PE CONTRA O CORONAVÍRUS

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021

NOTA DA CDL SOBRE FERIADO DE CARNAVAL EM GARANHUNS

 

Paulo Câmara empossa Claudiano Martins Filho, novo secretário de Desenvolvimento Agrário


O governador Paulo Câmara empossou, nesta segunda-feira (01.02), em cerimônia no Palácio do Campo das Princesas, o novo secretário de Desenvolvimento Agrário, Claudiano Martins Filho. Ele exerce atualmente o terceiro mandato consecutivo como deputado estadual, cargo do qual pediu licença para assumir a pasta, em substituição ao ex-secretário Dilson Peixoto.

“Nosso Estado tem uma vocação histórica para a agricultura e a agropecuária. É um setor importante, que movimenta a economia em todas as regiões. Temos certeza que Claudiano Martins Filho vai fazer um grande trabalho à frente da secretaria, trazendo investimentos e apoiando todos os setores da agropecuária pernambucana”, afirmou Paulo Câmara.

Natural de Águas Belas, no Agreste de Pernambuco, Claudiano tem 32 anos. Durante sua atividade parlamentar, presidiu a Comissão de Agricultura, Pecuária e Política Rural da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Ele também participou ativamente das comissões de Negócios Municipais, Esporte e Lazer, Ética Parlamentar e Redação Final. Por dois biênios, fez parte da Mesa Diretora da Alepe, como 2º Secretário. Também exerceu a função de vice-presidente da Sociedade Nordestina dos Criadores.

“Minhas pautas sempre foram em defesa do produtor e da nossa agricultura. Agora estou tendo o privilégio e a honra de assumir essa nova missão. O desafio é grande, mas seguirei trabalhando para o fortalecimento desse setor no Estado”, declarou o novo secretário.

Estiveram presentes à solenidade de posse os secretários estaduais Alexandre Rebelo (Planejamento e Gestão), Pedro Eurico (Justiça e Direitos Humanos) e José Neto (Casa Civil), além do presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros.

Fotos: Aluísio Moreira/SEI

SENAI-PE oferece mais de 450 bolsas de estudos para cursos técnicos em todo o Estado

As vagas são para aulas no formato presencial ou à distância. Seleção dos alunos será feita pela nota do ENEM

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial em Pernambuco (SENAI-PE) inicia, nesta terça-feira (02), o período de inscrições para os interessados em concorrerem à uma bolsa de estudos para os cursos técnicos oferecidos pela instituição. Ao todo, estão sendo oferecidas 466 vagas para 14 cursos diferentes, sendo 300 vagas para cursos presenciais e 166 vagas para cursos à distância. As inscrições poderão ser feitas até o dia 5 de fevereiro, mediante preenchimento de formulário disponível no site www.pe.senai.br. As aulas terão início no dia 22 de fevereiro. Outras informações podem ser obtidas no edital do processo seletivo, também disponível no site da instituição.

Podem concorrer às bolsas pessoas de baixa renda que já concluíram o Ensino Médio e que obtiveram média superior a 500 pontos nas edições do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) realizadas nos anos de 2016, 2017, 2018 ou 2019. A seleção para as bolsas será feita a partir da nota dos candidatos, observando-se a quantidade de vagas disponíveis. Há oportunidades para as escolas técnicas da instituição localizadas no Recife (Areias e Santo Amaro), Paulista, Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca, Caruaru, Petrolina e Araripina.

As vagas são para cursos presenciais e para cursos à distância. No formato presencial, os estudantes cursarão até 20% da carga horária em uma plataforma virtual, mas toda a carga horária restante deverá ser realizada na escola. Já no formato à distância (EAD), as aulas são disponibilizadas no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) e há encontros aos sábados, presenciais e obrigatórios. “Os cursos do SENAI são reconhecidos pela sua abordagem prática: os nossos alunos aprendem fazendo. Queremos preparar os melhores profissionais para a indústria e fortalecer o mercado de trabalho”, explica a diretora de Educação do SENAI-PE, Carla Abigail.

O resultado do processo seletivo será divulgado na próxima segunda-feira (08). As matrículas deverão ser realizadas na escola técnica indicada pelo candidato entre os dias 9 e 11 de fevereiro. No ato da matrícula, o estudante deverá apresentar uma autodeclaração da condição de baixa renda e comprovante contendo as notas do ENEM, além das cópias dos seguintes documentos: certificado de conclusão do ensino médio, histórico escolar ou documento da escola; documento de identificação (RG, CNH, Passaporte ou CTPS); CPF; e comprovante de residência. Estudantes com menos de 18 anos devem entregar, também, as cópias do documento de identificação e do CPF de seus pais ou responsáveis.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.