PE CONTRA O CORONAVÍRUS

sexta-feira, 8 de maio de 2020

MUNICÍPIOS DO AGRESTE COM MAIOR ISOLAMENTO SOCIAL

Brejão liderou no estado!
Dados relativos a 07 de Maio de 2020



Os 10 municípios da região com maior taxa de isolamento social, segundo MPPE, utilizando dados de localização por telefonia celular. Estes números são atualizados diariamente, abaixo relativo a 07 de maio.

Levando em conta a abrangência da V GERES, com 21 municípios.

1. Brejão 54,4% (01° colocado no estado)
2. Capoeiras 45,% (46°)
3. Iati 44,8% (49°)
4. Caetés 44,3% (68°)
5. São João 44,2% (71°)
6. Terezinha 43,8% (75°)
7. Saloá 43,3% (83°)
8. Jucati 42,9% (94°)
9. Jupi 42,9% (95°)
10. Paranatama 42,0% (115°)

Garanhuns 41,8% (117°)

Confira os outros dias.. Clique abaixo

MUNICÍPIOS DA REGIÃO COM MAIOR ÍNDICE DE ISOLAMENTO SOCIAL


*BRC.blog.br*

Pernambuco já investiu R$ 411 milhões e abriu 431 novos leitos de UTIS em apenas dois meses

Governo do Estado faz balanço das ações de enfrentamento à pandemia



Passados quase dois meses dos primeiros registros de casos de Covid-19 no Estado, o governador Paulo Câmara fez um novo pronunciamento elencando ações e investimentos aplicados no combate à pandemia em Pernambuco. Até o momento, os dados indicam que os gastos totais na Saúde já atingiram a marca de R$ 411 milhões em recursos próprios.

“Esse valor é três vezes maior do que o montante enviado pelo Governo Federal, que foi de R$ 130 milhões”, disse o governador Paulo Câmara. A estimativa governamental é de que os investimentos para a Saúde em Pernambuco atinjam, até o final do ano, a cifra de R$ 950 milhões. 

Esses investimentos do Estado possibilitaram a abertura de 431 novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva – UTIs em todas as regiões. O apoio federal, repassado através do Ministério da Saúde, permitiu a transferência de equipamentos suficientes para abrir 40 leitos.

CUIDADOS – Nesse período, o Governo do Estado criou e implantou a plataforma de assistência médica online Atende em Casa. O aplicativo já está em pleno funcionamento em 20 municípios pernambucanos e possibilitou a realização de nove milhões de consultas à distância, contribuindo com a diminuição da demanda nas unidades de saúde.

Outra ação importante foi instalação dos Pontos de Cuidado, que realiza um intenso trabalho de apoio e assistência para as pessoas em situação de rua. Localizados nas cidades do Recife e Paulista, os Pontos de Cuidado oferecem acesso à alimentação e disponibilizam kits de higiene e banhos para a população carente.

O governador Paulo Câmara elencou outras medidas tomadas para reduzir os impactos econômicos junto a diferentes setores, como a isenção da conta de água para a população de baixa renda. Ele também falou sobre a ação Artesanato Solidário, que vai apoiar os artesãos cadastrados que possuem produtos disponíveis nas lojas do Centro de Artesanato de Pernambuco e dependem financeiramente dessa comercialização. Mais de mil artesãos serão contemplados com os valores correspondentes à média de vendas. Essas peças serão doadas para instituições de caridade.

Paulo Câmara destacou que Pernambuco foi considerado o estado com a comunicação mais transparente do Brasil pela quinta vez consecutiva. Ele lembrou que o Governo do Estado mantém uma equipe técnica com epidemiologistas, sanitaristas, especialistas da Saúde e de outras áreas, analisando os dados colhidos sobre essa epidemia nos últimos 60 dias. Essas informações técnicas servirão de base para orientar as ações de Governo.

O governador destacou que, diariamente, a situação é monitorada pelo Gabinete de Enfrentamento à Covid-19, que funciona em regime de prontidão 24 horas. “Cada pernambucano e cada pernambucana tem o papel fundamental a cumprir nesse momento. Precisamos aumentar o isolamento social, ele é fundamental para salvar vidas. Fique em casa por você, por sua família, pelo próximo e por todos nós”, finalizou.

Feitosa, o vira-casacas - Por Evaldo Costa

Evaldo Costa

"A coisa mais feia que existe em política é a pessoa não ter lado. Isso vale para tudo na vida. Dizem que amigo de verdade é que aquele que entra na briga e depois vai perguntar como foi que começou.

No futebol, imagine um torcedor do Santa Cruz que no ano que vem passe a torcer pelo Náutico ou pelo Sport, caso alguns desses dois estejam em primeiro lugar na tabela.

Pois é… Nós sabemos o nome que a isso se dá.

Por mais que alguns desconheçam, a ética tem que estar presente na política. E o oportunismo não faz parte dela. Quem pula de barco em barco em busca de pequenas vantagens no meio da política crava a marca do oportunismo na testa. É o que, infelizmente, vemos hoje ao olhar a face do deputado Alberto Feitosa.

Feitosa elegeu-se deputado como representante da Polícia Militar. Hoje nem fala mais nesse assunto. De policial, não lhe resta mais nada. E seus antigos companheiros descobriram que lhe serviram apenas de trampolim para que ele se transformasse num político profissional.

Não faz tempo, Feitosa Vivia colado nas lideranças do PSB. Aproximou-se de Eduardo Campos. Chamou de líder o prefeito Geraldo Julio. Foi secretário dos dois um dia desses. Do nada, virou o maior dos oposicionistas. Fazendo críticas violentas contra quem há pouco tempo só tinha elogio

É claro que Feitosa tem direito a ser candidato a prefeito ou seja lá ao que for. É evidente que pode mudar de lado quantas vezes que quiser, falar mal de quem elogiava e cuspir na mão que tantas vezes o alimentou.

O que ele não pode é achar que isso vai lhe render confiança, credibilidade e reconhecimento da sociedade. Feitosa escolheu a política pequena e seu destino não será outro senão crescer pra baixo como rabo de cavalo.

Os bolsonaristas que não se enganem. Trata-se apenas de mais um entre tantos que tentam surfar esta onda por objetivos meramente eleitorais. Mais à frente vai traí-los também."

Evaldo Costa é jornalista, preserva os amigos de infância nunca mudou de partido nem de time
Ex-Secretário de Imprensa de Pernambuco

Ouvidoria do Estado recebe quase 1.500 manifestações sobre a Covid-19 em dois meses



A Ouvidoria-Geral do Estado (OGE) registrou, entre março e abril, quase 1.500 manifestações relacionadas ao novo coronavírus. De acordo com levantamento realizado pela Coordenação da Rede de Ouvidorias do Poder Executivo, esse número representa perto de 10% do total de manifestações recebidas nesse período, que somou 15.753. Fazendo um recorde dos meses, as demandas praticamente dobraram, passando de 490 em março para 965 no mês seguinte. Em termos percentuais, o total de manifestações referentes à Covid-19 subiu de 5% para 16% do total de contatos recebidos pela rede.

Os assuntos mais procurados pela população foram informações gerais sobre a doença e sobre as ações do Governo do Estado no combate à pandemia (45%), dúvidas sobre o auxílio emergencial do Governo Federal (14%), cartão-alimentação destinado aos estudantes da rede estadual de ensino (5%) e seguro-desemprego (4%).

Para a secretária da Controladoria-Geral do Estado e Ouvidoria-Geral, Érika Lacet, esses números são bastante expressivos, uma vez que refletem a necessidade da população de buscar informações em fontes confiáveis. “Num momento em que existem tantas fake news circulando, as pessoas sabem que podem ter uma resposta séria e precisa da gestão estadual. E o governador Paulo Câmara já determinou que esse trabalho de atendimento ao cidadão nos casos relacionados à Covid-19 é sempre uma prioridade”, destacou.

ORIENTAÇÕES GERAIS - Com o objetivo de agilizar o atendimento das manifestações relacionadas ao novo coronavírus, a OGE recomenda que as demandas sejam realizadas diretamente por meio dos telefones 190, da Secretaria de Defesa Social (SDS), e 136, do Ministério da Saúde. No primeiro número, devem ser comunicadas apenas as situações que precisam de atuação policial. Já no outro, chamado de Disque Saúde, é possível receber informações gerais sobre a doença.

Para os demais assuntos, a OGE, vinculada à Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE), orienta que os cidadãos utilizem as plataformas online disponibilizadas pela Rede Estadual de Ouvidorias: o site (www.ouvidoria.pe.gov.br) ou o e-mail (ouvidoria@ouvidoria.pe.gov.br). Também é possível ser atendido pelo número 162 (ligação gratuita de telefone fixo e celular), que está funcionando das 10h às 16h, de segunda a sexta-feira.

Dentro das ações de enfrentamento ao novo coronavírus, a Ouvidoria-Geral do Estado informa que foram suspensos temporariamente os atendimentos presenciais.

Governo de Pernambuco solicita envio de respiradores ao Ministério da Saúde

Equipamentos são importantes para garantir a abertura de novos leitos de UTI no Estado e reforças salas de estabilização nas UPAs



Em ofício encaminhado na tarde desta quinta-feira (07.05) ao Ministro da Saúde, Nelson Teich, o governador Paulo Câmara solicitou o envio imediato de 100 ventiladores mecânicos para implantar mais 60 leitos de UTI na rede estadual de Saúde, além de reforçar as salas de estabilização das 15 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estaduais.

“Pernambuco foi um dos primeiros Estados do Brasil a adotar medidas mais rigorosas de isolamento social, que contaram com a adesão de parte importante da população pernambucana. Isso nos deu tempo para estruturar a rede de saúde e, em 45 dias, abrimos mais de 900 leitos voltados exclusivamente para os pacientes suspeitos da Covid-19, sendo 467 de UTI. No entanto, a taxa de avanço do vírus tem se ampliado de forma significativa e gerado um impacto crescente nos sistemas público e privado de saúde. Atualmente, mais de 200 pacientes estão nas UPAs estaduais sendo assistidos com suporte de oxigênio e/ou ventilação mecânica, mas aguardando uma vaga de UTI”, destacou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

O maior impeditivo atual para ampliação dos leitos de UTI é a indisponibilidade de ventiladores mecânicos no mercado. Apesar de já ter adquirido 525 unidades em diversos fornecedores nacionais e internacionais, os prazos de entrega têm sido continuamente postergados. No último sábado, o Governo do Estado recebeu uma remessa de 30 dos 65 respiradores já anteriormente solicitados pelo governador Paulo Câmara ao Ministério da Saúde.

Nas últimas semanas, a rede de saúde observou um aumento de mais de 400% nas internações de casos suspeitos da Covid-19. No entanto, todos os pacientes que estão aguardando, momentaneamente, a transferência para centros de referência, estão sendo assistidos em unidades de saúde que contam com estrutura de salas de estabilização, pontos de oxigênio e respiradores. “Pernambuco já possuía, antes da pandemia, uma das maiores redes de saúde sob gestão estadual do país. E todos os hospitais e UPAs continuam atuando com suas emergências abertas, com foco no atendimento inicial e estabilização de pacientes graves. Todos esses serviços são equipados com respiradores e fontes de oxigênio para os casos que necessitam de uma assistência mais especializada”, ressaltou André Longo.

Levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado na plataforma covid19.ibge.gov.br, aponta que, em 2019, no Norte e Nordeste, apenas Pernambuco contava com mais de 50 respiradores para cada 100 mil habitantes – taxa só atingida por outros Estados do Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Com um total de 2.736 respiradores, sendo 2.112 (77%) no SUS, o Estado ocupa a 9ª posição na proporção entre respiradores para a população no País.

O QUE TE FALTA? - Por Rodrigo Freitas



Prof. Rodrigo Freitas
O QUE TE FALTA?! 

"O que te falta para entender que, a história humana é repetitiva, e que velhos males do passado voltam para assombrar o presente e ameaçar o futuro? 

O que te falta para refletir que, aquilo que fez sofrer, chorar, humilhar e matar não é algo bom e que sua volta do passado trará novas formas de sofrimento, de dor, de humilhação e morte? 

O que te falta para acreditar que, tirar do poder um político eleito não pelo voto mas pela força, usando como instrumentos cassetetes, canos de fuzis, pistolas e tanques não é um movimento ou revolução, mas um golpe que matou a liberdade e a democracia? 

O que te falta para analisar que, a defesa do medo, da opressão, da violência e do fuzilamento de pessoas por alguém não representa o significado de Deus e do Seu amor, misericórdia, acolhimento e perdão? 

O que te falta para ouvir o clamor daqueles que são excluídos, do pobre que ainda vive e morre abandonado, do negro que ainda é escravizado, da mulher que ainda é ofendida e agredida e do homossexual que ainda luta para ser respeitado como cidadão? 

O que te falta para enxergar além dos olhos da ganância, egoísmo, antipatia e sede de poder, que é você quem permite e colabora para o caos que existe hoje neste estado de coisas? 

O que te falta para agir contra tudo aquilo que ofende a dignidade humana, independentemente de qualquer ideologia ou orientação política, quando as ações tem como objetivo coisificar o ser humano? 

O que te falta para defender os valores da justiça, liberdade, tolerância e respeito, que além de terem significados religiosos para além do cristianismo, representam os verdadeiros ideais democráticos, tanto da direita como da esquerda éticas? 

O que te falta para abraçar verdadeiramente, por pensamentos, palavras e atos, e não por omissões, um caminho que leve à preservação do Estado de Direito Democrático, que permite que você possa fazer tudo o que aqui se pergunta? 

Eis o que te falta... 

O que te falta é humanidade, pois as agruras que os outros passaram foram e continuam sendo ofensas à dignidade de todos, inclusive a sua. 

O que te falta é humildade em reconhecer que não é melhor e muito menos superior aos outros, pois teus desejos, paixões e vontades não são mais importantes ou melhores do que os dos demais, somos todos iguais em importância. 

O que te falta é perceber que, conceitos históricos básicos como movimento, revolução e golpe você não domina. Ao contario, os confunde e mistura, como se a violência e a morte fossem sinônimos de liberdade de voto e democracia. 

O que te falta é coerência entre suas palavras e ações, pois se você segue valores religiosos - em especial os valores cristãos - sabe muito bem que o amor de Deus é a exata medida oposta da defesa do medo, da opressão, da violência e do fuzilamento de pessoas. 

O que te falta é refletir sobre o valor do ser humano não como coisa, instrumento ou massa de manobra mas como fim em si mesmo e que o respeito que você quer, você tem que dar numa sociedade civilizada. 

O que te falta é se libertar do materialismo vazio e excludente - que só corrói a sociedade e afasta as pessoas - para passar a adotar uma consciência humana socialmente solidária e longe de tudo aquilo que possa oprimir o outro. 

O que te falta é iniciativa em querer promover uma verdadeira mudança social, que não importe em imposição de ideologia ou visão de mundo, a não ser a mais importante e básica ideologia de todas: o humanismo como tese de que o ser humano importa acima de tudo e igualmente a todos. 

O que te falta é vergonha em reconhecer que suas escolhas são antidemocráticas - conscientes ou não - e que o uso de uma capa amarela, vermelha ou laranja não exclui sua responsabilidade de lutar pelo que é certo sob a justificativa de que está seguindo ordens. 

O que te falta é escolher tudo aquilo que você acredita e que ao mesmo tempo luta contra, pois se a tua fala é ouvida, é porque o Direito e a Democracia te garantem isso e não o contrário. 

Bem, depois de tudo isso, de tudo o que foi falado, de tudo o que explicitado, refletindo sobre o que te falta, escolha.........................., é o que te falta!!!! 

Rodrigo Freitas
Professor Universitário"

Pernambuco recebe doação de EPIs da Província de Sichuan, na China

Entrega, que inclui 11,4 mil EPIs, foi feita ao governador Paulo Câmara pela Cônsul geral da China no Recife, Yan Yuqing



Ao lado do secretário estadual de Saúde, André Longo, e do secretário de Educação, Fred Amâncio, o governador Paulo Câmara recebeu, na manhã desta sexta-feira (08/05), doação de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) da Província Popular de Sichuan, localizada na China. A doação, entregue pela Cônsul geral da China no Recife, Yan Yuqing, inclui 10 mil máscaras cirúrgicas, 1,2 mil máscaras N95 e 200 macacões de proteção. 

O material, que já está sendo encaminhado para as unidades de saúde de Pernambuco, é uma contribuição do Governo da Província de Sichuan para os esforços do Governo do Estado de Pernambuco nas ações de combate à COVID-19. “Esse material vai efetivamente salvar vidas, reforçando a segurança dos profissionais de saúde que estão na linha de frente dos nossos hospitais”, agradeceu o governador Paulo Câmara.

EPIs - O Governo de Pernambuco, por meio da secretaria estadual de Saúde (SES-PE), tem monitorado permanentemente o abastecimento e os estoques de equipamentos de proteção individual (EPIs) das unidades da rede estadual de saúde e deflagrado ações para garantir a compra de itens de acordo com as especificações técnicas recomendadas pelos órgãos de controle, visando garantir a segurança do profissional de saúde e dos pacientes. 

Desde o início dos esforços comandados pelo Gabinete de Enfrentamento à Pandemia, já foram adquiridos e entregues às unidades da rede hospitalar mais de 16 milhões de unidades de EPIs e outros 20 milhões de unidades já foram compradas e aguardam entrega pelos fornecedores. É importante destacar que alguns desses tipos de EPI, como a máscara N95, conforme protocolos e orientações técnicas das autoridades sanitárias, só são indicados para profissionais que estão em contato direto com os pacientes suspeitos ou confirmados da Covid-19, em procedimentos com risco de geração de aerossol.

Fotos: Aluisio Moreira /SEI

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.