Garanhuns vai iniciar a vacinação contra a Covid-19 das crianças de 5 a 11 anos com comorbidades e deficiência permanente, conforme indicação do Ministério da Saúde, por meio do Plano Nacional de Operacionalização (PNO). A vacinação por faixa etária das crianças vai acontecer de forma decrescente, iniciando por aquelas com 11 anos de idade completos. O cadastro do público está disponível na Plataforma Vem Vacina Garanhuns (vemvacinagaranhuns.site).

Nesta etapa, outras comorbidades estão elencadas, tais como diabetes, obesidade e doença falciforme. A lista completa consta em nota técnica da Secretaria Estadual de Saúde (SES/PE), disponível na Plataforma Vem Vacina. No momento da vacinação deverá ser apresentado o modelo de laudo médico disponibilizado pela Secretaria de Saúde.

Para as crianças com deficiência permanente, é necessário apresentar cópia física de documento comprobatório, podendo ser um destes: laudo médico; carteiras de pessoa com deficiência, cartões de gratuidade no transporte público que indiquem a condição; documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência.

É importante destacar que no momento da vacinação a criança deve estar acompanhada dos pais ou responsável legal (no caso de responsável legal, esta condição de tutela deve ser comprovada através de documento emitido em cartório. Os pais ou responsáveis devem apresentar no ato da vacinação documento de identificação oficial com foto e um comprovante de residência nominal. Além disso, será necessário a certidão de nascimento ou RG, e o cartão SUS da criança.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.