BLUENET - PROVEDOR DE INTERNET

DESTAQUES DO BLOG

segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Apoio de Rodolfo a candidato de Izaías tem uma condição



Ao fazermos a análise sobre os caminhos que pode tomar o prefeito Izaías na eleição do próximo ano (relembre aqui), dissemos que o deputado federal Fernando Rodolfo apoiaria o candidato indicado pelo prefeito, e não é bem assim, antecipadamente decidido.

Conversei rapidamente com Rodolfo, e há uma condicionante importante para este apoio: O candidato tem que ser consenso, ou seja, deve acontecer a escolha em comum acordo. Com isso, imagino que o nome deve ter a capacidade de unir os grupos e ter competitividade. 

Este consenso já foi pauta inclusive de conversa entre Fernando Rodolfo e Armando Monteiro.

Neste momento, Izaías tem preferência por Haroldo e Fernando, por Silvino, mas acredito, e aí é uma análise do blogueiro, que o nome possa ser ainda outro, pelo consenso, ou de repente, nenhum, cada um segue seu caminho e defende seu projeto eleitoral.

Assim, se eu afirmei que Izaías tem várias opções eleitorais, o deputado federal também, que inclusive analisa a possibilidade de ser candidato a prefeito em Caruaru.

Lucimar vence eleição para presidência do PT em Garanhuns. O que representa?



A professora Lucimar Oliveira venceu a eleição interna para a presidência do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) em Garanhuns, que aconteceu neste domingo (08). Dentre os apoios importantes, o deputado estadual Doriel Barros, federal Carlos Veras e o senador Humberto Costa, todos apoiam a aliança com a Frente Popular de Pernambuco e o governo Paulo Câmara. O resultado foi 204 x 86, contra Eraldo Ferreira, que tinha apoio do pré-candidato a prefeito Helder Carvalho, que por sua vez tem conversado com Marília Arraes, que busca levar o partido para longe do governo estadual e até disputar a prefeitura do Recife.

A eleição em Garanhuns que aconteceu durante todo o dia de ontem (domingo 08).

Lucimar é professora da ativa e é aposentada. Por muitos anos trabalhou na Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Pernambuco – FETAPE, o que a aproxima da atuação de Doriel Barros.

Em tese, imaginamos uma gestão de diálogo, de fortalecimento da união das forças de esquerda em Garanhuns e um trabalho voltado ao crescimento do partido do ex-presidente Lula no município, integrado ao projeto no estado que neste momento tem mais força e representatividade.

Desejamos que o processo eleitoral tenha terminado, e juntos, vencedores e vencidos fortaleçam a legenda histórica da luta dos trabalhadores. 

Deputados condenam ampliação de cota para importação de etanol sem tarifa

CONCORRÊNCIA - Para o parlamentar, a medida “será devastadora para cadeia produtiva nordestina”, que enfrentará preços subsidiados do etanol americano. Foto: Roberto Soares
CONCORRÊNCIA – Para Clovis Paiva, a medida
será devastadora para cadeia produtiva nordestina,
que enfrentará preços subsidiados do etanol americano.
Foto: Roberto Soares

O deputado Clovis Paiva (PP) reagiu, na Reunião Plenária desta quarta (4), à decisão do Governo Federal que ampliou de 600 milhões para 750 milhões de litros a cota de álcool etílico que poderá ser comprada no exterior sem a tarifa de importação de 20%. A mudança consta em portaria do Ministério da Economia publicada em edição extra do Diário Oficial da União do último sábado (31). Para o parlamentar, a medida “será devastadora para cadeia produtiva nordestina”, que enfrentará “concorrência injusta” com o etanol de milho produzido pelos Estados Unidos com subsídios governamentais.
“O Nordeste tem cerca de 60 unidades produtoras e 30% delas tiveram as atividades encerradas nos últimos seis anos. As secas sucessivas e os preços baixos do álcool e do açúcar foram grandes fatores para o desastre ocorrido, mas as políticas errôneas para o combustível que fizeram o setor amargar a maior crise da história. Agora, mais uma vez, decisões sem critério agravam ainda mais a situação”, disse o parlamentar, que pediu a revogação da portaria.
Coordenador da Frente Parlamentar em Defesa do Setor Sucroalcooleiro, o deputado do PP considerou, ainda, que a decisão foi precipitada e tomada sem avaliação dos impactos econômicos e sociais. Ele alertou que os preços do produto serão depreciados, prejudicando não apenas os empresários e funcionários das usinas, mas também os cerca de 22 mil produtores de cana-de-açúcar. Esse setor, segundo ele, é constituído em mais de 95% por agricultores familiares. “São pequenos produtores que têm na cana a sua subsistência e ficarão sem renda suficiente para alimentar suas famílias”, advertiu.
Em aparte, Henrique Queiroz Filho (PL) enfatizou que a atividade econômica emprega milhares de pessoas na Zona da Mata. “Essa produção vem sofrendo constantemente com a desigualdade dos preços da concorrência vinda do Sul de Goiás e agora vai se deparar com a proveniente dos mercados internacionais. São produtos, até mesmo, de baixa qualidade”, enfatizou.
Waldemar Borges (PSB) também sublinhou o impacto da medida no aumento do desemprego. “Os Estados Unidos protegem a produção deles e colocam subsídio para impedir que nosso açúcar chegue lá. Aqui, vamos abrir a concorrência com a nossa, sem nenhuma proteção. Isso é uma covardia, um ato de lesa-pátria”, disse. “É  importante rever essa portaria. Lá não tem isenção para a gente”, endossou Antonio Fernando(PSC).
Para Doriel Barros (PT), “a condução desastrosa da economia pelo Governo Bolsonaro está levando o País ao caos”. “Vamos pedir que os deputados federais possam se manifestar a favor do Nordeste e dos empregos”, instou.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.