GOVERNO DO ESTADO

quarta-feira, 18 de novembro de 2020

INSCRIÇÕES ABERTAS NA ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL PARA ENSINO MÉDIO INTEGRADO 2021 EM GARANHUNS


 

Nova prorrogação de editais da Lei Aldir Blanc em Garanhuns

A Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Cultura, informa que os editais Nº 003/2020 - Prêmio de Cultura – Todas As Linguagens; Nº 004/2020 – Prêmio de Cultura Popular e Tradicional e Nº 007/2020 – Premiação Espaços Culturais tiveram suas datas de divulgação de resultados de análise documental prorrogadas novamente. A nova data está prevista para o dia 24 de novembro de 2020. 

Outras informações estão disponíveis no portal da Prefeitura de Garanhuns: https://bit.ly/3pkdOGm

Bolsonaro derruba Patrícia Domingos no Recife, por Amisadai Andrade

Uma questão contraditória agora é o partido da delegada, que recebeu apoio de Bolsonaro, anunciar apoio a Marília Arraes (PT), no segundo turno da capital pernambucana. 



Artigo: O presente grego de Patrícia Domingos

Todos sabemos que a rejeição ao governo Bolsonaro no nordeste não é pequena, segundo pesquisa divulgada no ultimo dia (9) de novembro pelo IBOPE, a rejeição do político na capital pernambucana chega a 50%.

Mas, afinal de contas, o apoio do presidente prejudicou a candidata Delegada Patrícia (Podemos)?

O site O Antagonista apurou que quem convenceu Bolsonaro a entrar na campanha na capital pernambucana foi o presidente da Embratur, Gilson Machado que é um dos responsáveis também pelo fracasso do Aliança pelo Brasil em Recife. Segundo o mesmo site, o assunto foi levado a Bolsonaro durante uma viagem ao Pará, quando o presidente da Embratur integrou a comitiva do Planalto.

O apoio de Bolsonaro causou “racha” na chapa da delegada Patrícia Domingos (Podemos). Após fazer live com o presidente, Patrícia causou desconforto com o Cidadania, partido de seu vice, Leo Salazar.
Nos bastidores do Podemos, a avaliação quase unânime é a de que a “inexperiência política” da delegada pesou e ela “caiu em uma armadilha que decretou o seu destino”.

Antes do apoio do presidente, a candidata chegou a empatar com Marília Arraes (PT) na segunda colocação e ultrapassar o ex-ministro Mendonça Filho (DEM). Com o anúncio do apoio, Patrícia caiu e voltou a quarta colocação.

No final da votação, Patrícia terminou em quarto lugar com 14% dos votos, com quase 90 mil votos a menos que o terceiro colocado Mendonça Filho (DEM) e 110 mil votos a menos que a segunda colocada Marília Arraes (PT). A diferença enorme resultou na queda de Patrícia Domingos.

Fenômeno parecido aconteceu em São Paulo, Celso Russomano apareceu na liderança nas primeiras pesquisas, mas caiu na reta final e foi ultrapassado por Guilherme Boulos (PSOL), justamente quando Bolsonaro manifestou sua preferência por ele.

Cavalo de Troia

O Cavalo de Troia foi um grande cavalo de madeira construído pelos gregos durante a Guerra de Troia. Tomado pelos troianos como um símbolo de sua vitória, foi carregado para dentro das muralhas, sem saberem que em seu interior havia vários soldados inimigos escondidos. À noite, os guerreiros saem do cavalo, dominam as sentinelas e possibilitam a entrada do exército grego, levando a cidade à ruína.

A referência do cavalo de troia ser o presente grego de Bolsonaro, se faz pelo apoio que afundou e tirou qualquer chance de vitória da Delegada e da Direita no Recife. Assim como o cavalo de madeira, o apoio de Bolsonaro veio de última hora, mas bonito com direito a participação de Patrícia e sua live, mas dentro desse cavalo/ apoio tinha uma rejeição ao presidente na cidade que decretou o abandono de quem estava pretendendo votar na Delegada.

Além disso, os votos dos bolsonaristas já tinha dono, Mendonça era o candidato esperado para ter o apoio do presidente, mas não teve.

Em 2022, o presidente precisará de apoios pontuais, mas seu posicionamento de não apoiar quem devia, pode custar muito caro.

Artigo: Amisadai Andrade, do Portal de Prefeitura
Foto: Divulgação

NORONHA ADIA ANÁLISE DA RACHADINHA DE FLÁVIO BOLSONARO

O ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou os pedidos feitos pela defesa do senador Flávio Bolsonaro para anular as provas do caso da 'rachadinha' na Alerj. O julgamento na Quinta Turma, porém, foi suspenso após pedido de vista do ministro João Otávio de Noronha. Segundo o magistrado, ele precisa de mais tempo para ler os memoriais feitos pelos advogados do filho de Jair Bolsonaro. 

O pedido pareceu não agradar Fischer, que demonstrou desconforto com a postergação do caso. Um recurso apresentado por Fabrício Queiroz também foi adiado por solicitação de Noronha.

INFORME SOBRE A LEI ALDIR BLANC

A Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) informa que recebeu, nesta terça-feira (17), um comunicado da Secretaria Especial de Cultura, ligada ao Ministério do Turismo (MTur), relatando problemas no processamento da avaliação da elegibilidade dos trabalhadores do setor cultural (inciso I), no sistema do auxílio emergencial da Cultura na DataPrev.

O ofício de n.º 215/2020, assinado por Aldo Luiz Valentim, secretário Nacional da Economia Criativa e Diversidade Cultural, recomenda a suspensão temporária, por parte dos governos estaduais, dos pagamentos da renda básica por conta de inconsistências no cruzamento de dados feito pela DataPrev, que identificou pessoas físicas cadastradas em outros programas federais de assistência. Algumas dessas pessoas, que estariam inelegíveis para o recebimento do auxílio emergencial da Lei Aldir Blanc, foram consideradas erroneamente aptas a receber o benefício da Cultura.

Como o documento não revela o prazo para normalização desses pagamentos, a Secult-PE ficará impedida de dar prosseguimento aos processos de pagamento até que o MTur e a DataPrev solucionem o problema.

Por fim, a Secult-PE se compromete a cobrar agilidade do Governo Federal na resolução desse problema, a fim de minimizar os transtornos para a classe artística.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.