quarta-feira, 17 de novembro de 2021

Equipe do Qualiescola Garanhuns participa de formação no Recife




A equipe do Qualiescola Garanhuns, formada por 14 supervisores e um coordenador, participou de uma formação no Instituto Qualidade no Ensino (IQE), no Recife. Essa é mais uma etapa para implantação do programa, que será aplicado nas turmas do 3° ao 9° ano do Ensino Fundamental.

As turmas foram divididas em Língua Portuguesa e Matemática, que são os eixos do programa. "O IQE espera que ao final dessas 24 horas iniciais os professores formadores tenham o conhecimento do processo metodológico do programa e isso possa contribuir para o desenvolvimento do programa", explicou Josenildo Oliveira, coordenador de programas do IQE. Cada supervisor será responsável por formar cerca de 40 professores da Rede Municipal de Ensino.

O Qualiescola tem por objetivo diagnosticar pontos específicos na aprendizagem para que sejam traçadas estratégias que consigam melhorar a qualidade na Educação. Para isso, será realizada uma avaliação dos estudantes e, diante do resultado, serão planejadas ações personalizadas. O IQE prepara todo material exclusivamente para atender às demandas de cada unidade escolar.


"O QualiEscola trará avanços na qualidade do ensino e da aprendizagem com o viés da valorização profissional através da Formação Continuada de professores, dando suporte e materiais adequados às reais dificuldades dos estudantes que facilitarão a mediação do trabalho em sala de aula, na busca de uma melhor educação para todos", disse Carlos Barros, coordenador do programa em Garanhuns.

Empreendedorismo feminino / SecMulher realiza exposição de peças em Garanhuns




Em alusão ao Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino, comemorado no próximo dia 19 de novembro, a Secretaria da Mulher (SecMulher) de Garanhuns realizou na tarde desta terça-feira (16), um evento alusivo à data. O momento, que aconteceu na sede da Secretaria, contou com a exposição de peças produzidas pelas mulheres que se tornaram empreendedoras ao participarem dos cursos ministrados pela pasta.

De acordo com a secretária Betânia Monteiro, a exposição teve o objetivo de fortalecer o empreendedorismo e empoderamento das mulheres de Garanhuns: “Com a exposição, conseguimos mostrar o quanto o empreendedorismo pode mudar a vida das pessoas. Aqui, especificamente, temos mulheres com situações de vida distintas e que através dos cursos aprenderam uma nova profissão. Não é só a oportunidade de uma renda extra, mas mudança de vida e aumento da autoestima”.

Enfeites de Natal em feltro, toalhas de prato, peças em biscuit e crochê; garrafas artesanais; flores e bolsas, foram alguns dos produtos divulgados. A população que desejar adquirir quaisquer itens deve procurar a sede da SecMulher, localizada na Avenida Simoa Gomes, nº 16, Heliópolis, e solicitar o contato das artesãs.

Próximo de Bolsonaro, PL apoia opositores em sete estados




Acordos locais do PL com opositores do governo federal são o principal entrave para a filiação do presidente Jair Bolsonaro ao partido, que chegou a ser anunciada e, em seguida, adiada. A legenda do Centrão integra a base de 15 governadores — metade deve reforçar o palanque de adversários de Bolsonaro nas eleições de 2022. O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, tenta solucionar impasses, sobretudo em São Paulo. Filiados dos estados do Sul e do Centro-Oeste defendem a guinada bolsonarista do PL, enquanto boa parte dos diretórios do Nordeste e do Norte tentam aproveitar a divergência.

Centrão já vê candidatos "Bolsolula": Bolsonaro no cofre e Lula no palanque




Os partidos do Centrão esperam a proliferação de um novo tipo de candidato nas eleições do ano que vem. É o "deputado Bolsolula", cuja base eleitoral se encontra sobretudo em estados do Nordeste. A análise é da colunista Thaís Oyama.

Segundo ela, esse deputado foi contemplado com as gordas emendas do relator e votou o tempo todo com o governo, mas na hora de fazer campanha vai apoiar o ex-presidente Lula, porque, na sua região, o petista dá votos e Bolsonaro tira.

E melhor ainda se, com essa manobra, ele conseguir se eleger, dado que tudo o que dirigentes de partido querem numa campanha é fazer deputados federais. É isso que define a fatia do fundo eleitoral a ser abocanhada pela sigla na eleição seguinte.

Esse raciocínio está na base da atual encrenca entre Bolsonaro e o PL, a sigla para onde o presidente havia dito ter 99,9% de chances de entrar e com a qual se desentendeu no final de semana.

Bolsonaro quer o comando do diretório paulista do PL e Valdemar Costa Neto, o dono da legenda, não aceita cedê-lo.

Para Valdemar, abrir mão de diretórios importantes pode fazer com que, no final, a porcentagem de bolsonaristas dentro do PL torne seu partido o "partido de Bolsonaro" — o que traria consequências nefastas ao cacique do Centrão, sendo a principal delas a impossibilidade de servir ao próximo governo no caso de ele ser comandado por Lula.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.