governo do estado

segunda-feira, 10 de janeiro de 2022

Paulo Câmara prestigia posse do novo presidente e da mesa diretora do TCE-PE



O governador Paulo Câmara participou, na manhã desta segunda-feira (10.01), da cerimônia de posse do novo presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), conselheiro Ranilson Ramos; e da mesa diretora para o biênio 2022/2023. Na solenidade, realizada no auditório do Centro Cultural do Ministério Público de Pernambuco Rossini Alves Couto, em Santo Amaro, no Recife, também foram empossados a conselheira Teresa Duere (vice-presidente), os conselheiros Valdecir Pascoal (Corregedor), Carlos Porto (diretor da Escola de Contas) e Carlos Neves (Ouvidoria).

“Temos a certeza de que o Tribunal de Contas do Estado, como sempre, está sendo dirigido por um servidor qualificado, conhecedor dos trâmites e da lei. Ranilson Ramos já ocupou diversos cargos e se preparou para mais essa missão, percorrendo todo o estado e quase todos os municípios. Sabemos que o desafio é grande e deixamos aqui o nosso apoio para todos os novos integrantes da nova mesa diretora do TCE”, disse Paulo Câmara parabenizando os novos empossados.

Ranilson Ramos foi nomeado conselheiro do Tribunal de Contas de Pernambuco em 2013, pelo ex-governador do Estado, Eduardo Campos. No TCE, já exerceu os cargos de diretor da Escola de Contas, ouvidor e vice-presidente. “Desde que cheguei neste tribunal tenho tido uma grande experiência com o corpo técnico desta casa. Evidentemente que a missão sublime do TCE é a de fiscalizar e acompanhar os atos dos gestores públicos, mas exerce também o papel de órgão orientador, através da sua Escola de Contas, que terá destaque em nossa administração para estabelecer parcerias com o Estado e os municípios”, enfatizou o novo presidente.


Estiveram presentes a solenidade os secretários estaduais José Neto (Casa Civil), André Longo (Saúde), Lucas Ramos (Ciência, Tecnologia e Inovação), Ernani Medicis (Procuradoria Geral), Tomé Franca (Desenvolvimento Urbano e Habitação), Fernandha Batista (Infraestrutura e Recursos Hídricos) e Marcelo Bruto (Executivo de Planejamento e Gestão). Também participaram o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros, o procurador-geral do Ministério Publico de Pernambuco, Paulo Augusto de Freitas; o presidente em exercício do Tribunal de Justiça de Pernambuco, desembargador Cândido Saraiva; o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco, José Patriota; além de deputados estaduais e federais; e prefeitos e vereadores do Estado.

Paulo Câmara reúne prefeitos para debater ações de enfrentamento à Covid e à alta de casos de Influenza



O governador Paulo Câmara se reuniu, na manhã desta sexta-feira (07.01), por videoconferência, com prefeitos de todas as regiões do estado para compartilhar o atual momento da pandemia da Covid-19 e a aceleração dos casos de Influenza. Paulo Câmara assegurou que a ampliação da rede de leitos de terapia intensiva, do número de testes rápidos e o incentivo à vacinação serão intensificados. O governador solicitou ainda a colaboração dos prefeitos para o reforço no atendimento nas unidades municipais de saúde. Também estiveram presentes na conversa o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota; o procurador-geral do Ministério Público de Pernambuco, Paulo Augusto de Freitas Oliveira; e o secretário estadual de Saúde, André Longo.

“Apresentamos aos prefeitos os dados atualizados tanto da Covid, quanto da Influenza, para que todos estejam cientes da gravidade do momento atual. Voltamos a abrir leitos, adquirimos vans e caminhonetes para ajudar os municípios a vacinar, e também distribuímos testes rápidos. Precisamos também da colaboração de todos para que a atenção básica seja reforçada. Nosso papel sempre será de prestar as informações corretas, as orientações necessárias e dar apoio às prefeituras para proteger e atender a população”, afirmou Paulo Câmara.

As demandas colocadas pelos prefeitos se concentraram na falta de insumos gerada pelo aumento repentino da demanda e na preocupação com eventos privados. “Todos esses pontos estão sendo levados em consideração e serão analisados na reunião do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 na próxima segunda-feira. Uma série de temas serão abordados, inclusive a possibilidade de novas restrições”, concluiu o secretário André Longo.

Divisão do fundo eleitoral abre disputas nos partidos

 



O aumento do fundo eleitoral para R$ 4,9 bilhões deflagrou disputas internas nos partidos pela verba que financiará as campanhas deste ano. Pré-candidatos à Presidência já enfrentam, em maior ou menor grau, a cobrança de parlamentares, interessados na própria reeleição. No PT, Luiz Inácio Lula da Silva é prioridade, mas a sigla vive batalha por “renovação” da bancada. Já o PL, partido acostumado a priorizar a disputa por vagas na Câmara dos Deputados, recebeu o presidente Jair Bolsonaro com a promessa de uma campanha rica.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.