GOVERNO DO ESTADO

quinta-feira, 24 de junho de 2021

Testagem para diagnóstico da Covid-19 é ampliada em Garanhuns




Em mais uma ação de enfrentamento à Covid-19 no município, a Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Saúde, está ampliando a capacidade de testagem dos pacientes com sintomas da doença. A estratégia tem o intuito de promover um diagnóstico real do número de pessoas infectadas, por meio da confirmação e monitoramento dos casos positivos no município.

Desta forma, os testes também passam a ser realizados nas sete Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) da área rural do município, além das unidades que funcionam em horário estendido para pacientes sintomáticos. Nestas localidades, será utilizado o teste antígeno (SWAB rápido), onde a entrega do resultado é realizada em até 24 horas.

“Toda a equipe que será responsável pelos testes foi devidamente capacitada para coleta via nasofaringe. Esta ampliação partiu diretamente do prefeito Sivaldo Albino, que viabilizou a aquisição de mais testes. O que será de fundamental importância, evitando assim o deslocamento da população que reside na área rural e em outros bairros para fazer o teste no Centro de Atendimento e Testagem”, destaca a secretária municipal de Saúde, Catarina Tenório.

Unidades onde realizar o teste para diagnóstico da Covid-19 em Garanhuns:

De segunda a sexta-feira das 16h às 20h; e aos sábados, domingos e feriados das 08h às 13h.

  • UBS’s do Programa Saúde na Hora: Cohab II (3), Magano I, Indiano II, José Maria Dourado e Bela Vista I.

De segunda a sexta-feira das 08h às 14h.

UBS São Pedro
UBS Iratama
UBS’s Miracica I, II e III
UBS Sítio Jardim
UBS Estivas

Primeiras 62.250 doses da vacina da Janssen chegam a Pernambuco




Pernambuco recebeu, na manhã desta quinta-feira (24.06), novas vacinas contra a Covid-19. O lote chegou ao Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre às 11h13, trazendo, pela primeira vez, os imunizantes da Janssen, com 62.250 unidades, que serão aplicadas em dose única. Na mesma remessa também chegaram mais 117.800 vacinas da Coronavac/Butantan, que devem ser utilizadas para a primeira e segunda doses. Os novos insumos já foram entregues ao Programa Estadual de Imunização (PNI-PE), que conferiu a carga e iniciou a separação para envio às Gerências Regionais de Saúde (Geres), que já ocorre a partir da madrugada desta sexta-feira (25.06).

As doses recebidas da Coronavac/Butantan serão destinadas à imunização de guardas municipais, trabalhadores do transporte coletivo e população privada de liberdade. Os municípios, porém, também poderão dar seguimento à campanha em outros grupos ou por faixa etária, de acordo com a organização de cada um, já que muitas cidades já iniciaram a vacinação de alguns desses públicos.

“Recebemos lotes importantes para dar continuidade à campanha de vacinação da população pernambucana. Mas vale ressaltar que as vacinas estão sendo enviadas aos municípios para utilização em primeiras e segundas doses. Assim, é necessário que cada cidade se organize e preserve os quantitativos que serão destinados à segunda aplicação”, observou o governador Paulo Câmara.

O secretário estadual de Saúde, André Longo, reiterou a advertência, alertando que o município que usar todo o quantitativo da Coronavac/Butantan apenas como primeira dose irá gerar um déficit mais à frente. “Precisamos evitar que essa situação se repita. Os gestores devem manter uma organização e controle rígido de seus estoques para que a população possa completar seus esquemas vacinais”, acrescentou Longo.

Já as doses da vacina da Janssen, segundo o que foi acordado com os gestores municipais na Comissão Intergestores Bipartite (CIB), serão destinadas ao Recife, na Região Metropolitana, além de Caruaru e Garanhuns, no Agreste, e Arcoverde, Serra Talhada e Afogados da Ingazeira, no Sertão. O imunizante será distribuído da seguinte forma: Recife (31.125 doses), Caruaru (16.230 doses), Garanhuns (6.175), Arcoverde (3.555 doses), Afogados da Ingazeira (1.800 doses) e Serra Talhada (3.365 doses).

A superintendente de Imunizações da Secretaria de Saúde, Ana Catarina de Melo, afirmou que Pernambuco está recebendo metade do quantitativo da Janssen que havia sido pactuado inicialmente com o Ministério da Saúde. “Logo que cheguem mais doses enviadas pelo governo federal, iremos completar e finalizar a entrega das vacinas da Janssen, conforme pactuado inicialmente com esses seis municípios”, explicou. Como as doses da Janssen estão indo para essas seis maiores cidades, a superintendente ressaltou que todos os demais municípios do Estado serão recompensados com mais unidades da Pfizer para darem continuidade aos seus programas de imunização.

Com essas entregas, Pernambuco totaliza mais de 5 milhões de doses recebidas. Foram, especificamente, 5.172.510, sendo 2.141.960 da Coronavac/Butantan; 2.630.170 da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz; 338.130 da Pfizer/BioNTech; e 62.250 da Janssen.

Paulo Câmara reafirma compromisso de neutralizar emissões de gases de efeito estufa no Estado




O governador Paulo Câmara participou, nesta quinta-feira (24.06), do evento online “Diálogos sobre mudanças climáticas e biodiversidade”, promovido pela Delegação da União Europeia no Brasil, e reafirmou o compromisso de Pernambuco em neutralizar as emissões de gases de efeito estufa no seu território até 2050, apoiado em uma parceria com a União Europeia firmada em março deste ano. Com a iniciativa, o Estado se torna pioneiro no Nordeste na criação desse tipo de plano, que visa garantir o desenvolvimento sustentável, aliando emprego, renda, qualidade de vida, preservação ambiental e vantagens competitivas no mercado internacional.

“O desenvolvimento desse projeto se dará com o apoio do Fórum Pernambucano de Mudança do Clima, que constitui uma instância de participação de diversos setores do governo e da sociedade. Isso vai ser essencial para a viabilização de uma estratégia robusta e aderente à realidade pernambucana, que possa efetivamente orientar o Estado no caminho do desenvolvimento de baixo carbono”, detalhou Paulo Câmara, relembrando que Pernambuco tem políticas nesse sentido desde 2010 e vem desenvolvendo diversas ações para mitigar as emissões e adaptar-se aos efeitos da mudança do clima.

O acordo firmado prevê a construção de um Plano de Descarbonização para a economia do Estado, que vem sendo elaborado a partir de projeções da economia atual, considerando os setores que mais impactam em termos de liberação dos gases causadores do aquecimento global. A partir dessa análise será estruturada a trajetória para alcançar a neutralidade carbônica, com medidas mais eficazes para acabar com as emissões ou compensar aquilo que não for possível deixar de produzir. A ação é coordenada pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado, e ganha destaque pela metodologia aplicada, a mesma em uso no mais novo relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas da ONU.

O estudo prevê a apresentação de metas escalonadas de redução, a serem alcançadas em 2025, 2035 e 2050. Serão, inclusive, apontados os investimentos necessários e os impactos sociais e econômicos decorrentes das ações propostas, que visam o corte de emissões, a geração de empregos e a melhoria da qualidade de vida. A substituição de matrizes energéticas por tecnologias de baixo carbono, como o biocombustível, a energia fotovoltaica, a energia eólica e a gerada a partir do hidrogênio, entre outras, é um dos fatores a ser levado em consideração na construção do plano. Também será avaliada a possibilidade de implantação de um mercado de carbono.

A versão final do Plano de Descarbonização do Estado será publicada em fevereiro de 2022, mas vários produtos intermediários serão consolidados e debatidos. Entre eles está a síntese das políticas públicas propostas para adoção das soluções de baixo carbono, a ser apresentada por Pernambuco na COP 26, que acontecerá em novembro deste ano, em Glasgow, na Escócia.

Projeto Pernambulando chega a Garanhuns através do CAT Móvel





Garanhuns conta agora com o Centro de Atendimento ao Turista (CAT Móvel), ação do projeto “Pernambulando” que faz parte do programa Bora Pernambucar do Governo do Estado e que visa a interiorização do turismo pernambucano. Em formato de carroça, o veículo tem estrutura móvel e pode ser levado facilmente a qualquer ponto ou atrativo turístico da cidade. A Secretaria de Turismo é a responsável por executar o projeto no município.

De acordo com o secretário de Turismo, Givaldo Calado, essa será mais uma iniciativa para incentivar a retomada do turismo no segundo semestre: “A Secretaria vem planejando várias ações voltadas à valorização do turismo de Garanhuns e que tanto necessita de incentivo. Apesar da pandemia, com toda a segurança que será necessária daqui para frente, Garanhuns inaugura um novo tempo neste setor. Com o governo Sivaldo Albino ligado ao Governo do Estado, a parceria cresce a cada dia. O exemplo está aí, através do Pernambulando, iniciativa tão importante da Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco”, enaltece Givaldo.

Ao longo da semana, o CAT Móvel ficará instalado no Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, mas nos próximos dias outros pontos da cidade receberão a carroça, que fornecerá atendimento ao turista sobre quais são e como chegar aos pontos turísticos, informações sobre hospedagens, bares e restaurantes, entre outras dicas úteis. Além disso, o turista que chega à Cidade das Flores pode carimbar o seu Passaporte Pernambuco ou adquirir no próprio centro de atendimento volante. O local também conta com folheteria atualizada sobre os destinos, o Guia Bora Pernambucar e um tablet acoplado para que os visitantes possam navegar pelo site do programa.

Saída de Salles repete estratégia de 'cortina de fumaça' do caso Queiroz

 Ricardo Salles entrega celular à Polícia Federal após ser alvo de operação  - O Hoje.com




O dia começou com o presidente Jair Bolsonaro no centro de denúncias de que teria sido alertado de possíveis irregularidades na compra de vacinas indianas. Mas, no fim da tarde, Bolsonaro conseguiu mudar o foco do noticiário com o anúncio de que o investigado Ricardo Salles decidira deixar o Ministério do Meio Ambiente.

Segundo a colunista Carla Araújo, a saída de Salles não estava no radar. Até mesmo auxiliares do palácio do Planalto dizem que foram surpreendidos com a notícia.

Há quem acredite que o anúncio de hoje tem apenas uma estratégia: criar uma cortina de fumaça para que as denúncias saiam do foco.

O script não é novo. No dia 18 de junho de 2020, quando Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, foi preso pela manhã, Bolsonaro acertou - no fim daquele dia - a saída de outro ministro que também não era mais unanimidade: Abraham Weintraub.

"Os próximos dias mostrarão se a estratégia terá ou não o efeito desejado pelo Palácio do Planalto" Carla Araújo

A ameaça Delta




Ao menos onze países já identificaram a variante Delta plus, uma mutação da Delta, detectada pela primeira vez na Índia. O fato liga um sinal de alerta sobre uma possível maior capacidade de transmissão da cepa, citada pela primeira vez no Reino Unido no começo deste mês. O governo indiano, que também já registrou casos da Delta plus, teme que ela cause novamente um colapso no país. Em Israel, o avanço da variante já levanta um alerta no governo, que avalia o possível retorno de medidas de distanciamento ou até mesmo lockdown. O país registrou nesta semana o maior número de casos em dois meses.

VEJA

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.