GOVERNO DO ESTADO

segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Paulo Câmara relança o PE Conduz com versão reformulada




O governador Paulo Câmara lançou, na manhã desta segunda-feira (18.10), a versão reformulada do PE Conduz, programa que prevê o transporte de pessoas com deficiência motora para atendimentos médicos e de lazer em vans adaptadas. O serviço retoma suas atividades em novo formato de atuação e com vagas abertas para inclusão de novos usuários. Com 35 veículos adaptados, a frota teve sua capacidade ampliada, garantindo agora espaço para quatro usuários de cadeira de rodas e seus acompanhantes em cada van.

“A gente fica feliz de poder retomar esse programa tão importante, que completou dez anos. Vamos seguir disponibilizando o serviço para quem precisa, tanto aqui na Região Metropolitana como no interior do Estado. São 35 equipamentos novos e, aos poucos, vamos vendo a demanda para seguir avançando com o programa”, afirmou Paulo Câmara.

A equipe da Superintendência Estadual da Pessoa com Deficiência (SEAD) realizou visitas sociais às mais de 600 pessoas atendidas pelo serviço para atualizar as informações cadastrais. A partir de novembro, o programa abrirá novas vagas. O processo será realizado no site da Secretaria de Desenvolvimento Social Criança e Juventude (SDSCJ), através do link www.sdscj.pe.gov.br. A equipe conta com nove teleatendentes, que estarão disponíveis para que os usuários possam agendar, reagendar ou cancelar as consultas e solucionar outros tipos de demandas. É possível entrar em contato com a Central de Atendimento pelo número 0800.281.0312, de segunda a sexta-feira, das 5h às 22h, ou através do WhatsApp, pelo número (81) 998167-1850.

O programa foi criado durante a gestão do ex-governador Eduardo Campos, em 2011, e segue funcionando gratuitamente no Grande Recife e nos polos do Agreste Central, nas Zonas da Mata Norte e Sul e no Sertão do São Francisco. Nos fins de semana, são promovidas rotas de lazer para pontos turísticos e de entretenimento do Estado, além do transporte para eventos fixos do calendário estadual, como a Fenearte, e projetos de inclusão, como o Praia sem Barreiras, Camarote da Acessibilidade e Bike sem Barreiras. Nessa nova versão, a rota de lazer será aberta também ao público que não é usuário cadastrado do programa.

O secretário de Desenvolvimento Social Criança e Juventude, Sileno Guedes, destacou que a nova versão do PE Conduz foi pensada para seguir facilitando a locomoção dos usuários e assegurar aos pernambucanos com deficiência a possibilidade de acesso a todos os espaços e serviços. “Graças à sensibilidade do governador, conseguimos renovar essa frota para dar mais tranquilidade a quem utiliza o serviço diariamente. São veículos novos e adaptados, o que permitiu que se ampliasse o número de vagas. Dessa forma, vamos garantir o serviço que era prestado, mas ampliando a capacidade e beneficiando mais pessoas”, explicou.

“Quando soube que ia voltar, achei uma beleza. Sem o serviço, a gente sai de casa, mas não é a mesma coisa. É uma oportunidade de fazer o que precisamos, fazer a rota de lazer e conhecer gente nova. E com isso a gente sabe que vai e volta com todo conforto e segurança, isso é muito importante”, comemorou João Carlos Tobias Pereira, 35 anos, usuário do programa.

Números atualizados Covid-19




Até o momento, a pandemia do novo coronavírus já deixou 240.768.237 contaminados e 4.900.140 mortos no mundo. No Brasil são 21.644.464 contaminados e 603.282 mortos. Os dados são da Universidade Johns Hopkins.

O número de doses de vacina aplicadas no planeta chegou a 6,67 bilhões. No Brasil são 260.281.235 de unidades administradas. Os dados são da Bloomberg (mundial) e de VEJA (nacional).

Presidente do CFM fez defesa da cloroquina

Mauro Ribeiro: 'Estão tentando nos calar' - Revista Oeste


Investigado pela CPI da Covid, o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Ribeiro, pôs em votação em abril de 2020 a autorização para o uso de cloroquina e hidroxicloroquina no tratamento precoce da covid e em outras fases da doença. E conseguiu. Ex-integrantes do CFM estranham a falta de aval científico de especialistas da área e dizem que a aprovação não seguiu os passos habituais. Além disso, veem na liberação uma mensagem equivocada à sociedade................

Mudança de datas na comissão. O relatório será lido no dia 20 (em vez de 19) e votado dia 26 (era 20). O intervalo ampliado da leitura à votação, segundo Omar Aziz, presidente da CPI, é para permitir análise mais aprofundada dos casos incluídos. O adiamento, diz o jornal o Globo, foi decidido depois que o vazamento de trechos do relatório provocou um bafafá no grupo de WhatsApp de senadores da CPI. O presidente da comissão, Omar Aziz, disse ao Poder360 que houve um "mal-estarzinho".
...............
Hoje a CPI ouve familiares das vítimas, e amanhã o depoimento é de um representante da Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias aos SUS).

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.