DR. ELENÍLSON LIBERATO

DESTAQUES DO BLOG

sexta-feira, 5 de maio de 2017

CSJD Lança projeto Voe Alto





As melhores histórias são aquelas que deixam aprendizados significativos na vida do ser humano.

Como dizia Paulo Freire "para ler a palavra é preciso basicamente ler o mundo".

Os alunos de todo o ensino fundamental I do Colégio Santa Joana D'Arc foram presenteados com o lançamento do projeto Voe Alto (projeto de leitura envolvendo quatro livros infantis, que serão trabalhados ao longo do ano pelas professoras).

A literatura infantil ao ser trabalhada em nosso colégio, não se confunde com missão pedagógica e sim com o despertar pelo gosto da leitura e conhecimento do mundo e do ser.

A leitura transforma o leitor, organiza-o e propicia um vasto conhecimento de forma global.

Os pais dos alunos saíram felizes ao receber o material do projeto voe alto dos seus filhos.

Mandato de Izaías Régis fechou mais empresas que segundo mandato de Luiz Carlos - Por Wagner Marques



"Sobre os questionáveis dados os quais a Prefeitura de Garanhuns anda estampando através de peça publicitária no formato “back bus”, acerca do crescimento de empresas no município, que teria gerado mais de 3.600 empresas na cidade, entre os anos de 2013 a 2016, existem muitos aspectos a serem analisados e que põem em xeque essa realidade numérica. Nesta postagem, vou trazer apenas o primeiro aspecto:

De acordo com o site Empresômetro MPE http://empresometro.cnc.org.br, que foi a fonte que o governo municipal julgou de caráter oficial, que trata exclusivamente de empresas MPEs (Micro e Pequenas Empresas), quem der uma olhada rápida, e fizer um comparativo nos números de empresas ativas, vai perceber que os números não batem de acordo com os apresentados pela Prefeitura. Todavia, não vou tratar disso agora. Fica para uma outra postagem.

Chamou-me atenção o número de fechamento de empresas (mortalidade). Para se ter uma ideia, no ano de 2012, fecharam 96 empresas em Garanhuns. No ano em que o prefeito Izaías Régis (PTB) assumiu o governo municipal, portanto em 2013, foram fechadas 79. Em 2014, fecharam 74. Sim, parecia ser uma tendência que esses números caíssem. No entanto, no ano de 2015, esses números saltaram para a surpreendente marca de 336 empresas fechadas na “cidade das flores”. Em 2016, foram fechadas mais 166 empresas no município. Portanto, de 2013 a 2016, foram fechadas 655.

Wagner Marques
Esses dados apontam que no primeiro governo do prefeito Izaías Régis fecharam mais empresas do que no segundo governo do prefeito Luiz Carlos (PDT), que foi considerado um governo péssimo por esmagadora parcela da população. Durante os quatro anos do segundo governo de Luiz Carlos, foram fechadas 448 empresas. Ou seja: no governo Izaías fecharam 207 empresas a mais do que no governo anterior.

Até agora, no ano de 2017, em pouco mais de 4 meses, já foram fechadas 31 empresas. Isso equivale, no momento, a um número de praticamente 7 empresas sendo fechadas por mês em Garanhuns. Esses são dados do Empresômetro MPE.

*Wagner Marques é escritor 

Quando usar Por Que, Porque, Porquê e Por Quê?


MAIO AMARELO: Ações educativas e de fiscalização nos municípios da V Regional de Saúde

Ação regional terá lançamento nesta sexta-feira, às 09h, no auditório da FUNASA, em Garanhuns



A cidade de Garanhuns e outros 20 municípios do agreste pernambucano, que compõem a V Gerência Regional de Saúde (Geres) - unidade administrativa da Secretaria Estadual de Saúde (SES), terão programação voltada para o Movimento Maio Amarelo com a intenção de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de acidentados no trânsito. 

Durante todo o mês, serão realizados bloqueios de fiscalização itinerante da Operação Lei Seca em parceria com o Comitê Regional de Prevenção aos Acidentes de Motos de Garanhuns, além de ações educativas em escolas, parques e terminais de ônibus. Em 2016, 80% dos acidentados, nas 21 cidades que compõem a V Geres, estavam envolvidos em colisões com moto. No total, foram atendidas 3.095 vítimas de acidentes de transporte terrestre, sendo 2.454 envolvendo motociclistas. De janeiro a março de 2017, foram 929 vítimas. Destes, 695 acidentados com motos.

Os municípios integrantes da V Regional são Águas Belas, Angelim, Bom Conselho, Brejão, Caetés, Calçados, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Garanhuns, Iati, Itaíba, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro, Lajedo, Palmerina, Paranatama, Saloá, São João, Terezinha. O Movimento Maio Amarelo foi criado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária depois de determinação da Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU) que definiu o período 2011 a 2020 como a Década de Ações para a Segurança no Trânsito.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.