DESTAQUES DO BLOG

quarta-feira, 10 de julho de 2019

FIG 2019: Celino Melo está na programação do Palco Mestre Dominguinhos

Show do garanhuense será na quinta-feira, dia 25, a partir das 20h



Celino Melo, garanhuense, músico, cantor e compositor, foi um dos protagonistas do 1º Festival de Inverno de Garanhuns em julho de 1991, um dos artistas de Garanhuns mais aplaudidos pelo público, participou de grandes festivais nacionais e regionais da música popular brasileira, como Festivais dos Festivais, e os Canta Nordeste em 1991 e 1993, estes últimos promovido pela Rede Globo, esteve também nos FIGs de 2013, 2015, 2017 e 2018, nos palcos gospel e pop, Natal Luz 2016 e Magia do Natal 2017 e 2018, na cidade de Garanhuns. Com a excelência no seu repertório traz uma nova visão rítmica e arranjos próprios através de uma série de obras autorais e da música popular brasileira, atendendo a um público apreciador da boa música. São mais de 27 anos de sucesso e boas mensagens, que compõe a história e valorização da música regional e popular brasileira e sucessos autorias como “Amigos de Garanhuns” e “Viva Dominguinhos”. 

Celino Melo traz neste show intitulado “Qualquer Canto”, nome de uma das suas canções em parceria com Aldecy Souza, a proposta de resgatar a música popular brasileira no âmbito 29º Festival de Inverno de Garanhuns, destacando um repertório autoral e de clássicos de sucessos nacional e até internacional. 

“Será uma noite especial para mim, para aquecer os corações com boa música e calor humano, é o pré-lançamento do meu novo trabalho que será lançado até o fim do ano, venham e vamos nos divertir, garanto”, diz Celino Melo. 




FIG 2019: Secretaria Municipal de Turismo promove reunião com instituições



A Secretaria de Turismo promoveu, nesta quarta-feira (10), uma reunião com órgãos participantes do 29° Festival de Inverno de Garanhuns, que acontece entre os dias 18 a 27 de julho. O momento foi realizado no Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti e contou com a participação de representantes da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), Hemope/Garanhuns, Corpo de Bombeiros, 9º Batalhão de Polícia Militar, Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec), Detran/PE, Conselho Tutelar, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), além das secretarias de Saúde, Infraestrutura, Cultura, Mulher, Educação e Assistência Social e Direitos Humanos.

A reunião teve o intuito de definir detalhes sobre o evento, com discussão de plano de ações e práticas necessárias para o evento, como fiscalização de estruturas montadas, atividades pedagógicas, efetivo de servidores e organização de fluidez e segurança no trânsito, além do alinhamento de outros serviços.

De acordo com a secretária de Turismo, Neile Barros, o encontro tem o intuito de trazer organização, para que o evento funcione de forma ordenada e segura. “Esta reunião é de muita importância, pois é o momento em que podemos esclarecer as ações específicas e todos ficam cientes de suas atribuições. Também podemos discutir melhorias no que diz respeito à logística dessa grande festa, além de abordar cada ponto da programação, dos atrativos turísticos e tudo o que movimenta a cidade durante esse período”, finalizou

PERNAMBUCO TEM SEIS NOVOS PATRIMÔNIOS VIVOS. UM DELES É MESTRE APRÍGIO!


Numa reunião ordinária, nesta quarta-feira (10), o Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural elegeu os seis novos Patrimônios Vivos de Pernambuco - 2019. São eles: 

- Mestre Saúba (Brinquedos populares e mamulengos, de Jaboatão dos Guararapes); 
- Maracatu de Baque Solto Cambinda Brasileira (Nazaré da Mata); 
- Mestre Aprígio (artesão do couro, de Ouricuri. Era chapeleiro de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião); 
- Mestre Nado (artesão de instrumentos musicais feitos de barro, de Olinda); 
- Assis Calixto (mestre de coco, de Arcoverde); 
e Tribo Indígena Carijós do Recife (Caboclinho, do Recife).

Os saberes de cada mestre, a contribuição para a formação cultural dentro do seu território, o tempo de existência, histórico e questões como a regionalização foram citadas pelos conselheiros, nos seis votos que deram, cada um, aos candidatos inscritos no Concurso deste ano.

Este foi o 14º Concurso do Registro do Patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco – RPV-PE, uma realização do Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe). O objetivo do prêmio é reconhecer, estimular e proteger iniciativas que contribuem para o desenvolvimento sociocultural e profissional dos mestres e das mestras e grupos de notório saber, “almejando a transmissão de seus conhecimentos e de suas técnicas para alunos (as) ou aprendizes, através de programas de ensino e aprendizagem apoiados ou executados diretamente pela Secult-PE e Fundarpe”. 

Os vencedores passam a receber bolsa vitalícia de R$ 1.600 (um mil e seiscentos reais), no caso de pessoa física, e R$ 3.200 (três mil e duzentos reais) no caso de grupos, pessoas jurídicas. 

“Com esses novos seis patrimônios, passamos a contar com 63 patrimônios vivos no estado. É sempre uma alegria reconhecer novos mestres e grupos que tanto contribuem para nossa cultura e, a partir do prêmio, passam a ser protegidos dentro do que executam, como também a ter o compromisso com a transmissão de seus saberes. Nas diversas ações que promovemos, os Patrimônios Vivos são uma presença constante, quase obrigatória, levando não apenas seu folguedo, mas também interagindo com novos públicos e ministrando aulas, participando de rodas de diálogo, dinamizando como nunca antes puderam fazer, a produção da sua arte”, avalia o presidente da Fundarpe Marcelo Canuto.

Gonzaga de Garanhuns foi um dos contemplados com o título de Patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco em 2018.

Com Chico Alencar e o chapéu de Mestre Aprígio, artesão de couro de Luiz Gonzaga
Tive a alegria de ganhar um chapéu confeccionado por Mestre Aprígio, há uns quatro anos, do seu conterrâneo de Ouricuri, Francisco Alencar, Chico. 

Está guardado, e de vez em quando levo para alguma brincadeira nas festas por aí! O chapéu tem a assinatura do Mestre e não posso correr o risco de deixar apagar. E agora o homem é um Patrimônio de Pernambuco!

Papa Francisco aceita renúncia de Dom Bernardino Marchió e nomeia sucessor

O quinto Bispo Diocesano de Caruaru será Dom José Ruy Gonçalves Lopes, transferido da Diocese de Jequié - BA



Nesta quarta-feira (10), a Nunciatura Apostólica no Brasil comunicou a decisão do Papa Francisco em acolher o pedido de renúncia do Bispo de Caruaru (PE), Dom Bernardino Marchió, por motivo de idade, e nomeou Dom José Ruy Gonçalves Lopes como seu sucessor. O comunicado foi feito ao meio dia no horário de Roma (7h no horário de Brasília), e divulgado no site do Vaticano e da CNBB. Dom Dino solicitou à Assessoria de Comunicação da Diocese de Caruaru para publicar a decisão.

Dom Dino, como carinhosamente é chamado, nasceu em Busca, na Itália, em 06 de setembro de 1943. Tendo completado 75 anos em 2018, enviou solicitação de renúncia do ofício, procedimento exigido pelo cânon 401, § 1 do Código de Direito Canônico, promulgado pelo Papa João Paulo II em 1983.

Com a aprovação do pedido de renúncia, o parágrafo 1 do Cânon 402 prevê a emeritude do bispo. Para a Igreja Católica, o processo de emeritude é apresentado como uma espécie de aposentadoria episcopal. A partir daí o bispo emérito fica desobrigado das funções administrativas da Diocese. Isso não significa que ele deixará de ser bispo: até o fim da sua vida continua vinculado à Igreja de acordo com sua Ordem ou Congregação.

Na Diocese de Caruaru houve um caso de emeritude. Em 1992, Dom Augusto Carvalho renunciou o ministério episcopal, tornando-se Bispo Emérito de Caruaru. Seu sucessor, Dom Antônio Soares Costa, foi bispo diocesano de 1993 a 2002, ano de seu falecimento. Em 2002, Dom Bernardino Marchió foi transferido da Diocese de Pesqueira para Caruaru e tomou posse no dia 12 de janeiro de 2003. Durante 16 anos esteve à frente das 19 cidades que compõem a Diocese de Caruaru. Em Pesqueira, Dom Dino pastoreou de 1993 a 2002.

Até a data da posse do novo Bispo, Dom Bernardino Marchió continua como Administrador Apostólico da Diocese.

O NOVO BISPO DE CARUARU

Dom José Ruy Gonçalves Lopes, OFMCap., nasceu no dia 6 de agosto de 1967 (51 anos), em Feira de Santana - Bahia.

Fez seus votos religiosos na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos (OFMCap.) em 10 de janeiro de 1988 (31 anos) e foi ordenado presbítero no dia 5 de dezembro de 1993 (26 anos) em Feira de Santana- BA.

Estudou filosofia e teologia na Universidade Católica do Salvador, cursou a pós-graduação em teologia moral na Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, na Arquidiocese de São Paulo.

Foi pároco em Valéria-BA e capelão no Leprosário de Águas Claras, em Salvador-BA. Foi ainda definidor provincial e ecônomo provincial. Posteriormente foi ministro provincial e vice-presidente da Conferência dos Capuchinhos do Brasil. Era diretor do Colégio Santo Antônio quando foi nomeado bispo de Jequié.

Foi nomeado bispo de Jequié pelo Papa Bento XVI no dia 4 de julho de 2012 e recebeu a ordenação episcopal no dia 7 de setembro desse mesmo ano (6 anos).

Morre Ideraldo, antigo atacante do Sete de Setembro



Recebemos a notícia agora a pouco da morte de Ideraldo, irmão de Joca da PM. Os dois marcaram época jogando pelos clubes de Garanhuns, principalmente no Sete de Setembro. Ideraldo era o ponta direita daquele time que orgulhou a região no final dos anos 80, jogando a primeira divisão do futebol pernambucano.

Fui vizinho da família de Ideraldo na infância/juventude na Vila do Quartel, pessoas sempre muito atenciosas e queridas. 

Ideraldo por muitos anos continuou no futebol, e era dos organizadores do Nove e Meia, tradicional clube de amigos na AABB, que se encontra todos os sábados.

Da época de ouro do Sete, podemos lembrar nomes como Vovô, Piães, Torino, Preta, Márcio, Marcelo, Edmilson, Dezuíto, Zé Maria, Tadeu,... E Ideraldo. Lembro de um jogo contra o meu Santa Cruz que o Sete venceu, com o ponteiro jogando demais, fez o gol da vitória.

Ideraldo sofreu um AVC na semana passada, e estava internado no Recife. Fica com o nome registrado na história do nosso futebol, mas principalmente como cidadão de bem, querido pelos amigos e pela família, aos quais a gente se solidariza neste momento de perda.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.