PE CONTRA O CORONAVÍRUS

quinta-feira, 29 de abril de 2021

COVID-19 / Garanhuns atinge a marca de 30 mil doses



O trabalho não para e o número de doses de esperanças aplicadas só aumenta! Já são mais de 30 mil aqui em Garanhuns! E as equipes da Secretaria Municipal de Saúde seguem trabalhando diuturnamente para garantir a vacinação em primeira e segunda dose da população.

#EstamosJuntosNessaLuta #BoraVacinar

Numeros atualizados da Covid-19

 


Até o momento, a pandemia do novo coronavírus já deixou 149.674.319 contaminados e 3.152.702 mortos no mundo. No Brasil são 14.521.289 contaminados e 398.185 mortos. Os dados são da Universidade Johns Hopkins.

O número de doses de vacina aplicadas no planeta chegou a 1,08 bilhão. No Brasil são 45.182.131 de unidades administradas. Os dados são da Bloomberg (mundial) e de VEJA (nacional).

Chegada da PFIZER no Brasil

Brasil recebe hoje primeiro lote de vacinas da Pfizer | Agência Brasil


O Brasil recebe nesta quinta-feira o primeiro lote com 1 milhão de doses da vacina da Pfizer/BioNTech. O imunizante pode ser aplicado em pessoas a partir de 16 anos, em duas doses, com intervalo de 21 dias entre elas. As unidades serão distribuídas para os 26 estados e o Distrito Federal. Segundo o Ministério da Saúde, a orientação é que sejam priorizadas as capitais, devido às condições de armazenamento do fármaco, que demanda temperaturas muito baixas. Segundo a pasta, a entrega será feita de forma proporcional e igualitária. Devem chegar ao país, até junho, 15,5 milhões de doses do antígeno.



VEJA

Na iminência das 400 mil mortes em decorrência da pandemia, CPI da Covid dá primeiros passos



Com o país prestes a atingir os 400 mil mortos em decorrência da covid-19 — até a noite de ontem, eram 398.343 — a CPI da Covid definirá hoje as primeiras ações de trabalho em meio a embates sobre permanência do relator Renan Calheiros (MDB-AL). A comissão investigará a atuação do governo Jair Bolsonaro (sem partido) no enfrentamento da pandemia e o repasse de recursos aos estados.

A previsão é de que o plano de atuação apresentado por Renan, já levando em consideração sugestões de colegas, seja apreciado. Há a possibilidade de que os senadores votem nesta quinta também parte dos requerimentos protocolados, especialmente para a realização de depoimentos.

Está nos planos da CPI ouvir:
  • Ministros e ex-ministros do governo Bolsonaro
  • Governadores
  • Prefeitos
  • Diretores de laboratórios e especialistas

Também está previsto a demanda de informações a:
  • Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)
  • Ministério da Saúde
  • Polícia Federal,
  • Procuradoria-Geral da República
  • Tribunais de contas, entre outros

O foco dos senadores, porém, deve ser as ações e eventuais omissões da gestão do ex-ministro Eduardo Pazuello. Até o momento, o general foi quem por mais tempo ficou no cargo durante a pandemia, não sem deixar de receber duras críticas por atrasos na contratação de vacinas, falta de insumos para pacientes no SUS (Sistema Único de Saúde) e por falas polêmicas.

A CPI deve se reunir toda terça e, possivelmente, quarta ou quinta, de forma semipresencial, e terá duração de 90 dias, prorrogáveis pelo mesmo período.


UOL

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.