DR. ELENÍLSON LIBERATO

DESTAQUES DO BLOG

sábado, 17 de agosto de 2019

Transexual realiza o sonho de casar em Garanhuns




Na solenidade de casamento coletivo promovida pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) com apoio de diversas instituições em Garanhuns, nesta sexta-feira (16), um casal chamou a atenção, era Renata Síndica, como é conhecida, a síndica do Residencial Manoel Camelo, e o noivo, Vítor. O casal já tem 25 anos de união estável, mas faltava o sonho do casamento civil.

Renata e Vítor consideram o casamento um reconhecimento, uma oficialização perante a justiça e à sociedade de uma união que deu certo.

Em um mundo atual onde as pessoas têm destilado ódio nas redes sociais, acreditamos que cada um tem a liberdade de ser feliz com quem quiser. Imagino a felicidade de Renata de conquistar um sonho, onde para muita gente parece tão simples ou não dá valor, para ela foi a realização de sua vida, e esperava há 25 anos.

Foram 37 casamentos, e a todos desejamos votos de muita felicidade.

Quer saber mais? Clique aqui.

Casamento comunitário realiza o sonho de casais garanhuenses. CONFIRA!

Ação fez parte de série de atividades sociais promovidas pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) em parceria com a Prefeitura de Garanhuns e diversos apoiadores



A cerimônia de casamento comunitário de cerca de 40 casais de Garanhuns culminou a série de ações promovidas durante a semana pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), vinculado ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), em parceria com a Prefeitura de Garanhuns e diversos apoiadores. A troca de alianças ocorreu no final da tarde desta sexta-feira (16), na quadra na Escola Municipal Padre Agobar Valença, e reuniu os noivos, padrinhos e familiares, além dos organizadores do evento.

Os casais beneficiados passaram por diversas preparações desde o início do mês de agosto, com oficinas de orientações sobre “Planejamento financeiro, emprego e renda” e “Educação e conflitos”, promovidas pela Universidade Tiradentes (Unit); e a palestra “Banalização da violência doméstica e familiar: somos todos responsáveis”, ministrada pela Secretaria de Mulher. Durante a manhã de hoje, as noivas também tiveram a oportunidade de receber um momento de beleza para o casamento, proporcionado pelas secretarias de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH) e Secretaria da Mulher.

O casal Margarida Lopes da Silva e José Janio Alves Melo está junto há dois anos e comemorou a união. “É uma emoção muito grande, eu achei maravilhosa essa parceria de todos para realizar o casamento comunitário, porque muitas pessoas não tem a condição e esse evento ajudou. Eu me senti nas nuvens durante o casório”, contou a noiva.

A juíza de direito Maria Betânia agradeceu o apoio das instituições envolvidas. “Essas ações aconteceram em decorrência do viés da cidadania e foram direcionadas à comunidade, no intuito de ajudar cada pessoa que participou dela. Estamos com mais projetos que serão divulgados em breve”, comentou. 

O Cejusc também promoveu uma grande ação social na última quarta-feira (14), na Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (Aesga), com serviços de saúde, assistência, orientação curricular, recreação infantil e atividades diversas. Ontem (15), foi promovida uma pauta concentrada com 40 procedimentos pré-processuais, com o intuito de solucionar questões através de mediação e conciliação.

Apoiadores — O projeto é organizado pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, em parceria com o Governo Municipal, por meio das Secretarias de Saúde, Assistência Social e Direitos Humanos, Mulher, Comunicação Social, Aesga — por meio do Núcleo de Práticas Jurídicas, Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT), Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais da Primeira Zona Judiciária de Garanhuns, Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais da Segunda Zona Judiciária de Garanhuns, Unopar, Sesc/Garanhuns, Unit, WM Formaturas, Rotary Club Garanhuns, Lions Club Cidade das Flores e Corpo de Bombeiros. Os eventos também recebem o apoio da Casa das Três Marias, Biblioteca Casa da Gente, Ordem de Advogados do Brasil (OAB) Garanhuns, Vértice Imobiliária, Formular, 71º Batalhão de Polícia Motorizada, 9º Batalhão de Polícia Militar, Água Serra Branca, Biblioteca Casa da Gente, Valdene Bolos de Festa, Coryfest Buffet, Recepções e Eventos, Centro de Estética e Beleza, Sobral Calçados, Iza Calçados, Sapataria Sao Geraldo, Casual Modas, Extravagance, Karla Cabelos, Chic Básico, Casa das Balas, Luciano DJ, Marcello Fotografia, Samara Costa Make Hair, Adelux, Marly Pimentel, Senac/Garanhuns, Ótica Diniz e Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) Garanhuns.

Paróquia da COHAB II convida para encerramento da Semana Nacional da Família



A Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, juntamente com a Pastoral Familiar e demais Pastorais, convidam você e sua família para o encerramento da Semana Nacional da Família que se realizar-se-á no dia 18/08, na quadra do Colégio Santa Joana d’Arc, com a seguinte programação:

15:00 - Palestra com o tema, Família como vai?
16:00 - Adoração e benção do Santíssimo Sacramento.
16:30 - Missa com Oração por Cura e Libertação e pela santificação das famílias.

Venha participar desse momento de benção e graças em nossa comunidade paroquial. A Sagrada Família espera por vc.

Apoio da professora Maria Almeida, do Colégio Santa Joana D'Arc.

DEPUTADO ALERTA SOBRE O RISCO DA REVOGAÇÃO DE DIREITOS DOS TRABALHADORES BRASILEIROS

GOVERNO
José Queiroz afirma que quebra direitos pelo Governo compromete o futuro do trabalhador brasileiro 

“Hoje nós temos 13 milhões de desempregados e esta semana foi feita uma demonstração inequívoca de como nós estamos com o país em passos de retrocesso. Foi demonstrado ainda que temos outros 13 milhões e duzentos mil brasileiros ganhando abaixo de duzentos reais, ou seja, vivem na miséria. Observem como é grave a situação do Brasil, de modo que precisamos lutar muito”, frisou o deputado estadual José Queiroz (PDT), na manhã da última quinta-feira (15), na Tribuna da Plenária da Alepe, numa contundente avaliação da aprovação da MP Medida Provisória (MP) nº 881/2019, que institui a chamada Declaração de Direitos de Liberdade Econômica. Manifestando o posicionamento de seu partido, o parlamentar apontou que o texto, aprovado na quarta (14), na Câmara dos Deputados, em Brasília, poderia ser uma reforma consensual de liberdade econômica, aperfeiçoando a desburocratização da atividade. Porém, o que foi aprovado, em sua avaliação é bastante preocupante uma vez que retira direitos permanentes dos trabalhadores, como a de remuneração extra pelo trabalho aos domingos.

“Aprovaram absurdos contra o trabalhador numa luta incansável, que presenciei pela TV Câmara, dos sete partidos de oposição para que não tomassem o domingo do trabalhador, especialmente do comerciário. As grandes vitimas serão aquelas atividades de que hoje se exige que chegue antes das oito da manhã e saia depois das 18h. E ainda assim no domingo podem trabalhar sem remuneração”, destacou indignado. Para o parlamentar, este é um sinal claro de retrocesso total, uma escalada de revogação de direitos trabalhistas e um abuso absoluto dos direitos dos trabalhadores, que agride a consciência nacional. O triste balanço dos acontecimentos políticos mostra que todas as lutas, avanços e conquistas dos trabalhadores, consolidadas em legislação ao longo de mais de dois séculos, vem sendo lamentavelmente comprometidas por um governo de Direita, que não está comprometido com o povo brasileiro.

“Que direito é esse que vão oferecer o quarto domingo sem trabalhar?”, questionou Queiroz, completando que “este já é um direito do trabalhador. Por isso, é triste e melancólico o que aconteceu na quarta na Câmara Federal, uma luta foi travada, inclusive pelo deputado Wolney Queiroz, que foi veemente e firme nas votações da Câmara Federal. Mas, assistimos a repetição das votações na Câmara Federal, obedientes ao presidente da república sem o menor sentimento com os trabalhadores e com o povo, que ele vive zombando”. De acordo com o deputado pedetista, essa jornada começou com a reforma trabalhista de Temer prometendo a criação de milhares de empregos, que não aconteceu. Teve sequência com com a reforma previdenciária que foi um assalto aos trabalhadores que, em sua opinião, só vão saber do prejuízo quando forem buscar a aposentadoria: “83% dos trabalhadores brasileiros serão atingidos violentamente pela reforma da previdência”. Agora, tem sequência com uma série de inconsequências de um gestor que não está trazendo ações positivas para o país. 

Um exemplo citado por José Queiroz foi o recente afrontamento do presidente frente a eleição presidencial da Argentina, que comprova a necessidade de parar o avanço das ações contra os direitos, fora os absurdos cometidos pelo Governo. “Já imagino como será a nossa luta para de novo desmantelar essa escalada da direita que revogou direitos trabalhistas permanentes. Não será fácil desmanchar essa ação da Direita e tem que ser com coragem, determinação e destemor. Precisamos fazer como fizemos agora na Marcha das Margaridas e com os trabalhadores da educação. Precisamos ter consciência que com a nossa força é possível estabelecer essa parada. Por isso, convoco nossos companheiros para que continuemos firmes na luta para evitar que mais retrocessos sejam estabelecidos nesse país”, clamou.

BLUENET PROVEDOR DE INTERNET

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.