GOVERNO DO ESTADO

quinta-feira, 6 de maio de 2021

Mais 165,1 mil doses de vacinas chegam a Pernambuco

Estado recebeu, nesta quinta-feira, nova remessa de imunizantes da Astrazeneca/Fiocruz, que será destinada ao grupo prioritário de pessoas com comorbidades


Pernambuco recebeu, nesta quinta-feira (06.05), mais 165.100 doses da vacina da Astrazeneca/Fiocruz contra a Covid-19, para dar continuidade à imunização das pessoas com comorbidades. Os 18 volumes foram desembarcados no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre às 16h20, e seguiram para conferência, armazenamento e divisão entre os municípios no Programa Estadual de Imunização.

“Já acionamos nosso esquema de logística e vamos garantir o início do envio de mais esses imunizantes às 12 Gerências Regionais de Saúde já na madrugada desta sexta-feira (07.05)”, assegurou o governador Paulo Câmara. Com a nova remessa, já são 3.095.180 doses de vacinas contra a Covid-19 recebidas por Pernambuco, sendo 1.789.560 da Coronavac/Butantan, 1.288.070 da Astrazeneca/Fiocruz e 17.550 da Pfizer/BioNTech.

Estão sendo imunizados em Pernambuco os trabalhadores de saúde, população indígena, idosos, pessoas com deficiência abrigadas em instituições, idosos também abrigados em instituições de longa permanência, povos quilombolas, forças de segurança e salvamento, pessoas com comorbidades e com deficiências, gestantes e puérperas.

“Ainda esperamos o envio de novas doses da Coronavac, para assegurar a segunda dose dos idosos, além de nova remessa da Pfizer”, destacou o secretário de Saúde, André Longo, que voltou a convocar a população para que acompanhe o calendário vacinal da sua cidade para ficar informado sobre quando chegará a sua vez de se vacinar.

INFLUENZA – O secretário reforçou ainda a importância da adesão à campanha de vacinação contra a Influenza. “Estamos no período de sazonalidade dos vírus respiratórios, e a Influenza é mais perigosa para as crianças do que a própria Covid-19. Apesar desse risco, a procura nos postos de vacinação está muito baixa. Se protejam e nos ajudem a proteger nossas crianças. Vacina sim, e cuidado sempre”, reforçou André Longo.

De acordo com os dados do sistema de informação do Ministério da Saúde, os municípios pernambucanos comunicaram que já foram aplicadas mais de 322 mil doses da vacina contra a Influenza, das mais de 1,2 milhão de vacinas já repassadas.

Fotos: Miva Filho/SES-PE

CPI convoca Ernesto e Wajngarten para falarem sobre compra de vacina


 



Senadores da CPI da Covid aprovaram a convocação do ex-chanceler Ernesto Araújo e do ex-secretário de comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten. Os dois serão ouvidos na próxima semana. O interesse no depoimento de Wajngarten ganhou força após ele declarar em entrevista que o Brasil não comprou vacinas da Pfizer por “incompetência e infeciência”.
Representantes da Pfizer e da União Química também foram chamados à comissão. Na lista de convocados aprovada hoje constam ainda os nomes do diretor do Instituto Butatan, Dimas Covas, e da presidente da Fiocruz, Nísia Trindade.

Em paralelo: o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, disse na Câmara dos Deputados que o Brasil “não falhou no combate à Covid” e defendeu o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, que é alvo da CPI.

O Globo

GARANHUNS / Secretaria da Mulher realiza atividade para mães na Comunidade Quilombola do Castainho





Encontro faz parte da programação da pasta na Semana das Mães



Durante o mês de maio, a Secretaria da Mulher da Prefeitura de Garanhuns dá continuidade ao Projeto Itinerante, através da semana alusiva ao Dia das Mães.
Nesta quarta-feira (05), a Secretaria da Mulher realizou palestras e atendimentos na Comunidade Quilombola do Castainho, por meio do Projeto Itinerante, uma ação que tem como objetivo levar informação à população sobre a rede de apoio às mulheres.

Na ocasião, a Secretária da pasta, Betânia Monteiro, reforçou o compromisso do governo Sivaldo Albino com esta causa “Estamos por meio desse projeto trazendo nossa equipe até vocês, pois sabemos as dificuldades. Também viemos trazer informações para as mães e mulheres que sofrem violência doméstica sobre a terapia ocupacional que a Secretaria da Mulher oferece. Estamos oferecendo vários cursos durante a semana, inclusive todas as quartas na nossa sede temos aula de zumba”, afirmou a Secretária.

Ministério da Economia envia mais uma cobrança de débitos antigos da Prefeitura de Garanhuns

DÍVIDAGARANHUNS.png


Carta-cobrança de débitos tributários tem valor em aberto de quase R$12 milhões referentes ao período entre os anos de 2016 e 2020


A Prefeitura de Garanhuns recebeu esta semana mais uma cobrança de dívidas relativas aos períodos entre os anos de 2016 e 2020. O Ministério da Economia enviou uma carta-cobrança de débitos tributários que constam nos sistemas da Receita Federal do Brasil em um valor de R$11.800.372,40.
No documento, o Ministério ressalta que a não regularização dos valores implicarão em penalidades previstas na legislação, entre elas o bloqueio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), uma das principais fontes de recursos do Governo Municipal para investimentos para a população. Outro bloqueio semelhante aconteceu no mês de março deste ano, mais uma vez por débitos antigos.

Caso a quitação não aconteça no prazo de 30 dias, o município será inscrito na Dívida Ativa da União. Ao todo, a gestão atual já recebeu notificações com valores que ultrapassam os R$110 milhões, todos referentes ao governo passado, incluindo os valores de pendências da gestão e também a ausência de repasses ao IPSG.

Covid-19: Mais vacinas chegaram para pessoas com comorbidades em Garanhuns

CARD MAIS DOSES DA ASTRAZENECA.jpeg

Mais 4410 unidades da vacina contra a Covid-19 chegaram em Garanhuns. Deste

total, são 4300 doses da fabricante Astrazeneca/Fiocruz, entregues pelo Governo do Estado, e que vão possibilitar ao município um avanço na vacinação em primeira dose das pessoas com comorbidades e população de 60 a 64 anos.

“Já iniciamos a vacinação das pessoas com comorbidades em Garanhuns e a cada dia avançamos mais. Desde o início da nossa gestão o trabalho busca garantir que essas doses cheguem até a população. Investimos para adquirir câmaras frias, ampliar os pontos de vacinação e contratar profissionais com o intuito de agilizar a imunização no município”, afirma o prefeito Sivaldo Albino.

O agendamento e cadastro na plataforma Vem Vacina Garanhuns (vemvacinagaranhuns.site) está sendo realizado para as pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC). Também estão disponíveis o modelo de atestado e nota técnica da Secretaria Estadual de Saúde com as especificações para vacinação do grupo.

As outras 110 unidades da Astrazeneca/Fiocruz serão destinadas para as segundas doses dos idosos com 85 anos ou mais. A Secretaria de Saúde definiu uma estratégia para garantir as segundas doses e completar o esquema vacinal dos grupos prioritários. “Sabemos do nosso compromisso com as pessoas, por isso armazenamos nosso estoque de segundas doses que estão sendo aplicadas sem atraso nos pontos de vacinação”, completou a secretária de Saúde, Catarina Tenório.

Influenza – Foram repassadas mais 3300 unidades da vacina contra a gripe ao município. Atualmente, a Campanha contra a Influenza segue para crianças de seis meses a cinco anos, gestantes, puérperas e trabalhadores de saúde. A vacinação acontece nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s); de segunda a sexta-feira, das 08h às 16h.

Pandemia em São Paulo: Já deu tempo para flexibilizar?

 

Governador de São Paulo, João Doria (PSDB), durante entrevista coletiva sobre a pandemia de covid-19 no Palácio dos Bandeirantes



Ter uma semana de queda na média diária de novas contaminações pelo novo coronavírus no estado de São Paulo empolgou o governador João Doria (PSDB). A redução de todos os indicadores, como anunciado na semana passada, foi comemorada pelo governo paulista e pelo Centro de Contingência como resultado direto dos 40 dias de fases vermelha e emergencial. Agora, com a flexibilização, os dados já passam a poder anunciar outro cenário.

Após algumas semanas de tendência de estabilidade, as internações por covid-19 no estado de São Paulo voltaram a crescer nos últimos três dias, revelam os dados levantados pela plataforma Infotracker, da Universidade de São Paulo, a pedido do UOL. Os matemáticos do grupo utilizam os números disponibilizados pelo governo de São Paulo.

Desde a última segunda-feira (3), a curva de internações tem registrando aumento todos os dias. O maior deles aconteceu na terça, quando 128 pessoas deram entradas nos leitos intensivos de hospitais paulistas, escrevem hoje no UOL os repórteres Leonardo Martins e Lucas Borges Teixeira.

Ontem (5), Doria levantou a possibilidade de um afrouxamento maior. Mas médicos do Centro de Contingência do Coronavírus do estado veem com reserva e contrariedade essa possibilidade. O Centro de Contingência, que aconselha o governo quanto às decisões do plano, avalia que os dados podem conter represamento (quando não há demora no registro) por conta do feriado do último dia 21 de abril e indicam mais estagnação que retrocesso.

Eles dizem entender que Doria tenha suas demandas, mas são contrários a uma reabertura maior. Na reunião de terça (4), parte do grupo pediu maior fechamento, enquanto outra parte avaliou manter: não se falou em relaxar.

"Flexibilizar jamais. Mais do que está agora, não dá. Por enquanto, o toque de recolher [até 20h] tem sido importante e a ocupação máxima [de 25%] também seria, se respeitassem. Muitos lugares não respeitam, se flexibilizar mais, aí é que não vão [respeitar] mesmo." Médico do comitê, que pediu para não ter a identidade revelada, ao UOL

Segundo a Secretaria de Saúde, o estado registrou, na semana epidemiológica terminada no último sábado (1º), uma alta de 2,5% nos novos casos diários de covid-19 em comparação à semana anterior. O índice relativo às internações estabilizou. Já o de óbitos, teve uma leve queda. Para o conselho, a tendência é mais de estagnação do que de alta, mas, diferente do que sugeriu o governador, não é o melhor momento para maiores aberturas.

"Esses indicadores dessa semana simplesmente mostram que houve uma redução na queda que estávamos apresentando. Eles indicam, para que a população entenda, que estamos ainda no enfrentamento de uma situação muito grave." João Gabbardo, coordenador-executivo do Centro de Contingência.

No final da tarde, o comitê se reunirá mais uma vez, para que o martelo seja batido em outra reunião amanhã (7) com outros setores do governo. A reabertura de bares não é cogitada.


UOL

Doses da Pfizer

Carga com 629 mil doses da vacina da Pfizer chegou ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), na noite desta quarta-feira (5) — Foto: Polícia Federal


O Brasil recebeu um novo lote com 628.290 doses da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Pfizer em parceria com a BioNTech. Foi a segunda remessa do acordo fechado com o governo para o fornecimento de 100 milhões de unidades até o fim deste ano. Na semana passada, foram entregues 1 milhão de doses. Metade delas foi distribuída aos estados e as aplicações já começaram. De acordo com o Ministério da Saúde, estão previstas para o mês de maio mais 2,5 milhões de doses do fármaco. Já a Moderna revelou, com base em estudos preliminares, que a dose extra de seu imunizante é eficaz contra variantes identificadas no Brasil e na África do Sul.

VEJA

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.