GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

quinta-feira, 6 de agosto de 2020

"Mas vamos tocar a vida". Diz Bolsonaro ao falar de 100 mil mortes por covid-19

O presidente Jair Bolsonaro fez a afirmação hoje, em transmissão ao vivo ao lado do ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello.

O Brasil deve atingir a marca de 100 mil mortes por coronavírus ainda nesta semana.

“A gente lamenta todas as mortes, está chegando ao número de 100 mil talvez hoje, é isso?”, disse Bolsonaro.

Pazuello então respondeu que a marca provavelmente será alcançada esta semana.

“Mas vamos tocar a vida, tocar a vida e buscar uma maneira de se safar desse problema”, complementou Bolsonaro.

Fonte: Central de Notícias

EXPRESSO CIDADÃO / Confira os servicos que já voltaram em Garanhuns



Compesa: todos os serviços que já se prestavam antes da pandemia;

Agência do Trabalho: Seguro desemprego;

Receita Federal: CPF;

Detran: todos os serviços que se prestava de antes da pandemia;

Procon : todos os serviços que se prestava de antes da pandemia;

SDS: emissão e entrega de identidade.

Todos os serviços devem ser agendados no site
www.pecidadao.pe.gov.br

E os do Detran, no site: www.detran.pe.gov.br

Sivaldo Albino confirma pré-candidatura a prefeito de Garanhuns

Anúncio oficial aconteceu em Live muito acessada no Facebook





O deputado estadual Sivaldo Albino realizou uma Live na noite desta quarta-feira (05) em seu Facebook, ao lado dos presidentes dos partidos que fazem a Frente Popular no município, onde declarou oficialmente que é pré-candidato a prefeito de Garanhuns. Foi a primeira vez que Albino assumiu publicamente a postulação. A Live aconteceu sob as regras e cuidados de prevenção da pandemia.

O deputado iniciou a Live com um momento de oração pelas vítimas da Covid-19, fazendo também um breve relato de sua atuação parlamentar neste período junto ao Governo do Estado, o que possibilitou diversos investimentos no Hospital Regional Dom Moura, Hospital Nsa. Sra. Perpétuo Socorro, UPAE Garanhuns e também no hospital de campanha do município.

"Estamos aqui ao lado de Dorgival Figueiredo (PSB), Paulo Couto (PDT) e Rafael Peixoto (PSD), e aproveito para agradecer também o apoio do PCdoB, com sua presidente Isabella, para apresentar a Garanhuns nosso nome como pré-candidato a prefeito. Este projeto nasceu da participação de todos, principalmente do meio da sociedade, da população, que assim como nós, também querem a mudança, um novo olhar para Garanhuns, uma nova gestão, mais participativa e eficiente". - Afirmou o pré-candidato a prefeito.

Albino contou um pouco de sua história, nascido em Garanhuns, começou a trabalhar como garçom e depois foi fiscal em uma empresa de transporte urbano. "Foi onde aprendi a ouvir. Conversava com as pessoas, comecei a buscar formas de atender estas necessidades, e o caminho foi a política. Primeiro vereador, presidente da Câmara, e agora deputado, mas já com o pensamento, a vontade e o projeto de ser prefeito da cidade que nasci, para continuar atendendo às pessoas que precisam da presença do poder público municipal" - revela o deputado. Filho de Severino Albino, ex-vereador, Sivaldo registra ter aprendido muito sobre respeito, honestidade e vontade de trabalhar com seu pai.

Deputado Estadual, líder do PSB na ALEPE, Sivaldo Albino falou sobre a sintonia com o ex-governador Eduardo Campos, quando ingressou no partido socialista, e depois com Paulo Câmara, tornando-se um dos interlocutores da região junto ao governo, possibilitando investimentos que melhoraram a vida da população. Esta relação tem sido tão próxima que muitos davam por certa a pré-candidatura de Sivaldo Albino a prefeito de Garanhuns, com o apoio da Frente Popular de Pernambuco. E parece que estavam certos, pelo anúncio que vimos esta noite.

Sem entrar em detalhes, Sivaldo Albino afirmou que estará apresentando um Plano de Governo real, que está sendo elaborado ouvindo importantes setores da sociedade e econômicos. "Garanhuns precisa avançar, priorizar o desenvolvimento econômico aliado ao social. O futuro traz novos desafios, e estaremos prontos para eles, com muita determinação. Saúde, educação, assistência social, turismo, cultura, esporte e lazer, segurança, entre tantos outros assuntos, devem ser debatidos sob um novo olhar, e apresentamos a opção da mudança. Garanhuns precisa de uma nova forma de gestão". - Defendeu.

Ao final, Sivaldo deu um recado aos seus pré-candidatos a vereador e vereadora, para ganharem as redes sociais, mostrarem a força da mudança, e agradecendo aos internautas, reafirmou sua vontade de ser prefeito de Garanhuns, nosso município. E para chegar lá, O Futuro Começa Agora!


quarta-feira, 5 de agosto de 2020

VARANDA RESTAURANTE - GARANHUNS E CARUARU - ANOTE O TELEFONE!






O Varanda é sem dúvidas uma das maiores referências gastronômicas do interior do estado de Pernambuco, em Garanhuns e Caruaru, onde seus clientes dispõem de um espaço agradável e aconchegante, além de um atendimento especializado.

O cardápio do Varanda é completo E VOCÊ PODE PEDIR EM SUA CASA: Sushi, pizzas, carnes, camarões, salmões, e muito mais.

http://www.restaurantevaranda.com.br/web/

Ou procure no Instagram: Varanda Garanhuns e Varanda Caruaru.

STF começa a ver a suspeição de Moro no processo contra Lula

A Segunda Turma do STF atendeu a um pedido da defesa do ex-presidente Lula e retirou a delação do ex-ministro Antonio Palocci da ação em que o petista é acusado de receber um imóvel de 12 milhões de reais da Odebrecht. 

O sigilo do depoimento de Palocci foi levantado pelo então juiz Sergio Moro às vésperas das eleições de 2018, o que, segundo a defesa, representou quebra de imparcialidade do magistrado. Para Ricardo Lewandowski, Moro "violou o sistema acusatório" e influenciou, "de forma direta e relevante", no resultado da eleição. 

Outra ação que pede a suspeição do ex-ministro no caso Lula também será julgada pela Segunda Turma em breve.


REVISTA VEJA

CAPAS DE JORNAIS DO BRASIL - As principais notícias do dia


Capa do jornal Folha de S.Paulo 05/08/2020

*****
Capa do jornal O Estado de Sao Paulo 05/08/2020

*****
Capa do jornal O Globo 05/08/2020

*****
Capa do jornal Estado de Minas 05/08/2020

*****
Capa do jornal Diario de Pernambuco 04/08/2020

*****
Capa do jornal Folha de Pernambuco 05/08/2020

*****
Capa do jornal Jornal do Commercio 05/08/2020

*****
link da postagem: https://bityli.com/MLjLA

GARANHUNS / Sivaldo Albino faz Live e deve apresentar candidatura a prefeito, nesta quarta-feira (05)



Fim da Expectativa. Nesta quarta-feira (05), às 19:40h, o deputado estadual Sivaldo Albino (PSB) vai se pronunciar, em Live no Facebook, sobre a sua possível candidatura a prefeito de Garanhuns. Caso anuncie pela candidatura, esta se tornará oficial após as convenções do PSB, PDT e PSD. Outros partidos também devem compor a coligação majoritária da Frente Popular de Garanhuns.

O pronunciamento de Sivaldo Albino será acompanhado pelos presidentes dos partidos aliados e alguns representantes da imprensa, atendendo às regras de prevenção ao Covid-19. Segundo o deputado, embora o anúncio seja político e de interesse geral, ainda não é hora para aglomerações.

Sivaldo Albino é deputado estadual, líder do PSB na Assembleia Legislativa, e tem se destacado por sua atuação decisiva na conquista de investimentos para Garanhuns, principalmente no combate à pandemia do Covid-19. Além disso, sua aproximação com o Governo do Estado e os apoios no município, inclusive de importantes setores da sociedade e representantes dos trabalhadores e da população em geral, levaram as lideranças dos partidos a defenderem seu nome para concorrer à Prefeitura de Garanhuns nesta eleição.

Portanto, a expectativa acaba às 19:40h! Se ligue nas redes sociais do deputado.

SERVIÇO:
Live do Deputado Estadual Sivaldo Albino (PSB)
Onde? Facebook e Instagram 
Que horas? 19:40h

terça-feira, 4 de agosto de 2020

PRAIA, POR QUE NÃO?


Matéria de VEJA desta semana mostra como a praia, se usada com cuidado, pode fazer bem em tempos de pandemia. Isso porque, como explica o professor da Faculdade de Medicina da USP Paulo Saldiva, "em ambientes abertos e onde costuma ventar, como as praias, mantendo as regras de segurança, o risco de infecção é muito baixo". 

Para o coordenador do Observatório Covid-19 da Fiocruz, Carlos Machado, em vez de vetar, como fez o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, "o ideal seria criar um plano de convivência que reduza os riscos e ajude a promover a saúde". Mas é importante ressaltar: para a reabertura das praias dar certo é preciso regras claras e colaboração dos frequentadores.

CPC SESC Garanhuns promove lives sobre Teatro, Literatura, Música e Artes Visuais em agosto

Programa Conexões Artes Sesc acontece sempre de terça a sexta, às 17h, com transmissão pelo perfil oficial do Sesc Pernambuco no Instagram. Primeira série tem início nesta terça (04)



O CPC – Centro de Produção Cultural, Tecnologia e Negócios do Sesc em Garanhuns, realiza neste mês o programa “Conexões Artes Sesc”, uma série de 16 lives em que instrutores de atividades artísticas do CPC irão realizar conversas virtuais com colegas de outras unidades do Sesc PE, em uma troca de saberes e fazeres. As lives serão realizadas sempre de terça a sexta, às 17h, pelo perfil oficial do Sesc PE no Instagram (@sescpe).

A troca de experiências, os diversos olhares sobre as práticas do campo da arte, o estabelecimento de pontes de conhecimento e a consolidação dos processos de aprendizado, fluição, territorialidade, diversidade e fomento, à luz das diretrizes do Programa de Cultura do Sesc PE, nas linguagens de teatro, literatura, música e artes visuais, são apenas alguns objetivos do programa “Conexões Artes Sesc”.

A primeira semana de lives começa nesta terça (04), entre os professores de teatro do CPC, Yalle Feitosa, e do Sesc Ler Surubim, André Chaves. Eles vão conversar sobre “O Desenvolvimento Pedagógico no Ensino, Experimentos e Pesquisas para a Cena”. Na quarta (05), “A Produção Literária em Seu Território” é o tema da discussão entre as professoras de literatura Marcilene Pereira, do CPC, e Ariane Samila, do Sesc Petrolina.

Na quinta (06), o espaço vai ser da música com Patrícia Van Der Linden, do CPC, e Anselmo Souza, do Sesc Ler Goiana. Em discussão “O Ensino da Música e os Suportes da Tecnologia”. Na sexta (07), Morgana Brandão, professora de artes visuais do CPC, e Patrícia Lauriana, professora de artes do Sesc Santo Amaro, abordam as “Experimentações a partir das Tecnologias Virtuais”. A programação completa está no site do Sesc PE.

“No atual cenário de distanciamento pela qual passa a sociedade, um novo mundo de possibilidades se abriu com a pandemia. Nós nos reinventamos à luz da necessidade de partilhar o conhecimento e de mantermos os nossos alunos em permanente aprendizado. E o ‘Conexões Artes Sesc’ é parte de um programa de formação artística que utiliza as mídias sociais. Acredito que o mundo virtual dentro do Sesc veio para ficar e ampliar nosso olhar para outros territórios”, afirma Carminha Lins, gerente do CPC.

segunda-feira, 3 de agosto de 2020

Bolsonaro admite criar novo imposto


A criação de um novo imposto no país recebeu o aval do presidente Jair Bolsonaro. Ele disse ter autorizado o ministro da Economia, Paulo Guedes, a propor um novo tributo sobre transações financeiras, similar à antiga CPMF, com a condição de não aumentar a carga tributária do país.

O presidente citou a redução do Imposto de Renda, a desoneração da folha de pagamento ou a extinção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) como possíveis medidas compensatórias.

Entretanto, Bolsonaro deu sinais de que pode recuar se a proposta de Guedes não convencer. “Se o povo não quiser, então deixa como está”, disse a jornalistas, ao parar em padaria durante passeio de moto em Brasília.

Guedes acredita que terá apoio dos partidos do centrão na Câmara dos Deputados. Porém, o presidente da Casa, Rodrigo Maia, se opõe à nova tributação: “Não é apenas aumento da carga tributária. Tem todo o impacto negativo na economia”.

Outro olhar: especialistas afirmam que é difícil estabelecer que desonerações seriam necessárias para compensar a criação do imposto. Também indicam que não é possível garantir que a carga tributária não será elevada no momento em que o governo precisa arrecadar mais para fechar as contas públicas.

Nota do Gabinete do Prefeito Izaías Régis

Sobre a notícia do TCE que, através da segunda câmara daquele tribunal, emitiu parecer prévio pela rejeição da prestação de contas do prefeito Izaías Régis, referente ao ano de 2017, recebemos a seguinte nota do prefeito.



"Foi noticiado que as contas do prefeito de Garanhuns, relativos ao exercício de 2017, foram rejeitadas pela primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE). 


Foram apontados pelo TCE, para o julgamento irregular da gestão, os seguintes fatos, extrapolação da despesa com pessoal superior a 54% (cinquenta e quatro por cento), previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal, e o não repasse das contribuições previdenciárias ao Instituto de Previdência dos Servidores de Garanhuns (IPSG).


Esclarecemos que, no ano de 2017, a gestão municipal foi pega de surpresa com ordem de sequestro de R$ 10.750.000,00 (dez milhões setecentos e cinquenta mil reais), ordenadas pelo Egrégio Tribunal de Justiça, o qual impactaram as execuções orçamentárias no presente ano. 


Tal bloqueio, inviabilizou naquele momento, o repasse integral das contribuições previdenciárias patronais ao IPSG, e bem como, aumentou o índice de despesas com pessoal relativo à Receita Corrente Líquida, o que levaria a determinações de demissões, cortes e até atrasos de folhas salariais, o que penalizaria os servidores e serviços públicos.


No entanto, foram tomados os necessários contingenciamentos de recursos, e usos destes, para garantia do pagamento das folhas salariais, o que foi feito rigorosamente em dia. 


Salientamos que somente em dezembro de 2017, a então ministra presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmen Lúcia, determinou a suspensão do bloqueio, o  que somente foi executado pelo TJPE no ano de 2018. De forma que, imediatamente, foram regularizados os repasses de contribuições ao IPSG, e também retornando a despesa de pessoal ao seu permissivo legal.


Infelizmente, em face da pandemia, tais documentos não foram submetidos ao crivo do TCE, o qual após publicação da decisão, estará a defesa interpondo os recursos cabíveis, o(s) qual(is), após a devida apreciação dos ínclitos Conselheiros, certamente modificará a decisão recorrida.


Gabinete do Prefeito Izaías Régis Neto"

GARANHUNS / Contas de Izaías Régis são rejeitadas pelo Tribunal de Contas (TCE)



Repercute em Garanhuns a decisão da primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que emitiu parecer prévio pela rejeição das contas do prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), pelo exercício de 2017.

A informação é do Blog do Jamildo, do Sistema Jornal do Commercio. Segundo o jornalista, são muitos problema na prestação de contas do prefeito relativo ao ano de 2017, a maioria referentes a repasses previdenciários.

Izaías deve deixar a prefeitura no final do ano e preparar sua campanha para deputado estadual, mesmo tendo dito ao longo dos anos que deixaria a política. Caso o TCE mantenha a rejeição das contas e a Câmara acompanhe o entendimento do tribunal, o prefeito pode ficar inelegível, sendo incluído na Lei de Ficha Suja.


Compartilhe esta notícia em suas redes sociais.

EM TRANSMISSÃO ON-LINE, PAULO CÂMARA EMPOSSA LUCAS RAMOS COMO SECRETÁRIO

Solenidade remota é a primeira da história no estado para posse de secretários



Nesta segunda-feira (3), o governador Paulo Câmara empossou o novo secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco, Lucas Ramos (PSB), em solenidade no Palácio do Campo das Princesas, transmitida on-line, através do YouTube. Sendo a primeira na história do Estado que uma cerimônia foi realizada desta forma. Ainda contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros (PP) e do ex-secretário da pasta, que reassume o mandato na Alepe, Aluísio Lessa (PSB).

O novo secretário destacou a importância do desenvolvimento do setor, ampliando o diálogo com diversas áreas. “Vamos fazer um pacto pelo uso e disseminação consciente da tecnologia como meio de nos aproximar de uma grande rede - setores produtivos, academia, centros de pesquisa e Governo, criando oportunidade para todos aqueles que sonham em transformar nossa sociedade para melhor através da inovação”, afirmou.

Lucas Ramos agradeceu a oportunidade e o convite feito pelo governador. “Nos sentimos honrados em fazer parte dessa equipe de secretários de Estado e confiança do poder executivo em escolher um sertanejo de petrolina em uma pasta tão estratégica para apoiar o crescimento sustentável de Pernambuco. Seguiremos com grande disposição de fomentar o desenvolvimento do nosso Estado por igual, do Sertão ao cais”, disse.

Ao empossar Lucas Ramos, o governador reforçou o compromisso de continuar impulsionando o desenvolvimento do setor no Estado. "Pernambuco vai continuar avançando, se nós tivermos definições muito claras de onde queremos chegar. Apostar em ciência, tecnologia e inovação é apostar no futuro, nas soluções e no enfrentamento às grandes questões nacionais, e isso nós sempre fizemos", destacou.

sábado, 1 de agosto de 2020

NOTA OFICIAL DO JUIZ DR. PIERRE SOUTO MAIOR



Meu nome é Pierre Souto Maior Coutinho de Amorim, tenho 46 anos, dos quais quase 18 dedicados à magistratura. Também sou professor de direito processual penal há mais de 14 anos, primeiro na graduação e depois na pós-graduação em direito na faculdade ASCES e tenho alguns escritos publicados nessa área.

Nesses quase 18 anos de magistratura, todos exercidos na área penal, nunca sofri qualquer tipo de punição administrativa, sequer tive qualquer procedimento disciplinar aberto contra mim.

Pois bem. Na última terça-feira, dia 28 de julho de 2020, na condição de juiz coordenador do 6º pólo de audiências de custódia, na comarca de Caruaru-PE, tive a tarefa de analisar a situação de 10 presos em flagrante.

No referido pólo, não tenho assessores, nem estagiários, faço pessoalmente todas as minhas decisões.

Sentei-me para iniciar o trabalho logo às 09 horas, pois o expediente forense só iria até as 13 horas em razão da pandemia. Após ler todas as peças que documentavam as prisões, passei a redigir as decisões.

Dentre os 10 presos daquele dia, entendi que 2 (dois) deles estavam em situação de prisão ilegal, pois não caracterizada a flagrância real que autorizaria a entrada da polícia na residência dos autuados. Tal entendimento tem respaldo em sólida jurisprudência do STF e STJ, conforme fiz constar. 

Fiz a primeira decisão de relaxamento de prisão, em relação ao preso José Felipe da Silva Neto e assim resumi sua situação:

“Pelo que consta na narrativa das testemunhas, Diego Lima e Álvaro Oliveira, ambos policiais, o autuado estava em “atitude suspeita”, na frente de sua casa, quando foi flagrando numa “comercialização” de droga. Teria tentado entrar em sua residência, mas foi preso ainda do lado de fora. Em seguida, os policiais entraram na residência do autuado e lá encontraram 34 pedras de crack e demais materiais apreendidos.

Note-se que os policiais não esclarecem, em seus depoimentos, qual a “atitude suspeita” do atuado, muito menos como se deu a “comercialização” da droga. 

Perceba-se que nenhuma droga foi apreendida com o autuado, que estava em frente à sua residência. Portanto, pelo que consta nos autos, não havia qualquer sinal exterior da prática de delitos que autorizasse o ingresso no domicílio do autuado sem o seu consentimento.

Aliás, o autuado, em seu interrogatório, nega veementemente que estivesse traficando, afirma que não estava na posse de droga alguma e que não deu autorização para que os policiais ingressassem em sua casa. Assumiu a propriedade da pouca droga encontrada em sua casa, como de seu uso pessoal.”

Após assim considerar, elenquei os textos legais e constitucionais aplicáveis à espécie, colei jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça, perfeitamente aplicável ao caso, e determinei o relaxamento da prisão.

Na parte dispositiva da decisão, escrevi o seguinte: “Comunique-se à Autoridade Policial para que proceda à imediata devolução dos bens apreendidos ao autuado, mesmo o entorpecente, com remessa a este juízo de cópia do respectivo Termo de Devolução.”

Como se pode notar facilmente, houve erro de digitação ou o corretor modificou a palavra desejada por mim, na parte que excepciona a devolução geral dos bens do preso. Em vez da palavra “menos o entorpecente”, ficou constando “mesmo o entorpecente”. Se desejasse que houvesse devolução integral dos bens apreendidos, bastaria eu ter dito apenas isso, sem qualquer ênfase ou outra explicação. 

A função gramatical primordial do aposto explicativo é justamente excepcionar a regra geral. Portanto, já era bastante óbvio que havia um erro de escrita ou de correção automática do texto, mudando a palavra “menos” para “mesmo”.

Nesses quase 18 anos de magistratura, já relaxei dezenas de prisões em flagrante, inclusive por tráfico de drogas, e nunca determinei a devolução de drogas aos presos, por ter, penso eu, algum conhecimento da legislação em vigor.

Logo após finalizar essa decisão, outro preso, Jarlan da Silva Santos, dentre os 10 daquele dia, estava em situação que me pareceu bastante similar e usei a decisão anterior, para o José Felipe da Silva Neto, como base para a próxima. Deixei a parte dispositiva exatamente igual à anterior, pois eram casos praticamente idênticos.

Fui ao fórum pessoalmente já às 13 horas para assinar as decisões. Tudo transcorreu naturalmente.

Já na quinta-feira, pela noite, próximo às 23 horas, recebi telefonema de meu irmão, que é Delegado de Polícia, informando-me que uma decisão minha estava sendo divulgada em grupos de whatsapp, com severas críticas, porque eu teria mandado devolver drogas ao preso liberto.

Neguei que tivesse dado tal decisão e, após meu irmão insistir, pois dois escrivães de polícia garantiam que o texto das decisões assim dizia, abri meu computador e, só então, percebi o erros de digitação nas duas decisões, que também não foi percebido, repita-se, por ninguém até o momento.

Logo cedo, na sexta-feira, proferi duas decisões idênticas, corrigindo as anteriores, com o seguinte teor: 

“Verifico que houve erro material na decisão que apreciou a prisão em flagrante de Jarlan da Silva Santos, na parte dispositiva, quando constou a expressão “mesmo o entorpecente” em vez da ressalva desejada por este juízo, que seria “menos o entorpecente”, eis que se trata, como é de notório conhecimento, de substância de uso proscrito.

Dessa forma, com as escusas deste magistrado, comunique-se esta correção, com urgência, ao Delegado de Polícia responsável, servindo a própria decisão como ofício.”

Entrei em contato com a servidora do pólo de audiências de custódia e pedi que encaminhasse as decisões com urgência.

Por diligência e boa-fé dos dois escrivães de polícia, que perceberam o erro de digitação, não houve a devolução das drogas apreendidas e as decisões de correção foram cumpridas, não havendo maiores problemas para o inquérito ou para a sociedade.

Tais erros poderiam ter sido corrigidos já no mesmo dia em que proferi as decisões, caso a pessoa que as divulgou na imprensa tivesse entrado em contato comigo ou com a servidora do pólo de audiências de custódia.

No entanto, para minha surpresa, ao longo do dia de ontem, sexta-feira, a imprensa em geral, blogueiros e outros agitadores de redes sociais, passaram a divulgar a notícia de que eu havia determinado a devolução de drogas aos presos, mesmo com as decisões de correção de erro material já publicadas.

A partir daí, houve uma avalanche de escárnios contra minha pessoa, com invasão de minhas redes sociais, capturas de fotos minhas e de minha família, com execração pública que me deixou perplexo e muito entristecido.

Ao final do dia, sou surpreendido com a notícia de que o Conselho Nacional de Justiça abriu um procedimento administrativo me colocando como investigado.

A situação toda me parece surreal. Estou sofrendo toda essa exposição de maneira bastante injusta e cruel. Além do equívoco na digitação da palavra “menos”, nada há de errado em minha conduta. Com serenidade, farei minha defesa perante os órgãos da corregedoria.

Finalizo citando o imortal Capiba, para dizer bem alto que a injustiça dói, mas somos madeira de lei que o cupim não rói.

Caruaru, 01 de agosto de 2020.

PIERRE SOUTO MAIOR COUTINHO DE AMORIM

sexta-feira, 31 de julho de 2020

Nota Oficial da ALEPE sobre operação da PF

Nota da Alepe sobre a operação da PF realizada nesta quinta-feira (30):

A Assembleia Legislativa de Pernambuco esclarece que:

- Todos os contratos firmados respeitam a legislação vigente e passam por um criterioso processo de avaliação e controle da procuradoria e auditoria.

- Estamos à disposição das instituições de fiscalização para colaborar com o esclarecimento dos fatos.

ALEPE.

quinta-feira, 30 de julho de 2020

GARANHUNS / Campanha Nosso Gás de Solidariedade distribui botijões de gás para famílias carentes

Ação está ligada ao Mãos Solidárias, que pretende estender ação para cidades no Sertão e Região Metropolitana do Recife
Lucila Bezerra / Brasil de Fato



Na última quarta-feira (29), foi realizada em Garanhuns a primeira ação da campanha ”Nosso Gás de Solidariedade”, como parte das ações do Mãos Solidárias. A iniciativa distribuiu 150 botijões de gás à preços acessíveis para pessoas de bairros periféricos do município como uma resposta aos aumentos do preço do gás de cozinha pelas mudanças na política de preço da atual gestão da Petrobrás e se posicionando contra a privatização da estatal.

A campanha Mãos Solidárias já vinha realizando doações de cestas básicas para 150 famílias em Garanhuns, mas muitas delas passaram a relatar que não tinham como cozinhar esses alimentos por não conseguirem comprar o gás de cozinha devido aos aumentos consecutivos no preço do produto.

“A gente sabe que na sociedade que a gente vive não existe uma classe trabalhadora, um ramo, uma categoria que trabalha sozinha, o professor precisa da gasolina para abastecer o automóvel e ir trabalhar, o agricultor precisa do gás de cozinha para cozinhar”, afirmou Uedislaine Santana, vice-presidenta da Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco (CUT-PE) e coordenadora do Mãos Solidárias. Ela reafirma que acredita que tratar de solidariedade envolve esse debate. “Não seria viável falar de solidariedade, falar de classe trabalhadora, e não se envolver nessa luta contra a privatização da Petrobrás enquanto uma riqueza do nosso país”, disse.

A campanha inicialmente organizou 250 voluntários e distribuiu 9.000 marmitas solidárias. Com o passar do tempo e a interiorização da doença que hoje tem como epicentro em Pernambuco o Agreste e o Sertão, passaram a realizar doações de cestas básicas e botijões de gás para as famílias em situação de vulnerabilidade. Além disso, a ação visa refletir sobre como os governos municipais, estadual e federal vem pensando ações de proteção do povo e em defesa à vida.

“As políticas públicas não estão chegando até essas pessoas. e em período de pandemia isso fica mais evidente, algumas campanha que tinham de solidariedade aqui no Agreste Meridional pararam, então a gente teve essa consciência de que não podia parar”, afirmou Uedislaine, que percebe que as necessidades aumentaram nesse período, “Tem muita gente nas periferias que não tem um emprego, então já é difícil elas terem o alimento, imagina ainda ter o dinheiro do gás de cozinha que está a R$100,00, que é um valor inacessível para quem tem dinheiro, imagina para quem não tem”.

A iniciativa que em breve deve chegar a Caruaru, Recife e Petrolina mostra a importância do diálogo para entender as necessidades das famílias atendidas para acolher dar resposta a essas questões. “Ver o sorriso das pessoas, crianças comemorando porque vai ter o que comer, ver um idoso dizendo que vai poder cozinhar as três refeições é sem tamanho a gente poder oferecer e ver no olhar das pessoas que elas se sentem acolhidas”, falou.

Em Garanhuns, o Mãos Solidárias, além do apoio das organizações ligadas á Frente Brasil Popular, também é uma realização da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Pernambuco (FETAPE), Coletivo Motirõ, Instituto Manuel Santos, Instituto Raízes, Associação dos Docentes da Universidade Federal Rural de Pernambuco (ADUFERPE), Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (UFAPE), Residência Multiprofissional em Saúde da Família com ênfase em Saúde do Campo – UPE e da Fundação Luterana de Diaconia através do Programa de Pequenos Projetos – PPP.

Para quem quiser doar alimentos ou itens de higiene pessoal, as doações estão sendo recebidas no Centro de Formação Luiz Inácio Lula da Silva/Subsede da FETAPE, localizada na Avenida Duque de Caxias, 258, no bairro de Heliópolis. Para quem optar pela doação em dinheiro, a conta disponibilizada pela campanha é:

Banco do Brasil:
Agência: 0067-1
Conta Corrente: 263478-3
Associação Técnica para o Desenvolvimento da Agricultura Familiar
CNPJ:10.812.610/0001-43

Edição: Vanessa Gonzaga

SALÁRIOS / Governo do Estado divulga calendário de pagamento dos servidores referente ao mês de julho


O Governo de Pernambuco, mesmo diante dos desafios impostos pela pandemia do novo coronavírus, vem unindo esforços para honrar os seus compromissos junto ao funcionalismo público estadual. Neste sentido, o governador Paulo Câmara divulga o calendário de pagamento de todos os servidores do mês de julho. Os aposentados e pensionistas irão receber no próximo dia 06 de agosto. Já os servidores ativos e comissionados terão o pagamento efetuado no dia seguinte, 07 de agosto.

quarta-feira, 29 de julho de 2020

Garanhuns: MPPE ajuíza ação civil para suspensão do processo licitatório de serviços nas feiras livres


29/07/2020 - O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) ajuizou, nesta quarta-feira (29), uma ação civil pública, na Vara da Fazenda Pública da Comarca de Garanhuns, para que o município suspenda de imediato o novo processo licitatório que visa a concessão de serviço para padronização das bancas, gestão, organização e manutenção das feiras livres realizadas em espaços públicos da cidade, demonstrando irregularidades no edital de licitação nº 28/2020 (Concorrência nº 06/2020).

Segundo apuração do MPPE, os feirantes locais se insurgiram contra o fato de a administração municipal não ter ouvido os mesmos antes da elaboração do novo termo de referência e do respectivo edital, o que permitiria uma melhor ampliação das discussões acerca de temas importantes para o regular funcionamento das feiras livres na cidade, evitando erros na especificação do objeto do edital.

Os feirantes reclamaram de vários pontos no texto do novo edital. Um deles é não considerar o menor preço das bancas cobrados dos feirantes como critério de classificação das empresas, repetindo o edital anterior e contrariando o que a Prefeitura teria acertado com os feirantes. Ressalta-se que os preços das bancas no novo edital estariam altos, em desacordo com a situação financeira dos feirantes.

“A reivindicação dos noticiantes procede, ao passo que, a exemplo da licitação anterior, que continha irregularidades semelhantes, o edital de licitação objeto dos autos também não observou esses detalhes que podem inviabilizar o funcionamento das feiras. Não só em aspectos técnicos, mas também aspectos práticos, tais como valores das bancas”, analisou o promotor de Justiça Domingos Sávio Agra.

“A não observância da realidade e de maneira especial a condição financeira dos feirantes tende a inviabilizar a curto ou médio prazo a realização das feiras, uma vez que os feirantes são, em grande parte, pessoas que trabalham na informalidade, a maioria pequenos agricultores, cujo único sustento vem da venda dos alimentos que produzem em suas pequenas propriedades e que são comercializados nas feiras que acontecem no município ao longo da semana”, frisou o promotor de Justiça. “Também não é bom para a sociedade que se diminua drasticamente a quantidade de feirantes, pois isso afetaria diretamente a quantidade de produtos ofertados, o que elevaria os preços dos produtos comercializados”, concluiu ele.

Desde o início de toda a discussão sobre a administração das feiras em Garanhuns, o MPPE tem acentuado a necessidade de diálogo e transparência da Administração Pública para com os feirantes e a população interessada. “As feiras livres são fenômenos complexos, de maneira que as intervenções do poder público, de maneira especial no regime democrático, devem ser pautadas pelo diálogo permanente e transparente com as pessoas que trabalham diretamente nesses espaços. Do contrário, as intervenções estarão fadadas ao insucesso e ao autoritarismo”, observou Domingos Sávio Agra.

O promotor de Justiça também observou que, no edital, a Prefeitura pretende negar às microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP) os benefícios previstos na Lei complementar nº 123/2006, afirmando que tais benefícios não seriam aplicáveis à licitação em tela por não se tratar o objeto do certame de venda ou aquisição de bem, mas de concessão de espaço público a terceiro, afirma, para prestação de serviço que a Administração Pública não consegue exercer.

“Ocorre que, ao contrário do que menciona a referida justificativa, o objeto da licitação em tela, a rigor, não é a concessão de espaço público a um terceiro, mas sim, conforme especificado no edital, a concessão de serviço público para fins de padronização das bancas, gestão, organização e manutenção das feiras livres realizadas em espaços públicos de Garanhuns”, citou o Domingos Sávio Agra. “A Lei Complementar no 123/06 prevê, não só a participação das *MEs e EPPs nas licitações, mas também a adoção de tratamento diferenciado e simplificado, não havendo óbice para sua aplicação, no que se refere à concessão de serviço público.”

Outra irregularidade da Prefeitura foi a justificativa para a não adoção do pregão como modalidade licitatória, eletrônico ou presencial, sob o argumento de se tratar de uma concessão e porque a administração das feiras livres não se configuraria um objeto comum. Justificativas que, segundo o Ministério Público, não procede, por não haver óbice legal da aplicação de pregão em concessão e por serem as feiras eventos comuns

Segundo o representante do Ministério Público, a situação se agrava em termos de competitividade quando o município cria regras anômalas que restringem o acesso aos atos licitatórios.

“É prevista sessão interna/sigilosa de abertura dos envelopes, sem transmissão em tempo real, apenas com juntada da gravação e das fotografias a posteriori, o que entendemos ser absolutamente ilegal. Assim, da forma como está posto, o edital de licitação impede a devida publicização, pois a abertura dos envelopes será realizada a portas fechadas, e põe em risco a lisura do procedimento, já que os interessados não poderão acompanhar os trabalhos realizados pela comissão de licitação”, destacou o promotor de Justiça.

A abertura dos envelopes está prevista para a segunda-feira, 3 de agosto. “É prudente a suspensão do processo para evitar mais gastos por parte da administração pública e insegurança jurídica não só para os competidores, mas também para os feirantes, que são diretamente afetados pelo desenrolar do procedimento licitatório”, advertiu Domingos Sávio Agra.

Na ação, o Ministério Público ressalta ainda contradição na divulgação oficial da data da licitação, a necessidade de divisão do objeto em lotes de feiras (e não em lote único como está no edital) e de observância da Recomendação Conjunta TCE/PGJ 01/2020, item 4, (DOE de 24/04/2020) e da Consulta TC 2052602-7, do TCE, para garantir a competitividade e publicidade. A ação recebeu o nº 0003687-73.2020.17.2640. Já o atual contrato de concessão da organização das feiras livres no Município é objeto de outra ação de nulidade proposta pela promotoria (ACP 0002108-27.2019.8.17.2640).

NOTA DE RESPOSTA DO DEPUTADO JOÃO CAMPOS SOBRE NOTÍCIAS FALSAS EM GARANHUNS


NOTA DO DEPUTADO JOÃO CAMPOS

"Lamento que o nível do debate em Garanhuns não acompanhe o mínimo do razoável. Não podemos aceitar a divulgação de notícias falsas e que em nada ajudam o processo de enfrentamento ao novo coronavírus. Desde o início da pandemia, redirecionei 90% das minhas emendas parlamentares para a Saúde, visando justamente ações de combate à pandemia. Sendo assim, quase R$ 400 mil foram destinados para o Hospital Dom Moura. Nesse momento, o mais importante é evitar a contaminação do debate político/eleitoral e trabalhar firme para salvar vidas. Para esse trabalho, tenho contado com a parceria do amigo e deputado estadual Sivaldo Albino e, juntos, temos atuado dando todo o apoio necessário ao povo dessa cidade tão querida e estratégica para a região do Agreste."

João Campos 
Deputado Federal


Pernambuco é o 2º estado do país em número de leitos abertos para enfrentar a Covid-19

Estudo do Conselho Federal de Medicina estabeleceu um ranking de ampliação de leitos no Brasil. São Paulo aparece em primeiro

O Conselho Federal de Medicina publicou um estudo que analisou o número de leitos nos estados e capitais brasileiros entre fevereiro e junho de 2020. Pelo levantamento, Pernambuco aparece como o segundo estado brasileiro em ampliação da rede hospitalar. São 2.697 novos leitos criados em função do enfrentamento da Covid-19. O estado de São Paulo contabilizou 5.354.

“Isso só foi possível, graças não só ao esforço dos profissionais da Secretaria Estadual de Saúde, mas também de várias áreas do governo que se engajaram no nosso Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 e realizaram a maior operação logística e sanitária da história da saúde pública pernambucana e, agora, comprovadamente, uma das maiores do país”, avaliou o governador Paulo Câmara.

Assim como o estado de Pernambuco, o Recife só perdeu para o município de São Paulo em número de leitos abertos durante a pandemia.

“A melhor notícia em relação a todos esses leitos é que a taxa de ocupação deles está há quase dois meses abaixo de 80%, mesmo com o Plano de Convivência com a Covid-19 tendo avançado até a etapa 6, na Região Metropolitana, na Zona da Mata e em parte do Agreste”, completou o governador.

O estudo do Conselho Federal de Medicina está disponível na página oficial do órgão: portal.cfm.org.br.

V GERES / PACIENTES COM SINTOMAS JÁ PODEM MARCAR SEUS TESTES PARA COVID-19



A V GERES está informando à população dos 21 municípios de sua abrangência que já estão disponíveis os testes para diagnósticos de Covid-19, conforme determinação do Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Saúde. Esta fase de ampla testagem a todos que apresentarem sintomas gripais iniciou no último dia 15 deste mês.

Segundo a gestora regional de saúde, Catarina Tenório, além da ampliação da testagem, o Estado mantém os exames para todos os casos graves e óbitos suspeitos para o novo coronavírus. Estão sendo ofertados testes do tipo RT-PCR (swab nasofaríngeo), indicado para quem está com sintomas gripais até o sétimo dia do início do quadro, podendo, porém, ser estendido até o décimo dia, caso persistam os sintomas; e o teste rápido, para os casos em que o paciente esteja há mais de sete dias do início dos sintomas e também com mais de 72h desde o desaparecimento dos sintomas. 

"As marcações para os testes devem ser feitos através do site ou aplicativo ATENDE EM CASA (www.atendeemcasa.pe.gov.br) ou por smartphones com sistema Android. O app está disponível para baixar na Play Store. Além de marcações, o serviço oferece consultas on-line com profissionais de saúde.

Municípios da V Regional de Saúde: Águas Belas, Angelim, Bom Conselho, Brejão, Caetés, Calçado, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Garanhuns, Iati, Itaíba, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro, Lajedo, Palmeirina, Paranatama, Saloá, São João, Terezinha.

terça-feira, 28 de julho de 2020

Estou entusiasmado com possibilidade de governar Olinda, diz João Paulo (PC do B)


Em live pelo Instagram do Portal de Prefeitura (@portaldeprefeitura), o deputado João Paulo (PCdoB), pré-candidato a prefeito de Olinda, afirmou que a cidade carece atualmente de uma administração capaz de tomar iniciativas, formar parcerias e governar para todos.

Segundo ele, o atual prefeito tem se pautado por privilegiar determinados grupos, em detrimento da grande diversidade que caracteriza a população olindense, enquanto se descuida de aspectos cotidianos, como a limpeza pública.

“Estou entusiasmado com possibilidade de governar Olinda, pois ela tem enorme potencial para ser uma cidade de importância mundial, por sua riqueza arquitetônica e sua cultura”, observou João Paulo.

“Temos que elevar esse potencial, em todas as áreas, e ao mesmo tempo cuidar das pessoas, sem qualquer tipo de discriminação, e com políticas públicas capazes de atender às necessidades básicas em Saúde e Educação, por exemplo, que não estão sendo atendidas no momento”.

De acordo com João Paulo, o prefeito eleito em 2016 até agora não apresentou uma ideia inovadora para a cidade e é a cara de Bolsonaro em Olinda.

“Ele representa um governo federal nazifascista, homofóbico, despreparado e que tem se colocado contra as conquistas dos trabalhadores”, disse o deputado. “Olinda não combina com isso”, acrescentou. O deputado disse ainda que chega à disputa pela prefeitura de sua cidade natal com experiência que considera importante: os dois mandatos como prefeito do Recife, dos quais saiu com 88% de aprovação popular.

GovernoPE e BNDES firmam acordo para realização de estudos para concessão de trechos de quatro rodovias estaduais

Concessão de272 quilômetros da PE-045, PE-050, PE-060 e PE-090 poderão gerar investimentos da ordem de R$ 850 milhões

O Governo de Pernambuco e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) firmaram acordo para a realização de estudos que irão avaliar a viabilidade de concessão de trechos de quatro rodovias à iniciativa privada. O contrato, firmado nesta semana, contempla 272 quilômetros da PE-045*, PE-050**, PE-060*** e PE-090****, que cortam 30 municípios pernambucanos. A expectativa é que a iniciativa gere investimentos de até R$ 850 milhões ao longo do prazo de concessão e que o leilão seja realizado até 2022.

Pelo acordo firmado, BNDES definirá o escopo dos estudos a serem realizados, contratará os consultores para suporte à execução do trabalho, coordenará e fiscalizará o trabalho o desenvolvido. Pelo lado do governo, a gestão será da Secretaria de Desenvolvimento Urbano de Habitação (Seduh), por meio do Programa de Parcerias Estratégicas de Pernambuco (PPPE), e da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos. O contrato firmado é decorrente de um acordo de cooperação técnica firmado em 2017 entre o governo e o banco com o objetivo de avaliar projetos de concessão que sejam viáveis e economicamente interessantes para o Estado.

Além de gerir os estudos, BNDES promete realizar roadshows junto a potenciais interessados na concessão e dará o apoio necessário à realização do procedimento licitatório para transferência do empreendimento à iniciativa privada.

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Pernambuco, Marcelo Bruto, acredita que o projeto trará uma série de benefícios não só às rodovias, mas também às cidades que são cortadas por estas estradas. “Não se trata apenas de uma requalificação de estradas. A concessão traz a reboque a possibilidade de crescimento das economias locais, com a facilitação dos acessos, com o incremento da circulação de mercadorias e mais investimentos. É uma iniciativa que tem potencial para mudar a realidade de várias localidades espalhadas pelo Estado”, pondera o secretário.

“O Estado tem dedicado todos os esforços no sentido de inovar na gestão da malha viária, sobretudo, pela sua importância para o desenvolvimento social e econômico. Nesse contexto, os estudos a serem realizados serão fundamentais para que Pernambuco possa traçar estratégicas com o objetivo de garantir novos investimentos voltados para a infraestrutura viária. Temos expectativas muito positivas com relação ao projeto e de que ele traga inúmeros benefícios, como melhoria na trafegabilidade, segurança e conforto para a população”, acrescenta a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista.

Além das rodovias estaduais mencionadas, o BNDES também estudará a possibilidade de concessão para trechos de 719 km de extensão, das rodovias federais BR-101 e BR-232, localizadas em Pernambuco, no âmbito de contrato assinado entre o BNDES e o Ministério da Infraestrutura (MINFRA), em maio de 2020. O referido contrato contempla estudos para concessão de até 7.213,7 km de rodovias federais espalhadas por todo o Brasil.

"O BNDES está preparado para ajudar o País na retomada da economia, com um foco especial nas regiões Norte e Nordeste, gerando impacto social. Para isso, temos uma carteira de projetos em estruturação com potencial de gerar investimentos estimados em R$ 200 bilhões. A atuação do Banco segue o conceito de “one stop shop” para o cliente público, começando na concepção dos projetos, conjugando os objetivos das políticas públicas com a viabilidade do ponto de vista do futuro investidor. Em seguida é feita a estruturação propriamente dita, com o apoio de consultores especializados, caminhando até a fase da ida a mercado, com o leilão do projeto. O BNDES permanece atuando no pós-leilão, dando suporte caso haja qualquer judicialização. Caso necessário, o BNDES pode ainda prover o financiamento para implementação do projeto”, agrega o diretor de infraestrutura, concessões e PPPs do BNDES, Fábio Abrahão.

* Rodovia que liga Escada a Vitória de Santo Antão
** Rodovia que liga Limoeiro a Vitória de Santo Antão
***Rodovia que liga o Cabo de Santo Agostinho ao Litoral Sul
**** Rodovia que liga Carpina a Toritama

Nota de Pesar - Mestre Aprígio

NOTA DE PESAR

O convívio com os vaqueiros desde a infância, no Sertão pernambucano, e seu grande talento para o artesanato, fizeram do Mestre Aprígio um dos maiores artistas brasileiros no trabalho com o couro. Autor de lindas peças, seus chapéus, gibões e sandálias vestiram nomes como Luiz Gonzaga, Gonzaguinha e Dominguinhos, entre tantos outros. Eleito Patrimônio Vivo de Pernambuco em 2019, seu legado permanecerá como uma referência indelével no cenário artístico e cultural do nosso Estado. Quero me solidarizar com seus familiares e amigos neste momento de dor.

Paulo Câmara
Governador de Pernambuco

O poder centralizador de Izaías prejudicou Garanhuns



Tivemos nas duas últimas gestões em Garanhuns o prefeito Izaías Régis com estilo centralizador, não muito adepto a reuniões para planejamentos e monitoramentos, exerceu a função de forma empírica. É fato que demonstra amor por Garanhuns, mas não é o único apaixonado por esta cidade.

Com seu estilo, atraiu para si todas as qualidades e defeitos de sua gestão. Nenhum secretário ou vereador aliado conseguiu aparecer e as respostas nas urnas para seus candidatos recentes foram pífias, não consegue repassar votos. Ou seja, seu estilo personalista só beneficia ele próprio. Em um universo de cerca de 90 mil eleitores, deu pouco mais de cinco mil votos a seu deputado federal (Sílvio Costa) e menos de quatro mil a seu estadual, Álvaro Porto, que desapontado parece ter se afastado do prefeito. 

Izaías trabalhou também para impedir que novas lideranças políticas surgissem em Garanhuns. Na campanha anterior de deputado, apoiou Zaqueu com único intuito de mostrar sua força no município, mas sem o mínimo desejo de que ele fosse eleito. Não arregimentou apoios na região que tornassem possível aquele projeto. Na campanha de 2018 apoiou candidatos de fora para não dar asas aos de Garanhuns. Deu errado. Para vereador, tem também seus escolhidos e faz tudo para elegê-los, evitando o surgimento de verdadeiras lideranças populares.

No seu centralismo político sempre atacou seus adversários políticos e setores da mídia que lhe criticassem. Seu poder centralizador e vaidade política alimentam sua vontade de ser reconhecido como maior prefeito da história, e para isto atacou até os prefeitos que o antecederam, e quis a ironia do destino de ter que aceitar a pré-candidatura de Silvino Duarte, já que não conseguiu decolar a candidatura de Haroldo Vicente, seu vice, e que ele sempre acreditou que o faria prefeito com facilidade.

Em sua vontade de tomar conta politicamente de Garanhuns, não poupou esforços para eleger os 13 vereadores, provando que toda unanimidade é burra, pois pouco tempo se manteve. Barco lotado afunda. Mas queria provar sua força.

Izaías usou todos os meios para atacar o governo estadual, levando a população a rejeitar o governador. O método era simples. Em eventos e encontros, agradecia os investimentos e se dizia amigo. Mas para a mídia, discursos e rodas de conversa sempre atacou, passando sempre a mensagem que Paulo Câmara odeia Garanhuns. Izaías chegava a ir à Recife dar entrevistas a emissoras de rádio para levar este mote à mídia. Como era quase uma unanimidade em Garanhuns, o discurso pegou. Não há uma só frase do governador contra Izaías, e pelos investimentos do estado em Garanhuns, esta visão do prefeito não se sustenta, mas a população assimilou este discurso raivoso. Vale lembrar que foi com apoio de Eduardo Campos e Lula que Izaías se elegeu prefeito. Hoje bate nos socialistas e apoiou Bolsonaro para presidente.

Para manter este discurso contra Paulo Câmara, Izaías criou uma barreira e um distanciamento. Não manteve o diálogo institucional que se espera entre gestores, independente de suas diferenças políticas. Ao longo dos anos, esta situação prejudicou Garanhuns. O clima bélico nunca é bom.

Para manter a sensação de bom gestor, investiu nas festas, e isto ele faz bem. São momentos onde todos estão felizes, recebemos turistas, grandes artistas, movimenta a cidade, embeleza... É a Garanhuns de sonhos que todos querem. Mas a periferia estava recebendo asfalto de péssima qualidade, os PSFs com problemas, obras paradas espalhadas pela cidade (escolas, creches, CEAGA, etc). Problemas com funcionalismo municipal, agentes de saúde, guardas, professores, administrativos...

E chegou a pandemia para mostrar que a gestão não se sustentava no social. A saúde municipal nunca foi prioridade.

Mas ao longo dos anos fomos vendo um prefeito forte, com discurso contundente contra o governador, que realizou grandes festas, mas deixou um vazio de ações sociais que estão sendo cobradas agora pela população. 

Izaías se elegeu prometendo o contrário do seu fim de gestão. Iria incentivar o surgimento de novas lideranças políticas, iria trabalhar com a participação da sociedade... E o que vemos é o retorno ao passado, o cerseamento político e a centralização. Vai deixar a prefeitura e se eleger deputado estadual. E seu candidato é Silvino. Ou seja, a Garanhuns do futuro de Izaías é voltar 20 anos no tempo.

Ninguém segura a primavera. Garanhuns cresce (historicamente) quando temos participação de diversos atores políticos trabalhando pela cidade. A eleição de Sivaldo Albino possibilitou abrirmos um bom canal de diálogo com o governo do estado, em apenas um ano já vemos um novo espaço de Garanhuns em Pernambuco, sem brigas. Fernando Rodolfo tem se movimentado em Brasília, devemos apoiá-lo. Garanhuns vai encorpando diversas lideranças e o momento é propício a novas conquistas. Temos na memória Cristina, José Tinoco, Ivo e José Cardoso, todos eles deputados, quer fosse em Brasília ou Recife, brigando por Garanhuns. Queremos isto de novo, queremos a pluralidade e não o centralizamos que persegue e impede vozes contrárias.

Acho que Izaías poderia entender este novo momento, até ajudar esta Garanhuns que pede passagem e não tentar novamente centralizar tudo, pois o que aparentemente parece ser positivo na prática impede o desenvolvimento político e o trabalho daqueles que têm muito a contribuir com nosso município.

segunda-feira, 27 de julho de 2020

COLETIVA DE IMPRENSA / Universidades detalham retorno às aulas de forma on-line



Os reitores da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Marcelo Carneiro Leão; da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Alfredo Gomes; e da Universidade de Pernambuco (UPE), Pedro Falcão; convidam a imprensa para coletiva a ser realizada nesta terça-feira (28), às 15h, no Auditório João Alfredo, localizado no 1º andar da Reitoria da UFPE.

Durante a coletiva, serão tomadas todas as medidas de higiene e segurança para os profissionais que forem realizar a cobertura de forma presencial. A coletiva também será transmitida, de forma on-line, por meio da plataforma Google Meet: https://meet.google.com/wec-grgh-qex.

Na ocasião, os três reitores estarão à disposição dos jornalistas para detalhar como as instituições irão promover a retomada das aulas da graduação de forma remota. Eles falarão ainda a respeito das iniciativas que vêm sendo realizadas desde o início do período de isolamento social para o enfrentamento da pandemia de Covid-19, a exemplo da produção e distribuição de álcool em gel e 70%, pesquisas e esclarecimentos diversos fornecidos à população.

Em decisão tomada na última quinta-feira (23), a UPE irá retomar as aulas da graduação, de forma remota, no dia 8 de setembro. O Perí­odo Suplementar 2020.3 terá a duração de dez semanas e vai até o dia 25 de novembro. A UFPE e a UFRPE irão retomar as aulas da graduação no mesmo dia, 17 de agosto. Na Universidade Federal de Pernambuco, o Calendário Acadêmico Suplementar terá três meses de duração, sendo finalizado em novembro. Já na Universidade Rural, o Perí­odo Letivo Excepcional (PNL) 2020.3 vai ter a duração de dez semanas e encerramento em novembro. Nas três instituições, a adesão dos estudantes às aulas remotas será facultativa.

DESTAQUES DO BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.