GOVERNO DO ESTADO

sexta-feira, 28 de maio de 2021

Pernambuco inicia vacinação dos trabalhadores da educação e do transporte público





Pernambuco iniciou, nesta sexta-feira (28.05), a imunização dos trabalhadores da educação e dos motoristas e cobradores do transporte público. O ato simbólico, que contou com a presença do governador Paulo Câmara, aconteceu no Compaz Escritor Ariano Suassuna, localizado no bairro de San Martin, no Recife. As mais de 241 mil doses da AstraZeneca/Oxford que chegaram ao Estado na última quarta-feira (26.05) estão sendo destinadas à imunização de pernambucanos desse grupo prioritário.

“Demos um passo fundamental agora, com todos os grupos prioritários sendo incluídos, e também tendo condições de iniciar a imunização de pessoas com 59 anos de idade. Esperamos que, se tudo der certo, no mês de junho possamos avançar cada vez mais para continuar protegendo a população pernambucana”, afirmou Paulo Câmara.

A primeira a receber a vacina contra a Covid-19 foi a professora da Escola Municipal Divino Espírito Santo, Flávia Costa, de 38 anos, que ressaltou a emoção de estar sendo imunizada. “Estou muito emocionada, principalmente por estar representando minha escola e os professores da rede municipal do Recife. Não vejo a hora de todos estarem vacinados, para que a gente se sinta mais seguro para o retorno às aulas”, disse.

Por sua vez, o motorista de transporte público do Grande Recife, Edilson José de Araújo, enfatizou que, após receber a primeira dose da vacina, passou a se sentir mais seguro para exercer a profissão. “Fico muito feliz em ver a minha categoria finalmente se vacinando. Já que trabalhamos diretamente com o público, temos medo de levar essa doença pra casa. Depois de ter sido imunizado vou trabalhar muito mais seguro e tranquilo”, concluiu.

Também participaram do ato simbólico a vice-governadora Luciana Santos, os secretários estaduais André Longo (Saúde) e Tomé Franca (Desenvolvimento Urbano e Habitação), além do prefeito do Recife, João Campos.

NOVOS GRUPOS – Na última quinta-feira (27.05), o governador anunciou a autorização da vacinação de todos os grupos prioritários previstos no Plano Nacional de Imunização (PNI), além de pessoas com 59 anos de idade. O agendamento dos novos grupos será organizado de acordo com o esquema de cada município.

Queijo coalho de cabra de PE é o primeiro produto do Nordeste certificado com selo ARTE





A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro), autarquia vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), emitiu o primeiro certificado do selo ARTE da Região Nordeste para o queijo coalho de cabra da Obra Rústica Laticínio e Agropastoril LTDA. nesta quinta-feira (27/05). Apenas sete estados já obtiveram certificação que agrega valor aos produtos, reduz entraves burocráticos e permite a comercialização em todo o território nacional.

Pernambuco saiu na frente porque já havia regulamentado o processo de produção artesanal do queijo e de outros produtos derivados do leite, por meio do projeto de lei nº 16.312, de 11 de janeiro de 2018, de autoria do então deputado estadual e atual Secretário de Desenvolvimento Agrário, Claudiano Martins Filho. “A legislação estadual contribuiu para o enquadramento das queijarias e laticínios à legislação federal. Essa conquista é resultado de um conjunto de ações promovidas pelo Governo do Estado para o fortalecimento da nossa bacia leiteira que é a segunda maior da região com a produção de 2,3 milhões de litros de leite/dia”, detalha o secretário.

“O selo ARTE pode ser concedido a queijos, embutidos, pescados e mel, mas no momento serão contemplados apenas os derivados lácteos que já possuem instrução normativa publicada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA)”, afirma o presidente da Adagro, Paulo Roberto Lima. Ele complementa que, inicialmente, “podem solicitar adesão apenas produtores artesanais que já tenham o S.I.E e produzam queijo coalho, queijo de manteiga, manteiga de garrafa e doce de leite”.

Para apoiar os produtores e fomentar a adesão ao selo ARTE, a Secretaria de Desenvolvimento Agrário articulou um grupo de trabalho, formado por equipes técnicas da Adagro e IPA, que estão habilitados para orientar os produtores em todas as exigências legais. Como também o SEBRAE em parceria com a AD Dipper e Adagro estão iniciando um trabalho de boas práticas agropecuárias para 100 produtores rurais de estabelecimentos já possuam o S.I.E.

Localizado no município de Pombos, no Agreste Setentrional, o estabelecimento certificado Obra Rústica possui um rebanho de 300 cabras que produzem 180 litros de leite/dia. “Inicialmente serão produzidos, em média, 25 quilos de queijo coalho de cabra por dia, mas vamos triplicar a produção em 3 meses para atender pedidos de Minas Gerais e São Paulo”, afirma Mano Malta um dos sócios do laticínio.


Regulamentação: Em julho/2020 a Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA), publicou a portaria nº 23, delegando à Adagro a competência de conceder o Selo Arte em Pernambuco aos produtos artesanais derivados de leite, conforme o decreto estadual nº 46.432/2018, que dispõe sobre a inspeção sanitária de pequenas agroindústrias de laticínios, nos termos da Lei nº 15.607, de 6 de outubro de 2015.

COLABORADORES DA CELPE DOAM MAIS DE 300 QUILOS DE ALIMENTOS PARA A AÇÃO SOLIDÁRIA GARANHUNS




A pandemia da Covid-19 tem gerado uma dificuldade adicional de segurança alimentar em todo o Brasil. Em Pernambuco, a situação não é diferente. Muitas famílias têm passado por dificuldade para colocar a comida na mesa. Diante desta realidade, os colaboradores da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) promoveram uma campanha de doação de alimentos na própria empresa, dentro do Programa de Voluntariado da concessionária, nos últimos meses de abril e maio. A ação, que tem como finalidade contribuir com o combate à fome em mais de 20 cidades, doou cerca de 343 quilos de alimentos para a Ação Solidária Garanhuns, em Garanhuns. A entidade beneficiada será responsável por realizar a distribuição na sua área de atuação.

“Esta foi uma ação que gerou uma grande repercussão dentro da empresa. Os colaboradores demonstraram sensibilidade com a atual situação de muitas famílias que estão passando por dificuldade neste momento devido a vários fatores que começaram ou foram agravados com a pandemia. Essas mais de dez toneladas vão contribuir para diminuir a fome que tem atingido muitos pernambucanos”, afirmou o presidente da Celpe, Saulo Cabral.

A campanha de doação de alimentos foi replicada em todas as distribuidoras do grupo Neoenergia, sendo elas Coelba (BA), Cosern (RN), Elektro (SP) e Neoenergia Brasília (DF), além da própria holding e usinas de geração. No total foram arrecadados 43 toneladas de alimentos doados por colaboradores, que que beneficiaram mais de 100 ONGs.

Além da doação dos funcionários, o grupo Neoenergia, enquanto instituição, decidiu também participar da iniciativa e vai promover a doação de mais 30 toneladas. Este montante será destinado às sedes da Central Única de Favelas (CUFA) localizadas nos estados de Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e São Paulo.

AGASALHOS – Após o sucesso da arrecadação de alimentos, a Celpe já está preparando uma segunda campanha solidária, desta vez de arrecadação de agasalhos para o período mais frio no Estado. As doações devem ser iniciadas na primeira quinzena de junho.



Sobre a Celpe

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), empresa do Grupo Neoenergia, distribui energia elétrica para os 184 municípios de Pernambuco e para a cidade de Pedras de Fogo, na Paraíba. Também é responsável pela geração e distribuição de energia elétrica no Arquipélago de Fernando de Noronha. Sua área de concessão é de 98,5 mil quilômetros quadrados. A empresa tem 3,8 milhões de clientes (9,4 milhões de habitantes).

Prefeitura de Garanhuns vai avançar na vacinação dos novos grupos prioritários





Após anúncio de ampliação dos grupos prioritários feito nesta quinta-feira (27), pelo Governo do Estado, a Prefeitura de Garanhuns vai avançar na imunização contra a Covid-19, com a inclusão de novos públicos, de acordo com o Plano Nacional de Operacionalização (PNO).

“Logo após o anúncio do governador Paulo Câmara, nos mobilizamos para que seja iniciada a vacinação dos novos grupos prioritários em Garanhuns. Vamos avançar em uma nova fase, com a certeza de que a cada dia mais vidas estão sendo salvas em nosso município”, destaca o prefeito Sivaldo Albino.

A vacinação dos novos grupos será dividida em duas etapas, e o agendamento será disponibilizado amanhã (28), na Plataforma Vem Vacina Garanhuns.

Grupos que serão contemplados na 1ª etapa:

- População de 59 anos
- Funcionários do sistema de privação de liberdade
- Trabalhadores da educação (professores de 45 a 59 anos)
- Forças de segurança e salvamento (policiais federais, militares, civis e rodoviários, bombeiros militares e civis; e guardas municipais de 40 a 59 anos)
- Trabalhadores de transporte coletivo de passageiros urbano (45 - 59 anos)
- Trabalhadores de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos
- Caminhoneiros (55 - 59 anos)

Governo de Pernambuco envia 149 concentradores de oxigênio para municípios




O Governo de Pernambuco anunciou, em coletiva de imprensa online, o envio, a partir desta quinta-feira (27.05), de 149 concentradores de oxigênio para cidades pernambucanas, com o objetivo de auxiliar os gestores municipais na qualificação da assistência à Covid-19. Ao todo, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) remeterá equipamentos para 44 cidades, 29 delas no Agreste, para onde serão enviados 99 aparelhos. A destinação do material foi discutida com os gestores municipais em reunião, na última quarta-feira (26.05), e pactuada na Comissão Intergestora Bipartite (CIB) na manhã de hoje.

Os concentradores de oxigênio filtram o ar do ambiente e fornecem apenas o oxigênio puro (5 litros por minuto) para o paciente. Com isso, o equipamento pode substituir os cilindros de oxigênio, que precisam ser preenchidos constantemente por uma empresa que forneça gases medicinais. “O Governo de Pernambuco tem garantido o fornecimento de oxigênio nas unidades da rede estadual, destinada aos casos mais graves, e também estamos atentos para auxiliar como for possível os municípios, possibilitando que os casos leves sejam absorvidos nos serviços municipais”, explicou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

O secretário ressaltou ainda que não há risco de desabastecimento. “Estamos trabalhando em conjunto com os municípios pernambucanos, porque os problemas deles são problemas nossos. Os municípios e unidades que têm tanques de O2 não têm o que temer. Inclusive temos plantas industriais em Pernambuco, responsáveis pelo abastecimento de oxigênio de outros Estados do Nordeste. O problema relatado por alguns municípios está na logística de reabastecimento de cilindros de O2. Neste sentido, oficiamos o MPPE, porque há indícios de interesses comerciais por trás de algumas dificuldades dos municípios”, destacou.

Além dessa oferta de concentradores de oxigênio, já foi realizado contato com o Ministério da Saúde solicitando mais 500 equipamentos, também para distribuição entre os municípios pernambucanos.

CENÁRIO EPIDEMIOLÓGICO – Os últimos indicadores epidemiológicos apontam que o Agreste de Pernambuco vivencia o pior momento da pandemia de Covid-19. Em análise dos indicadores epidemiológicos da última semana e dos 15 dias anteriores, divulgada nesta quinta-feira (27.05), a 2ª Macrorregião de Saúde registrou um aumento de 35% em apenas uma semana e de 55% nas últimas duas, nas solicitações de vagas de UTI para pacientes suspeitos ou confirmados para a doença na região.

O cenário na localidade já está repercutindo, inclusive, nas outras macrorregiões. O Estado inteiro notificou, no mesmo período, crescimento de 15% e 18% nas solicitações, respectivamente. “Nenhum sistema de saúde consegue suportar a velocidade de crescimento de demanda que observamos na região nesta última semana”, alertou André Longo. As análises epidemiológicas apontam, ainda, que, em relação aos casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG), Pernambuco teve um aumento de 17% nas notificações em uma semana e de 22,5% em 15 dias. No mesmo período, a 2ª macrorregião de Saúde registrou aumento de 20% e 48%, respectivamente.

O secretário disse, ainda, que o Governo de Pernambuco está atento também à situação da Região Metropolitana e da Zona da Mata, já que a I Macrorregião de Saúde, em uma escala menor, também registrou dados preocupantes, com aumento de 9% nas solicitações de UTI em uma semana e de 9,8% em 15 dias. Além do crescimento de 15% e 16,7% nas notificações de SRAG em uma semana e 15 dias, respectivamente.

Longo lembrou que, além do respeito às medidas restritivas, é preciso uma mudança de comportamento da população. “Precisamos reverter esta situação, o que só será possível com o engajamento e conscientização de todos. O curso da pandemia está em nossas mãos. Nossas atitudes serão determinantes para o futuro e o controle da pandemia”, concluiu.

A secretária-executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, que também participou da coletiva online, reforçou que a intensificação das medidas restritivas será decisiva para a diminuição da doença no Estado, mas que somente com a mudança de postura dos pernambucanos é que esse quadro poderá ser revertido. “ Não bastam os decretos se a gente não tiver uma mudança urgente do nosso comportamento. Precisamos seguir todos os protocolos, usar a máscara de forma correta o tempo inteiro e em qualquer lugar e respeitar o distanciamento social. O momento exige que a gente redobre os cuidados”, disse.

Municípios que vão receber os equipamentos do Governo do Estado:

Araçoiaba - 1
Feira Nova – 3
João Alfredo -2
Machados – 2
Orobó – 3
Surubim – 9
Vicência – 3
Amaraji – 3
Catende – 2
Escada – 5
Primavera – 2
Agrestina – 7
Alagoinha – 2
Altinho – 3
Belo Jardim – 4
Bezerros – 8
Bonito – 2
Brejo da Madre de Deus – 3
Cachoeirinha – 3
Camocim de São Félix – 2
Cupira – 3
Frei Miguelinho – 2
Jataúba – 3
Panelas – 2
Pesqueira – 4
Riacho das Almas – 2
Sairé – 2
Santa Cruz do Capibaribe – 5
Santa Maria do Cambucá – 2
São Bento do Una – 7
São Caitano – 3
São Joaquim do Monte – 2
Bom Conselho – 7
Canhotinho – 3
Capoeiras – 4
Paranatama – 4
São João – 3
Saloá – 3
Buíque – 2
Custódia – 5
Inajá – 2
Venturosa – 2
São José do Egito – 6
Tuparetama - 2

Países barram na ONU evangélicos próximos a Damares





O colunista Jamil Chade conta hoje, numa apuração exclusiva, que juristas evangélicos do Brasil estão penando para obter um status consultivo na ONU (Organização das Nações Unidas).

Essa aprovação permitiria ao grupo discursar em reuniões oficiais, organizar debates e até submeter informes em diferentes organismos.

A Anajure (Associação Nacional de Juristas Evangélicos) solicitou em 2017 o status na ONU, num processo que é tradicionalmente longo. A esperança era que, nas reuniões deste ano, o acesso fosse garantido.

A delegação diplomática de Cuba, o governo da Nicarágua e a China criaram obstáculos, evitando a aprovação.

Após a cobrança de esclarecimentos sobre a relação entre a entidade evangélica e o governo de Jair Bolsonaro (sem partido), a decisão foi adiada pelo menos até o ano que vem.

A entidade optou por não se pronunciar na reportagem. A relação entre a Anajure e Damares não é nova. Em 2012, em uma de suas primeiras reuniões, a Anajure prestou uma homenagem a ela, que se disse "honrada".

Jamil apurou que autoridades brasileiras viam com bons olhos a iniciativa, já que o grupo poderia ser um aliado nas mudanças que o Itamaraty defende na agenda internacional em assuntos relacionados com direitos humanos, sexualidade e aspectos da política externa.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.