DESTAQUES DO BLOG

DR. ELENÍLSON LIBERATO

sexta-feira, 24 de maio de 2019

Audiência Pública prestigiada debate Desenvolvimento de Garanhuns



A Assembleia Legislativa de Pernambuco, através de sua Comissão de Desenvolvimento Econômico e Turismo, realizou nesta sexta-feira (24) uma Audiência Pública para debater o desenvolvimento de Garanhuns e região. O encontro que foi presidido pelo deputado Erick Lessa, foi uma solicitação do deputado Sivaldo Albino, e aconteceu no auditório da UPE Garanhuns.

Cerca de 200 pessoas, a maioria representando instituições, estiveram presentes, e puderam se manifestar durante as quase cinco horas que durou a Audiência. A presença do Secretário Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, foi muito importante, pois parte do debate teve como pauta o Meio Ambiente, com participações relevantes de Marcos Renato (Codema) e de representantes da Secretaria de Meio Ambiente de Alagoas, que trouxeram a discussão sobre o Comitê da Bacia do Mundaú. Marcos Renato mostrou preocupação com o crescimento desordenado da periferia do município, que está invadindo a zona rural, devastando matas e aterrando nascentes. Destaco também a fala de Reinaldo Junior, do Sindiloja e Sistema Fecomércio, que fez uma síntese de investimentos do SESC e do Senac.

Muito importante também foi a participação das universidades. O reitor da UPE, profº Pedro Falcão trouxe sua equipe de pró-reitores e destacou, como anfitrião, que a instituição está disposta a contribuir para construção de alternativas para a região. Airon Melo (UFRPE/UAG/UFAPE), José Carlos (IFPE) e Nadison Rodrigues (AESGA) também representaram suas unidades de ensino superior. A situação da UFAPE, devido o corte de receitas por decisão do Governo Federal, foi destaque em vários pronunciamentos, todos demonstrando preocupação. O mais enfático foi Pedro Falcão, defendendo a união pela educação e relatando a importância econômica da Universidade Rural em nosso município.

Erick Lessa iniciou com um panorama econômico de Garanhuns e região, estudo realizado pela assessoria da ALEPE. A partir dele, as pessoas puderam contribuir com breves falas ou por escrito. O material colhido será juntado à ata da audiência, e deve embasar a atuação de grupos de estudo, que terão o deputado Sivaldo Albino presidindo, conforme determinação da Comissão Legislativa. A AD-Dipper - Agência de Desenvolvimento de Pernambuco, também esteve presente com um estudo sobre arranjos produtivos regionais.

A prefeitura de Garanhuns esteve representada pelos secretários Janecélia Marins (Desenv. Econômico) e Carlos Carvalho (Planejamento). A Câmara Municipal contou com os vereadores Zaqueu Lins, Audálio Filho e Tonho de Belo. Várias lideranças políticas da região também participaram, muitos deles fizeram uso da palavra. De Garanhuns, registro ainda a presença de Luizinho Roldão e Givaldo Calado, pré-candidatos a prefeito.

Ao final do encontro, todos elogiaram, pois o encontro foi objetivo. O deputado Erick Lessa deliberou na hora algumas situações junto a secretarias e outros órgãos do estado, ajudou a deixar o clima leve e produtivo, com a democratização da palavra e objetividade nas falas.

Assuntos como industrialização, empregos, duplicação da BR-423, comércio, formação profissional, serviços, crescimento urbano, cursos superiores, festivais, clima, produção rural, sustentabilidade e recursos hídricos, transposição do Rio São Francisco, integração regional, entre outros, estiveram contemplados ao final do encontro.

Esta é a importância de uma representação política na ALEPE, que há anos Garanhuns já não contava. Sivaldo Albino está aproveitando bem seu mandato para oferecer à região este protagonismo. Este tempo tem sido importante também para criar e estreitar relações com lideranças e instituições que serão fundamentais neste processo de debate e investimento.

Vamos falar mais sobre a Audiência Pública em nova postagem.

Maio Amarelo no CSJD

Colégio Santa Joana D'Arc, participa efetivamente da campanha maio amarelo.

O Colégio Santa Joana D'Arc participa efetivamente da campanha maio amarelo. Educar é formar cidadãos de valor e a nova geração depende da qualidade de vida e educação que recebemos.

Os alunos do CSJD, juntamente com a AMSTT participaram da campanha Maio Amarelo. Ainda interagiram com o público e intensificaram a campanha nas ruas.

A lição passa e os valores seguem. Educai nossas crianças e adolescentes para que sejam cidadãos éticos e conscientes.

Respeitar o trânsito é valorizar a vida.

CSJD, o diferencial na vida do seu filho(a)!

Mais fotos, clique aqui.

Ministério Público quer afastamento de mais um prefeito em Pernambuco

MPPE requer afastamento por rejeição das contas de 2015, extrapolação do limite de gastos com pessoal e contratações irregulares em Abreu e Lima




23/05/2019 - A Promotoria de Justiça de Abreu e Lima ingressou, no último dia 30 de abril, com duas ações civis públicas requerendo, em caráter liminar, a decretação da inelegibilidade do prefeito de Abreu e Lima, Marcos José da Silva, e do vice-prefeito, Marcos Antônio Peixoto de Siqueira. Na prática, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) pleiteia que ambos sejam afastados dos cargos que ocupam por terem tido as contas do ano de 2015 rejeitadas em segunda instância no Tribunal de Contas do Estado (TCE), o que os enquadraria como fichas sujas.

Além disso, o MPPE também requereu, nas duas ações, que os gestores sejam condenados por atos de improbidade administrativa referentes a ilegalidades como a extrapolação do limite de gastos com pessoal estabelecido pela Lei de Responsabilidade, gerando prejuízo aos cofres públicos; burla ao concurso público em razão da contratação de 911 servidores temporários; e violação a vários princípios da administração pública, ao não prestar as informações exigidas pelo Tribunal de Contas ao longo da apreciação do exercício financeiro de 2015.

Fisioterapeuta da UPAE Garanhuns alerta motociclistas para atenção no trânsito


A Campanha Maio Amarelo busca reduzir os acidentes de trânsito através de meios educativos, para conscientização da população sobre o trânsito seguro. O maior número de acidentados que chegam aos hospitais são de pessoas envolvidas em acidentes de motos, que acabam por lotar emergências e enfermarias. Na grande maioria das vezes, os acidentes poderiam ser evitados com maior atenção e responsabilidade.

Segundo a fisioterapeuta Natálya Vaz, da UPAE Garanhuns, os traumas mais comuns nos condutores de motos são a fratura de tíbia e fíbula distal. "A cada cinco pacientes que buscam a reabilitação, cerca de três deles sofreram este tipo de fratura." - Afirma a profissional.

Conversamos com Antônio Bizarria da Silva, 37, que estava indo para sua 14ª sessão de fisioterapia. Morador do Sítio Riacho, município de São João, o paciente recorda que no dia 07 de dezembro estava pilotando sua motocicleta na zona rural, quando não viu uma lombada feita por moradores, que o levou ao chão. Antônio informou que não havia ingerido bebida alcoólica e usava capacete, além de estar habilitado. Contudo tinha na garupa um idoso de 75 anos, sem capacete, que felizmente, não sofreu nenhum ferimento. No acidente, Antônio quebrou o tornozelo, foi socorrido ao Hospital Regional Dom Moura, depois encaminhado para cirurgia em Caruaru e desde o final de fevereiro realiza sessões de fisioterapia na UPAE Garanhuns. "Fica a lição para prestar mais atenção e tomar cuidado na segurança" - Afirmou o paciente.

Ao ser perguntado se já conhecia os serviços da UPAE Garanhuns, Antônio disse que sua mãe, Luzinete Angélica Bizarria, 74 anos, já realizou cirurgia de catarata na unidade, e que sempre fala muito bem do atendimento que recebeu.

"Antônio chegou à UPAE apresentando dores, edema no tornozelo, rigidez na articulação, e uso de muletas, mas já deve receber alta ao final das 20 sessões de fisioterapia, pois teve excelente evolução. Caso receba alta, outro paciente será chamado para iniciar o tratamento. Não é difícil que seja outro acidentado de moto em busca de reabilitação" - Finaliza Natálya Vaz.

Mano Imóveis participa do Salão Noivas & Festas em Garanhuns

Projeto do prédio da Mano Imóveis, em Garanhuns, que se encontra em reforma


Já diz o ditado "Quem Casa Quer Casa", e é justamente por isto que Mano Imóveis é presença confirmada na terceira edição da 3ª Edição do Salão Noivas & Festas, que acontece este final de semana, nos dias 25 e 26 de maio, das 12h às 22h, no Clube AGA, em Garanhuns.

Os convites já estão disponíveis gratuitamente. Garanta logo o seu!

Mais informações: 
@noivasefestasgaranhuns

Leite materno: 1 litro doado pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia

Na Semana Nacional de Doação de Leite Materno, SES reforça importância do ato



Anualmente, os bancos de leite humano e postos de coleta em todo o país se mobilizam na semana que inclui o dia 19 de maio para reforçar a importância da doação de leite materno, estimulando as mães que estão em período de amamentação com seus bebês a doar o excedente. As atividades de conscientização se estendem ao longo do ano, mas é nesse período que a Secretaria Estadual de Saúde (SES/PE) alerta para a necessidade desse ato de solidariedade. Para se ter uma ideia, um litro de leite materno doado pode alimentar até dez recém-nascidos por dia. 

Em 2018, as unidades pernambucanas coletaram mais de 11 mil litros de leite humano - entre os coletados nos cerca de 15 unidades pernambucanas, entre bancos de leite e postos de coleta. Em relação ao número de doadoras, o Estado pulou, no primeiro quadrimestre de 2019, de 2.090 em 2018 para 2.312 neste ano, o que equivale a 10% de aumento. Apesar do acréscimo, a ampliação no leite distribuído foi de apenas 1,5% (3.238 litros em 2018 e 3.287 litros em 2019) e de crianças beneficiadas, de 2,3% (3.757 em 2018 e 3.847 em 2019). Por isso, é necessário incentivar as mães a fazer parte, permanentemente, dessa rede de apoio. 

Para se tornar doadora, além de ter excesso de leite, a mulher deve ser saudável e não usar medicamentos que impeçam a doação.

Garanhuns precisa de estratégias de desenvolvimento. Pense nisso!

Muito oportuna a Audiência Pública que a Assembleia Legislativa do Estado realiza nesta manhã de sexta-feira, às 10h, no auditório da UPE, sobre o desenvolvimento econômico de Garanhuns, presidida pelo deputado Erick Lessa e solicitada pelo deputado Sivaldo Albino.

Escrevo aqui algumas considerações.

Garanhuns precisa de planejamento de médio e longo prazos, precisa definir suas prioridades, focar nos investimentos, e que, suas principais lideranças políticas entendam que o município é mais importante que suas vontades e divergências políticas ou administrativas.

Explico.

Não dá para entender o desenvolvimento de Garanhuns sem deixar de comparar com outras importantes cidades do interior. Arcoverde tem conseguido avançar com investimento em cultura, boa gestão, e valorização de suas próprias qualidades. Melhorou o trânsito, que é exemplo para dezenas de outros municípios. Valorizou suas feiras, a CECORA tem até internet wi-fi, atraiu bons cursos universitários, com destaque para a UPE e a AESA, inaugurou um terminal regional de passageiros, e construiu uma festa de São João nos moldes de Campina Grande e Caruaru. O Côco virou festa e um produto cultural, enquanto isso não temos nada de reisado em Garanhuns, uma casa, uma exposição. Somente Gonzaga. A produção cultural apoiada por uma lei de incentivo municipal não existe.

Caruaru, de onde vem o deputado Erick Lessa, mantém uma estrutura econômica ao passar dos anos, a exemplo da Feira de Caruaru, cantada por Onildo e Gonzagão, que mesmo precisando ser repensada, ainda é o coração da economia popular da Capital do Forró. Caruaru focou no desenvolvimento urbano, a área de construção civil lembra capitais do Nordeste, e o São João continua o maior do mundo. Focou também na industrialização, e já tem três ou quatro distritos industriais.

Arapiraca, para deixarmos um pouco Pernambuco, precisou se reinventar após a decadência agroindustrial do fumo, coisa que passamos com o café, e sentimos o abalo recente na bacia leiteira. Hoje, a capital do interior alagoano acompanha os passos de Caruaru. Com crescimento urbano ordenado e movimentação econômica que possibilitou também a ter seu Shopping Center.

E Garanhuns? Vamos vivendo de improviso e festas. Não há um planejamento estratégico que perpasse governos.

Quais nossas prioridades? 

Turismo? Não temos estudos, e se temos não chegam nas mãos do Trade. Quantos turistas recebemos nos finais de semana, quem são, o que querem, o que podemos oferecer a mais e como poderíamos explorar melhor este segmento que todos dizem ser nossa principal característica econômica? Assim, vamos vivendo de festas. Precisamos que isto funcione independente de grades de programação.

E por falar nas festas, se somos a Terra dos Festivais, não poderíamos ter acabado com o Garanhuns Jazz, nem outras que renderam bons resultados, como o Jovem Guarda e a FEMUARTE. Quiçá os já longínquos Festivais da Primavera e Oktoberfest. Temos o Natal, um grande acerto que teve continuidade na passagem de governo, e maior incremento na atual gestão, mas isto não daria o direito de por fim ao exitoso Jazz Festival. E o Viva Dominguinhos, que questionado pela família do músico, a gestão municipal ameaçou mudar o nome, descaracterizando totalmente o grande evento homenagem.

Se o Festival de Inverno é nosso maior produto turístico-cultural, precisamos que ele continue por todo ano, seja permanente em museus de imagem e áudios, exposições, prévias, produções de livros, shows, etc. 

Educação? Verdade, desde muito tempo Garanhuns é a terra da educação. Dos colégios às universidades. Vamos portanto estudar como segmento econômico? Se vamos, era para estar todo mundo integrado na luta da UFRPE/UAG/UFAPE, porque está em risco a continuidade da Universidade Federal do Agreste se forem mantidos os cortes na educação anunciados pelo Governo Federal.

Comércio? Se comércio é uma prioridade, então não era para ter deixado o centro da cidade esquecido por tanto tempo. Ainda bem que vem uma reforma por aí, antes tarde do que nunca, mas se colocou uma porção de outros investimentos na frente que não tinham a mesma relevância.

O polo econômico comercial da Duque de Caxias vive à míngua, não tem sequer uma agência bancária, um caixa eletrônico, uma ordenação do trânsito, um banco para sentar enquanto se descansa de compras.

O comércio informal que envolve a agricultura e a venda de seus produtos vem passando por dificuldades. Se a feira é estratégica, não dá para a CEAGA vier em um reforma que não termina nunca. Um prejuízo que ninguém contabiliza, com a queda na movimentação semanal. E a padronização das feiras? O próprio Ministério Público está recomentando que a licitação que contratou uma empresa para este serviço seja cancelada. A assustar a falta de diálogo com os feirantes, que foram pegos de surpresa e muito da negativa foi pela falta de esclarecimento, ampliada depois pelas dúvidas geradas na seriedade da contratação.

A bacia leiteira, nosso grande orgulho. Não temos mais parques de exposição. A indústria do leite vive em uma constante luta com os produtores, preços defasados, importações de leite em pó. Sem contar períodos de seca, quase a provável importação de leite da Nova Zelândia subsidiado pelo governo federal. Se a bacia leiteira é prioridade, não vemos manifestações da gestão municipal pelo seu fortalecimento. Cito isto porque vemos avanços por parte do Governo Estadual, e nosso tema hoje é o desenvolvimento de Garanhuns.

Poderia dar outros exemplos, mas vamos encerrar com mais uma consideração.

Em recente entrevista, o atual prefeito, questionado pelas obras de creches paradas, afirmou que eram do governo anterior. Isto explica muita coisa. Esperamos que os futuros governos tenham um pensamento diferente, que deem continuidade ao que está dando certo, que façam ainda mais investimentos, que deem prioridades ao que pode impulsionar nosso desenvolvimento, e esta reunião de hoje em Garanhuns é um novo pontapé para solucionar estas equações.

Garanhuns precisa de um plano de desenvolvimento integrado, Sivaldo acerta em puxar este debate, sei que muitos vão dizer que é pensando na eleição do próximo ano, independente disto, precisamos debater o município seriamente, e a Assembleia Legislativa dá sua contribuição, seria bom que todos se integrassem e pudéssemos montar este planejamento estratégico, devemos isto às futuras gerações, a exemplo dos nossos filhos, ou vamos ver um novo êxodo como aconteceu nos anos 70, 80 e início deste século, com os nossos jovens indo para Recife para estudar, e ficando para trabalhar, e só retornando para Garanhuns para rever a família nos períodos de festas. Nossas festas, que são realmente muito boas, mas não impulsionam sozinhas uma cidade de 140 mil habitantes, polo de uma região de mais de meio milhão de pessoas.

E por que falamos tanto da gestão municipal, simples, porque ela é a gestão municipal.

Que venha a Audiência Pública sobre o Desenvolvimento de Garanhuns.

Voltaremos ao tema, com mais óticas sobre o tema, a exemplo dos atores que podem contribuir: Deputado Fernando Rodolfo, ALEPE, AD-DIPER, Governos Municipal, Estadual e Federal...

José Queiroz quer curso de Medicina na UPE de Caruaru



O deputado José Queiroz (PDT) usou a tribuna, na Reunião Plenária desta segunda (20), para solicitar a implantação do curso de Medicina no campus da Universidade de Pernambuco (UPE) em Caruaru, no Agreste. Segundo o parlamentar, já há um terreno disponível, doado anos atrás pela Prefeitura. Ele disponibilizou-se a destinar recursos para o projeto via emenda parlamentar.

“Faço um apelo ao reitor da UPE, profº Pedro Falcão, e ao governador Paulo Câmara para que trabalhemos juntos para viabilizar esse projeto, que é o desejo de muitos jovens”, pediu Queiroz, que disse ter sido procurado por um grupo de estudantes da região. O pedetista também informou que Caruaru reúne hoje mais de 30 mil alunos universitários.

No interior do estado, a UPE oferece o curso de Medicina em Garanhuns e Serra Talhada.

BLUENET PROVEDOR DE INTERNET

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.