BLUENET - PROVEDOR DE INTERNET

DESTAQUES DO BLOG

domingo, 14 de abril de 2019

DOMINGO DE RAMOS ENCERRA A QUARESMA. SAIBA MAIS!




A quaresma é o tempo litúrgico de conversão, que a Igreja marca para nos preparar para a grande festa da Páscoa. É tempo para nos arrepender de nossos pecados e de mudar algo de nós para sermos melhores e poder viver mais próximos de Cristo.

A Quaresma dura 40 dias; começa na Quarta-feira de Cinzas e termina neste Domingo de Ramos. Ao longo deste tempo, sobretudo na liturgia do domingo, fazemos um esfoço para recuperar o ritmo e estilo de verdadeiros fiéis que devemos viver como filhos de Deus.

A cor litúrgica deste tempo é o roxo, que significa luto e penitência. É um tempo de reflexão, de penitência, de conversão espiritual; tempo e preparação para o mistério pascal.

Na Quaresma, Cristo nos convida a mudar de vida. A Igreja nos convida a viver a Quaresma como um caminho a Jesus Cristo, escutando a Palavra de Deus, orando, compartilhando com o próximo e praticando boas obras. Nos convida a viver uma série de atitudes cristãs que nos ajudam a parecer mais com Jesus Cristo, já que por ação do pecado, nos afastamos mais de Deus.

Por isso, a Quaresma é o tempo do perdão e da reconciliação fraterna. Cada dia, durante a vida, devemos retirar de nossos corações o ódio, o rancor, a inveja, os zelos que se opõem a nosso amor a Deus e aos irmãos. Na Quaresma, aprendemos a conhecer e apreciar a Cruz de Jesus. Com isto aprendemos também a tomar nossa cruz com alegria para alcançar a glória da ressurreição.


40 dias

A duração da Quaresma está baseada no símbolo do número quarenta na Bíblia. Nesta, é falada dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias e Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou o exílio dos judeus no Egito.

Na Bíblia, o número quatro simboliza o universo material, seguido de zeros significa o tempo de nossa vida na terra, seguido de provações e dificuldades.

A prática da Quaresma data desde o século IV, quando se dá a tendência a constituí-la em tempo de penitência e de renovação para toda a Igreja, com a prática do jejum e da abstinência. Conservada com bastante vigor, ao menos em um princípio, nas Igrejas do oriente, a prática penitencial da Quaresma tem sido cada vez mais abrandada no ocidente, mas deve-se observar um espírito penitencial e de conversão.

http://www.catequisar.com.br/

PORQUE A SEMANA SANTA SEMPRE MUDA DE DATA A CADA ANO? COMO SURGIU O CARNAVAL?



A Semana Santa, vivenciada principalmente pelos católicos, inicia sempre no primeiro domingo de Lua Cheia (equinócio) ou um pouco depois, mas nunca antes. Sendo dessa maneira, a cada ano este momento em que o mundo relembra o triunfo em Jerusalém, e depois a morte e a ressurreição de Jesus Cristo, cai em datas diferentes, o que faz com que a Páscoa seja uma espécie de festa ‘’móvel’’ no calendário.

Nos quarenta dias que antecedem o Domingo de Ramos, vive-se a Quaresma, onde os religiosos iniciam o período de orações e preparação para celebrar da ressurreição de Cristo.

Os dias que antecedem a Quaresma foram tomando o formato de festa onde se podia "pecar": Bebidas, comidas, músicas,... Como se houvesse uma liberdade onde seriam permitidos alguns excessos, já que iniciaria a Quaresma e a Semana Santa, para que todos pudessem "pagar os pecados"... E assim nasceu o que hoje é o Carnaval, a Festa da Carne, que precede a Celebração do Espírito, na Semana Santa.

Portanto, não é a Páscoa que acontece 40 dias depois do Carnaval, mas esta festa popular que acontece 40 antes desta comemoração religiosa que começa neste Domingo de Ramos.

Público de estreia da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém cresce 64%






A temporada 2019 da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém começou no sábado (13) registrando um alta de 64% no número de expectadores. Foram 9.700 contra 5.900 na estreia do ano anterior. O espetáculo, realizado no município do Brejo da Madre de Deus (PE), vai até o próximo sábado dia 20.

Os organizadores do evento atribuem essa ampliação significativa no público a redução do valor dos ingressos mais caros de R$ 140,00 para R$ 120,00 (meia-entrada R$ 60,00), intensificação das campanhas nas redes sociais, a exemplo de blogs como este de Ronaldo Cesar, e massificação da publicidade na TV.

“O País ainda sofre com as consequências da crise econômica enfrentada nos últimos anos, em razão disso, resolvemos reduzir o valor dos ingressos como forma de atrair o público”, afirma Robinson Pacheco, coordenador geral do espetáculo. Ele conta que, historicamente, o público da Paixão de Cristo sofre reflexos diretos da conjuntura econômica nacional. “A alta do público pode também está sinalizando que as coisas estão melhorando”, argumentou.

Procurando se adequar aos novos tempos nos quais as mídias socias ocupam lugar de destaque entre os meios de comunicação de massa, a Sociedade Teatral de Fazenda Nova ampliou seus investimentos na divulgação por meio de veículos como Instagram, Facebook, Whastapp e Blogs.

Para isso, não sou dinamizou as postagens em suas páginas e aumento os recursos investidos em impulsionamentos, como também lançou mão do prestígio de influenciadores digitais que possuem grande capacidade de penetração junto aos seus seguidores.

Como resultado disso, já na pesquisa de opinião realizada no primeiro dia, a participação do público que tomou conhecimento do espetáculo por meio da Internet cresceu de 3% para 15%. Outro reflexo disso é que aumentou de 5 para 8% a participação de pessoas vindas do Sudeste, região alcançada apenas pela Internet uma vez que a campanha publicitária convencional é feita no Norte e Nordeste por meio de 2.500 chamadas na TV, rádios e outdoors.

Além disso, este ano a Paixão de Cristo conta em seu elenco principal com artistas com número significativos de seguidores no Instagram como Juliano Cazarré (848 mil), Ricardo Tozzi (1,1 milhão) e Priscila Fantin (800 mil).

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.