DESTAQUES DO BLOG

DR. ELENÍLSON LIBERATO

quarta-feira, 17 de abril de 2019

Cidade do Agreste recebe Frente Parlamentar de Segurança que promove audiência pública


Resultado de imagem para audiencia pública segurança


Canhotinho, no Agreste Meridional, será palco da primeira audiência pública da Frente Parlamentar de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, instalada no dia 9 deste mês de abril. O evento acontecerá no dia 25 (próxima quinta-feira), no Clube Intermunicipal da cidade, a partir das 9h. 

Interiorizar o debate sobre segurança com a participação de atores do Estado e representantes da sociedade civil é a proposta do encontro. 

A Frente é coordenada pelo Delegado Lessa (PP) e composta pelos deputados Gleide Ângelo (PSB), Álvaro Porto (PTB), Alberto Feitosa (SD), Joel da Harpa (PP), Fabrízio Ferraz (PHS) e Lucas Ramos (PSB). A indicação de Canhotinho foi sugerida por Porto, ex-prefeito do município por dois mandatos. 

Em discurso realizado na Alepe, nesta terça-feira (16.04), o petebista destacou que a audiência pública vai dar voz a moradores e representantes do Judiciário, do Ministério Público, das Polícias, além de prefeitos do Agreste Meridional. "Vamos ouvir todos os atores envolvidos nessa questão e procurar atender, a partir dos nossos esforços aqui na Casa, as demandas que nos serão apresentadas. A Frente de Segurança conta com o apoio de todos", disse. 

Na instalação da Frente, Lessa salientou que é meta do colegiado fazer parcerias com a Secretarias de Política Contra as Drogas, de Planejamento, de Defesa Social e de Orçamento e Gestão, que comanda o Pacto Pela Vida. Também afirmou que a interiorização do debate será priorizado, envolvendo câmaras de vereadores, prefeituras e conselhos municipais. 

Fotos: Neto Lima-Alepe/divulgação

Peixe, chocolate e vinho: Nutricionista da UPAE Garanhuns fala destes alimentos tradicionais de páscoa




 
Na semana de Páscoa, seja nos almoços, jantares ou nos demais encontros entre familiares e amigos, certamente vamos encontrar alguns alimentos tradicionais desta época. Dentre eles, certamente teremos chocolate, vinho e peixe, estes dois últimos, juntamente com o pão, vêm da tradição religiosa cristã. Muitas pessoas, diante destas delícias, perdem o controle, e acabam exagerando, o que nunca é aconselhado, porém, consumidos com moderação, todos eles trazem muitos benefícios para saúde.

Quem traz a dica é a nutricionista da UPAE Garanhuns, Laila Brasil, que recomenda o consumo de 15 gramas de chocolate por dia, isso representa mais ou menos três quadradinhos de uma barra. Dê preferência a chocolates amargos, que têm menos açucares e mais cacau.

Peixe é um dos alimentos mais aconselhados por nutricionistas e deve fazer parte do cardápio o ano inteiro, pois é rico em Ômega 3, gordura boa que vai aumentar o colesterol HDL (bom) e reduzir o LDL (ruim), além de ser fonte de proteína e possuir efeito antioxidante. 

O vinho é a bebida da Páscoa, e como é alcoólico, é preciso lembrar que excessos são muito prejudiciais. Laila Brasil recomenda um cálice diário de Vinho do Porto, que inclusive harmoniza com chocolates.

"A gente aproveita para desejar a todos uma Boa Páscoa, com paz, saúde e harmonia." - Encerra a profissional da unidade de saúde.

João Paulo compara 100 dias de Bolsonaro e Paulo Câmara

CONTRASTE - Enquanto no plano federal houve um “desmonte em todas as áreas”, em Pernambuco ocorreram avanços nos programas voltados para cidadania e bem-estar social. Foto: Roberto Soares
CONTRASTE – Enquanto no plano federal houve um “desmonte em todas as áreas”,
em Pernambuco ocorreram avanços nos programas voltados para cidadania
e bem-estar social. Foto: Roberto Soares

O deputado João Paulo (PCdoB) fez um balanço comparativo, na Reunião Plenária desta terça (16), entre os 100 primeiros dias do governo do presidente Jair Bolsonaro e o mesmo período da segunda gestão do governador Paulo Câmara. De acordo com o parlamentar, enquanto no plano federal houve um “desmonte em todas as áreas”, em Pernambuco ocorreram avanços nos programas voltados para cidadania e bem-estar social.
“Os primeiros 100 dias do governo Bolsonaro foram marcados por pornografia, ameaças de guerra, desprezo pelas instituições democráticas, brigas internas, desmerecimento dos congressistas, incentivo à violência e números desalentadores de crescimento econômico e geração de empregos”, resumiu. “Já os da segunda gestão Paulo Câmara foram marcados por intenso ritmo de trabalho, início de obras, entrega de novos equipamentos, ações e programas que promovem a melhoria da qualidade de vida da população”, prosseguiu.
No tocante ao Governo Federal, João Paulo criticou a proposta de Reforma da Previdência, a perseguição a professores e o encerramento dos conselhos de políticas públicas. Ao destacar os feitos da gestão estadual, o parlamentar do PCdoB citou investimentos anunciados pelo setor privado, redução nos índices de criminalidade, anúncio de 24 novas escolas de tempo integral, implantação de adutoras e articulação do Consórcio Nordeste. “Ainda estamos tentando fazer uma política que pelo menos mantenha as conquistas do povo e a qualidade de vida da população em níveis aceitáveis”, disse.

Em aparte, Isaltino Nascimento (PSB) comentou as decisões do Governo Federal de não realizar concurso público em 2020 e de acabar com a política de aumento real do salário mínimo. “O Governo Federal só trabalha em prol dos mais ricos e poderosos, enquanto dizima os trabalhadores e a economia”, sustentou. Teresa Leitão (PT) disse que as brigas entre seguidores de Olavo de Carvalho, militares e religiosos paralisaram o Ministério da Educação. José Queiroz (PDT), por sua vez, citou a derrota do Governo na Câmara dos Deputados, na votação da proposta que amplia o orçamento impositivo, e a intervenção de Bolsonaro suspendendo um reajuste no preço do óleo diesel. Doriel Barros (PT) afirmou que o Nordeste não teve prioridade entre os anúncios feitos pelo presidente.

Novos aprovados no Programa Ganhe o Mundo. Confira a lista.

Secretaria de Educação e Esportes divulga lista final de aprovados na 8º edição do PGM

A lista homologada do processo seletivo para a 8ª edição do intercâmbio promovido pelo Programa Ganhe o Mundo (PGM) foi divulgado, nesta segunda-feira (15), pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco. Os estudantes irão cursar um semestre letivo do ensino médio na modalidade high school em um dos dez países parceiros, com embarques previstos para 2019.2 e 2020.1. 

Foram mil estudantes selecionados, sendo 700 intercambistas de língua inglesa, 295 de língua espanhola e 5 de alemão. O Agreste Meridional tem 62 estudantes contemplados, matriculados em 32 escolas estaduais de Garanhuns e região. Dentre eles, 49 farão intercâmbio em países de língua inglesa e 13, em países de língua espanhola. 

As datas de embarque e a relação de estudantes por país de destino serão informados em breve. 

Veja aqui a lista homologada
Confira aqui o resultado dos recursos

PSB VOTA NÃO NA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Resultado de imagem para PSB REFORMA DA PREVIDÊNCIA CCJ

Durante as discussões sobre a Reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Federal, o deputado Danilo Cabral afirmou que o PSB repudia a proposta apresentada pelo governo federal e antecipou o voto da bancada ao relatório do delegado Marcelo Freitas (PSL-MG). A bancada socialista na CCJ votará pela inconstitucionalidade da matéria, questionando 20 dispositivos do texto. O voto em separado foi protocolado nesta terça-feira (16).
“Essa proposta quer desconstitucionalizar direitos e constitucionalizar restrições ao trabalhador”, criticou Danilo Cabral. Entre as mudanças de regras questionadas pelo PSB, estão as relacionadas à aposentadoria rural, ao Benefício de Prestação Continuada (BPC), à aposentadoria dos professores e a criação de um sistema de capitalização. “Nós reconhecemos a necessidade de fazermos ajustes na Previdência, mas, além do equilíbrio fiscal, é importante buscar a preservação das conquistas sociais, que fez com que milhões de brasileiros tivessem acesso à cidadania”, acrescentou.
Danilo Cabral afirmou que as alterações do sistema previdenciário propostas pelo governo fazem parte de um processo de desmonte do estado de bem-estar social, iniciado na gestão do ex-presidente Michel Temer. “Um tripé muito bem organizado, formado pela entrega do patrimônio brasileiro através das privatizações, pelo corte das políticas públicas e pela retirada de direitos. Esta é uma pauta perversa, que toca os mais miseráveis do Brasil”, criticou, ressaltando que o PSB cumpre seu papel de oposição, fazendo o debate de forma responsável, colaborativa e ponderada.
“Nesse sentido, acreditamos que é possível discutir onde o governo pode buscar R$ 1 trilhão que deseja com a Reforma da Previdência. Podemos, por exemplo, regulamentar um dispositivo da Constituição que o Congresso Nacional se recusa a fazer há 30 anos, que é a obrigatoriedade de cobrança de impostos sobre grandes fortunas, além de taxar os lucros e dividendos”, defendeu Danilo Cabral. Ele se referiu a dois projetos de lei, de sua autoria, apresentados pela bancada do PSB com alternativa para aumentar a arrecadação da União.
De acordo com dados da Receita Federal, 25 mil brasileiros, menos de 1% da população do país, têm uma renda anual média demais de R$ 11 milhões e, desse total, 70% não pagam imposto de renda. “Esses dois projetos possibilitariam a arrecadação de R$ 120 bilhões por ano. Isso, sim, seria acabar com privilégios. O ministro Paulo Guedes tem, debaixo da sua asa, a solução para o trilhão que quer. Basta que tenha vontade política e que esta Casa cumpra o seu papel”, disse.

Danilo Cabral ainda destacou a análise da Reforma da Previdência no Congresso não pode ignorar o atual cenário socioeconômico do Brasil. “Precisamos olhar para frente, apontar caminho, reinserir 50 milhões de brasileiros que vivem abaixo da linha de pobreza e 14 milhões que estão desempregados”, finalizou.

BLUENET PROVEDOR DE INTERNET

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.