GOVERNO DO ESTADO

quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

EMPREGO / Universidade de Pernambuco abre processo seletivo com 163 vagas e tem para Garanhuns

As oportunidades são para professor auxiliar, com salário de R$ 2.093,40 para 30 horas semanais de trabalho

A Universidade de Pernambuco (UPE) está com uma seleção simplificada para preenchimento de 163 vagas temporárias de professor auxiliar de ensino superior, sendo que 5% foram reservadas para pessoas com deficiência. As inscrições serão encerradas no dia 12 de janeiro de 2021.

As vagas são para profissionais que tenham interesse em atuar nos campi da cidade do Recife e de Nazaré da Mata, Palmares, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Serra Talhada e Petrolina, localizados no estado do Pernambuco. As posições contam com salários de R$ 2.093,40 para 30 horas de trabalho semanais.

Os profissionais selecionados atuarão nos cursos de Administração, Engenharias, Educação Física, Ciências Biológicas, Enfermagem, História, Marketing, Medicina, Odontologia, Letras, Biologia, Matemática, Serviço Social, entre outros.

Processo Seletivo

Os candidatos devem se inscrever diretamente no site da universidade. Não há taxa de inscrição e a seleção tem validade de dois anos, sendo prorrogável. O processo seletivo terá etapa única, de caráter classificatório e eliminatório, que consistirá na avaliação curricular.

Além do Currículo Lattes, o profissional deverá anexar a documentação comprobatória no ato da inscrição. A lista de documentos necessários, assim como os requisitos de avaliação curricular, estão disponíveis no edital.

Com inscrições on-line, Fundarpe lança os editais do Funcultura da Música e do Microprojeto Cultural

Proponentes deverão preencher seus projetos na plataforma Prosas, ferramenta digital que vai permitir a participação nesses editais sem uso de papel e sem sair de casa
O Governo de Pernambuco, por meio da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), lança nesta terça-feira (5) os editais Microprojeto Cultural 2020-2021 e 5º Funcultura da Música 2020/2021. As inscrições para a seleção pública de projetos culturais, que neste ano serão 100% digitalizadas, integram o principal mecanismo de fomento e difusão da produção artística no Estado, o Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura). Criado há 17 anos, o Funcultura tem um modelo de gestão compartilhada que envolve, além da Fundarpe e da Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE), instituições culturais e entidades da sociedade civil representativas da classe artística. Somados, esse dois editais irão ofertar R$ 4,8 milhões para a cadeia produtiva do setor. Incluídos os editais Funcultura Audiovisual e Funcultura Geral, o investimento feito pelo Governo de Pernambuco na seleção de projetos culturais atinge anualmente R$ 32 milhões.

Para participar da seleção dos dois editais, os proponentes deverão estar inscritos no Cadastro de Produtores Culturais (CPC) e ficarem atentos ao período de inscrição de cada um deles. No caso do Microprojeto Cultural 2020-2021, a submissão dos projetos poderá ser feita de 23 de março ao dia 2 de abril de 2021; e do 5º Funcultura da Música 2020/20121, de 3 a 14 de maio de 2021. Ambos terão processo digitalizado de inscrição, por meio do Prosas (prosas.com.br), plataforma que facilita a seleção e o monitoramento de projetos culturais, além de universalizar o acesso ao fomento artístico por meio da internet.

"O Funcultura é a principal ferramenta de difusão cultural do Estado e, como tal, a cada ano reinventa-se e tenta contemplar/incorporar as demandas da classe artística em seus novos editais. A digitalização, uma reinvindicação antiga do segmento cultural pernambucano, já é uma realidade e vai nos permitir a otimização dos processos de seleção e pagamento dos projetos selecionados", ressalta Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe, órgão responsável pelo gerenciamento dos recursos do Funcultura.

MICROPROJETO CULTURAL - Com o objetivo de incentivar a produção de atividades artístico-culturais de baixo orçamento, o Microprojeto Cultural é caracterizado por um edital simplificado em sua forma de apresentação e de prestação de contas, e pode ser elaborado por pessoa física, jurídica sem fins lucrativos ou microempresário individual (MEI). Serão contempladas propostas de indivíduos, grupos e coletivos, formados por jovens (18 a 29 anos) de baixa renda, principalmente, de regiões ou cidades pernambucanas com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH); ou iniciativas de pessoas jurídicas sem fins lucrativos para a população jovem em situação de vulnerabilidade.

Totalizando um valor de investimento de R$ 640 mil, sendo R$ 15 mil o teto para cada projeto, o edital abrange iniciativas que se enquadrem em qualquer segmento cultural e que estejam distribuídos pelas macrorregiões do Estado. Os trabalhos devem ter como foco o desenvolvimento sociocultural do Estado, com a finalidade de promover a cidadania, a transmissão de saberes e a sustentabilidade econômica. Para mais detalhes, acesse: www.cultura.pe.gov.br/editais/edital-funcultura-microprojeto-cultural-2020-2021.

5º FUNCULTURA DA MÚSICA 2020/2021 - O 5º Edital do Programa de Fomento à Produção em Música de Pernambuco, o Funcultura da Música 2020/2021 irá disponibilizar o montante de R$ 4,16 milhões para projetos na área de música, o que garante o desenvolvimento da cadeia produtiva musical em suas diversas áreas. Os recursos são distribuídos em nove categorias: Circulação; Festivais; Gravação; Produtos e Conteúdos; Economia da Cultura; Difusão Da Rede de Equipamentos do Estado, geridos pela Secult/Fundarpe; Manutenção de Escolas de Bandas de Música e Corais; Formação e Capacitação; e Pesquisa. Para mais detalhes, acesse: www.cultura.pe.gov.br/editais/5o-edital-do-funcultura-da-musica-202020121.

CPC - Os produtores interessados em se inscreverem ou regularizarem perante o CPC (Cadastro de Produtores Culturais), terão de fazê-lo, obrigatoriamente, até 14 de março de 2021, para estarem aptos a submeterem projetos nos editais deste ano. O cadastro e a renovação no CPC, deverão ser realizados através do endereço eletrônico cpc.funcultura@gmail.com. Confira o passo a passo para inscrição do CPC: www.cultura.pe.gov.br/pagina/funcultura/passo-a-passo-inscricao.

NOVOS EDITAIS DO FUNCULTURA - Até o dia 15 de janeiro de 20121 (sexta-feira), serão publicados o Edital do Funcultura Geral 2020-2021 e os 14º e 15º Editais do Funcultura Audiovisual.

GARANHUNS / REDE MUNICIPAL DE ENSINO INICIA MATRÍCULAS PARA O ANO LETIVO DE 2021

Secretaria de Educação divulga calendário que se inicia a partir do próximo dia 11 deste mês


A Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Educação, inicia o processo de matrículas para o ano letivo de 2021 da rede municipal de ensino. Os responsáveis pelo cadastrado devem efetivar a matrícula do estudante presencialmente na escola, inclusive com a entrega da documentação. 

Entre os dias 11 e 15 de janeiro, as matrículas serão destinadas aos alunos de continuidade e transferidos entre escolas municipais. De 18 a 27 deste mês, o atendimento será para os novatos e por fim, de 08 a 12 de fevereiro, serão realizadas as matrículas das escolas de pequeno porte no campo e creches. 

A Secretária de Educação Wilza Vitorino registra também os cuidados que se devem ter neste período de pandemia: “Todas as escolas municipais estão preparadas para atender ao público, seguindo as recomendações da Vigilância Sanitária em virtude da pandemia de Covid-19”. 

A educação é uma grande prioridade na gestão do Prefeito Sivaldo Albino, que visa oferecer qualidade de ensino, não deixando nenhum jovem fora da sala de aula. As vagas ofertadas estão distribuídas em todas as escolas da rede municipal de ensino, de forma que as crianças e jovens de Garanhuns tenham o acesso à escola.

Documentação necessária para a matrícula:

1- Requerimento de matrícula, assinado pelos pais ou por responsável do(a) estudante menor, ou pelo(a) estudante maior de 18 anos.

2- Termo de responsabilidade assinado pelos pais ou por responsável do(a) estudante para efeito de compromisso, acompanhamento de frequência escolar e participação no processo de aprendizagem

3- Ficha de perfil socioeconômico da família

4- Termo de autorização de saída do estudante

5- Declaração de utilização de transporte escolar

6- Ficha de solicitação de transporte escolar

7- Ficha de informação do tamanho de fardamento escolar 

8- Transferência de escola de origem (não deve conter emendas e/ou rasuras)

9- Cópia de certidão de nascimento ou da certidão de casamento

10- Cópia do CPF

11- Cópia do comprovante de residência atualizado com o CEP

12- Cópia da carteira de vacinação (Lei Estadual n° 13.770 de 18/05/2009)

13- Cópia do comprovante do tipo sanguíneo e do fator RH do(a) estudante (Lei Estadual n° 15.058 de 03/09/2013)

14- Cópia do cartão do SUS;

15- 2 (duas) fotos 3 x 4 recentes.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.