DESTAQUES DO BLOG

DR. ELENÍLSON LIBERATO

sexta-feira, 29 de março de 2019

TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO / Mais uma cidade confirmada para receber águas do Velho Chico




A chegada das águas do Rio São Francisco tem transformado a realidade hídrica do interior pernambucano que sofre, há oito anos consecutivos, com os efeitos da estiagem. O município de Custódia será beneficiado com a construção de uma adutora de 23 quilômetros de extensão e 400 milímetros de diâmetro, às margens da BR 232, que irá interligar o Canal da Transposição até a Estação de Tratamento de Água (ETA) da cidade. Os trabalhos estão na fase inicial de mobilização, com a instalação do canteiro de obras, locação do reservatório e elaboração de projetos executivos e serviços topográficos, que antecedem a implantação da adutora. As frentes de serviços estão localizadas ao longo do trecho da Barragem do Moxotó, em Sertânia, até Custódia. A previsão é concluir o empreendimento dentro de 12 meses.

A obra estruturadora, um investimento de R$ 31 milhões, realizada pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), é mais um resultado do empenho do governador Paulo Câmara em aproveitar a água do Velho Chico e abastecer os municípios do Estado que sofrem com a seca. Para o funcionamento do novo sistema, uma estação elevatória (bombeamento) será construída no distrito de Rio da Barra, na zona rural de Sertânia, aproveitando a captação no canal de aproximação na saída do Reservatório de Moxotó - no mesmo local onde já existe a estrutura da Estação Elevatória (EB-1) pertencente ao Sistema Adutor do Moxotó. A obra ainda prevê também a construção de um reservatório, com capacidade para armazenar mil metros cúbicos, a ampliação da Estação de Tratamento de Água e a instalação de mais de cinco mil hidrômetros.

A ampliação da ETA Custódia permitirá ampliar a capacidade de tratamento da unidade de 32 para de 82 litros de água, por segundo, triplicando o volume de água distribuído na cidade. “Com a conclusão desta obra, a Compesa espera resolver em definitivo o problema do abastecimento de água de Custódia", afirma o presidente da Compesa, Roberto Tavares. "Hoje atendemos 50% da cidade com água da bateria de poços de Vila de Fátima, com o fornecimento de água uma vez por mês. A outra metade está sendo atendida por caminhões-pipa e caixas comunitárias. Desde que a Barragem de marrecas entrou em colapso, em outubro, agimos rapidamente para reverter essa situação, que é delicada", explica Tavares.

Esta é mais uma ação que se tornou possível devido à projeção da Adutora do Moxotó, obra que recebeu o investimento de R$ 85 milhões, e que capta água do Rio São Francisco na Barragem Moxotó, no Eixo Leste da Transposição, e se interliga à Adutora do Agreste. A iniciativa pioneira do governo do Estado deu funcionalidade ao empreendimento mesmo antes da conclusão do Ramal do Agreste, que está em execução pelo governo federal, e antecipou o abastecimento de municípios do Agreste, como Pesqueira, Belo Jardim, Sanharó, Tacaimbó e São Bento do Una, e do Sertão, como Arcoverde.

TAQUARITINGA DO NORTE / Divulgados os filmes selecionados para o 12º Curta Taquary

Festival de curtas-metragens, que acontece em Taquaritinga do Norte, de 22 a 27 de abril, terá 89 produções do Brasil e de outros sete países



Foram divulgados nesta quinta-feira (27/03) os filmes que vão compor as mostras do 12º Curta Taquary, festival de curtas-metragens que será realizado de 22 a 27 de abril, em Taquaritinga do Norte, no Agreste de Pernambuco. As sessões vão acontecer na Praça Otto Sailer, no centro da cidade. De um total de 753 produções inscritas, 90 foram escolhidas para serem exibidas nas sete mostras competitivas e nove mostras paralelas.

O tema deste ano do festival é “Ancestralidade e a Formação do Povo Brasileiro” e 19 estados brasileiros, das cinco regiões, estarão representados. Também fazem parte da programação produções do Chile, Bolívia, Colômbia, Venezuela, México, Canadá e Líbano.

Entre os selecionados está “A Parteira”, de Catarina Doolan (RN), que acompanha o cotidiano de Donana, parteira profissional na cidade de São Gonçalo do Amarante, interior do Rio Grande do Norte. Do total de selecionados, 38 filmes foram realizados por mulheres, o que representa 42%.

O 12º Curta Taquary vai contar ainda com dois projetos da organização internacional Médicos Sem Fronteira: a produção libanesa “Desculpe, me Afoguei”, de Hussein Nakhal e David Hachby; e o documentário “Doença de Chagas - Encontrando uma Geração”.

Uma outra novidade do 12º Curta Taquary é a presença de um longa-metragem. O festival foi escolhido pelo diretor Marcelo Gomes para exibição de seu novo filme “Estou me Guardando para quando o Carnaval Chegar”, que teve sua estreia em fevereiro no 69º Festival de Berlim, e mostra como os confeccionistas de Toritama, conhecida como a Capital do Jeans, trabalham o ano todo para, no período do Carnaval, quando vendem tudo, deixarem a cidade para se divertir nas praias do litoral nordestino.

“Tivemos uma grande surpresa com o número de inscrições que mostra a importância do Curta Taquary para a difusão da produção audiovisual do país. A qualidade e o caráter social dos filmes mostram que a diversidade do povo brasileiro e a força da mulher em todos os setores da sociedade terão destaque no festival, tanto nas produções, quanto nas muitas atividades que serão realizadas durante uma semana do mês de abril em Taquaritinga do Norte”, ressalta Alexandre Soares Taquary, um dos coordenadores do festival.

Curta Taquary - Surgido em 2005, o Curta Taquary exibiu em suas 11 edições mais de 1.500 filmes para um público superior a 50 mil pessoas, tornando-se um importante espaço para a difusão da produção audiovisual do Brasil e da América Latina. O evento é financiado pelo Funcultura, Fundarpe, Secretaria de Cultura e Governo do Estado de Pernambuco.

Confira a lista dos filmes selecionados: 

Professores da rede estadual recebem orientações para utilizar ferramenta educacional do IBGE

 

Uma representação de professores das escolas estaduais do Agreste Meridional teve a oportunidade de conhecer uma ferramenta interessante para trabalhar dados atualizados sobre território e população do Brasil em sala de aula, produzida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Técnicos do Instituto estiveram na quarta-feira (27), na GRE do Agreste Meridional, para apresentar o portal “IBGEeduca” aos docentes. 

O espaço virtual é composto por três sites voltados para crianças, jovens e professores, com informações produzidas pelo IBGE em formatos e linguagens adequados a cada um dos públicos. No site destinado aos professores, são encontradas sugestões de atividades e recursos adequados para o trabalho nas aulas, com a possibilidade de compartilhar relatos de suas experiências pedagógicas, através do Blog do Professor. 

Para crianças, o IBGEeduca oferece acesso às informações de forma simples, lúdica e de fácil entendimento, contando com textos, gráficos, vídeos, jogos e brincadeiras. Já os jovens encontram, na plataforma, materiais de estudo, conteúdo preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e matérias especiais sobre atualidades. 

A proposta é que o recurso seja multiplicado e esteja disponível aos demais professores da rede.

BLUENET PROVEDOR DE INTERNET

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.