DR. ELENÍLSON LIBERATO

DESTAQUES DO BLOG

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Paulo empossa Pedro Falcão para seu segundo mandato à frente da UPE

Eleitos sem oposição, Pedro e Socorro tomam posse para mais um mandato na Universidade de Pernambuco


O governador Paulo Câmara empossa, nesta sexta-feira (11/01), o professor Pedro Falcão como reitor da Universidade de Pernambuco (UPE). A cerimônia, a ser realizada na Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco (FCAP), no Recife, marcará o início do segundo mandato de Pedro e sua vice, Socorro Cavalcanti, à frente da instituição. Os professores foram reeleitos para o quadriênio (2019-2022) por servidores, docentes e alunos da instituição, em eleições realizadas no último mês de setembro. A UPE está presente em Pernambuco com 15 campi, oferecendo 54 cursos de graduação, e responde por três hospitais na capital.

São conquistas do primeiro mandato de Pedro Falcão a estruturação e fortalecimento da política de internacionalização; a curricularização da extensão; a implantação do Instituto de Inovação Tecnológica (IIT); a regulamentação da Dedicação Exclusiva como regime de trabalho, entre outros. O reitor inaugurou também os campi da UPE em Arcoverde e Serra Talhada, o Auditório e a Clínica de Psicologia da unidade de Garanhuns, entre outras obras de requalificação, que contribuem para o fortalecimento do processo de interiorização universitária.

PERFIS

Pedro Henrique de Barros Falcão é Bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Federal Rural de Pernambuco, Mestre em Ciências na área de Biologia Celular e Molecular pela Fundação Oswaldo Cruz e Doutor em Ensino, Filosofia e História das Ciências, pela Universidade Federal da Bahia. É Professor adjunto com dedicação exclusiva da Universidade de Pernambuco. Foi Presidente do Conselho Regional de Biologia - 5° Região. Foi Coordenador de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão; Vice-Diretor e Diretor do Campus Garanhuns e Pró-Reitor Administrativo da UPE. E também, Secretário Executivo de Ciência Tecnologia do Estado de abril a agosto de 2014.

Maria do Socorro de Mendonça Cavalcanti é farmacêutica-bioquímica pela Universidade Federal de Pernambuco. Mestre em Bioquímica pela UFPE e doutora em Biologia Molecular pela Universidade Federal de São Paulo. Foi Pesquisadora do CNPq. É professora associada com regime de dedicação exclusiva da Universidade de Pernambuco. Foi vice-chefe do departamento de Ciências Fisiológicas, Coordenadora de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão e Diretora do Instituto de Ciências Biológica. Foi vice-coordenadora e coordenadora do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde, avaliadora do Ministério da Educação e Cultura e membro do Comitê de Ética em Pesquisa da UPE. É Sócia Ordinária da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular. É docente permanente do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde e do Programa de Biologia Celular e Molecular Aplicada, ambos da UPE. Também docente permanente do doutorado Rede Nordeste de Biotecnologia.


Os grupos vão se formando para a campanha de prefeito em Garanhuns




As articulações para as eleições de 2020 em Garanhuns vão ficando cada vez mais objetivas e claras. Com o Natal, Izaías voltou a se animar com a candidatura do seu vice, Haroldo Vicente. O principal grupo de oposição, encabeçado pelo PSB do governador, deve caminhar com Sivaldo Albino, ou ainda Pedro Falcão, reitor da UPE. Ambos estão bastante fortes junto a Paulo Câmara.

Outros candidatos buscam conquistar espaços e viabilizar candidaturas, como é o caso dos empresários Givaldo Calado e Alfredo Goes, do médico Eduardo Miranda e do militar Marcos Campos, todos eles com ligação política com o deputado federal Fernando Rodolfo.

Rodolfo tem conversado tanto com Sivaldo quanto com Izaías, sem se precipitar em demonstrar apoio. Por enquanto, amizades e ouvindo demandas. Há defensores do seu próprio nome, tanto aqui quanto em Caruaru. Enquanto isso, vai ampliando seu grupo, inclusive com lideranças na região como Eudson Catão e Zé da Luz.

Quanto a Givaldo, poderia ser um elo entre Rodolfo e Izaías. Esta semana, defensores de Alfredo comemoraram uma enquete na Rádio Jornal, e de Haroldo, outra no Facebook. Ambas sem valor científico.

A terceira via seria por aí, uma candidatura apoiada por Rodolfo, ou quem sabe Thiago Paes, do PSL de Bolsonaro, ou ainda do PT, com Helder Carvalho. Quanto mais candidatos, melhor para o atual grupo que comanda a prefeitura.

Nomes como Audálio, Zaqueu e Silvino Duarte são opções caso Izaías desista de Haroldo. Outros prefeririam um nome de fora da política, como foi citado Mano Imóveis nas últimas semanas. 

Com a força da prefeitura, o candidato apoiado por Izaías é favorito, mas isto não garante eleição, como vimos o resultado pífio da campanha de deputado, principalmente que agora os adversários, principalmente os ligados a Paulo Câmara, chegarão muito mais fortalecidos.

Fizemos um rápido levantamento em nosso grupo do Zap sobre os nomes que estão sendo sondados como possíveis candidatos a prefeito de Garanhuns e chegamos a quase duas dezenas, contudo, a disputa deve ficar entre o candidato do prefeito contra o do governador, e, quem sabe, uma terceira via, sempre difícil, mas não impossível.

Seria interessante uma pesquisa deste ponto zero.

FAKE NEWS / Água Sanitária Dragão é mais uma que sofre com o poder devastador das Redes Sociais

Pessoal,

Como suspeitei. De fato o vídeo com jovens que disseminam ódio aos Nordestinos não tem nada a ver com a água sanitária Dragão. Ninguém da família sabe nem quem é o rapaz. Mas viralizou nas redes sociais, e principalmente no Whatsapp e Facebook.

Estamos na época de um compartilhamento nas redes sociais sem responsabilidade. Em instantes uma mensagem alcança milhares, milhões de pessoas, e sem que Ninguém pare para pensar: "Isto é verdade?". Pode não ser, e quando pede para repassar, geralmente não é.

Sempre tem algum objetivo, seja pessoal, político, social, comercial...

Temos que dar o exemplo, mas é muito difícil. Muita gente ainda não se deu conta do poder devastador das Fake News, que chegaram a influenciar uma eleição para presidente, imagine então a compra de uma água sanitária.

BOLSAS DE R$ 950 / Paulo Câmara lança edição 2019 do Programa PE no Campus

Sucesso da educação de Pernambuco segue com iniciativas como esta!



Para incentivar os jovens de baixa renda a ingressarem em universidades públicas, o governador Paulo Câmara lança, nesta quinta-feira (10.01), a edição 2019 do Programa de Acesso ao Ensino Superior - PE no Campus. Serão disponibilizadas mil bolsas, sendo 900 para os estudantes que optarem por concorrer por meio da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e 100 para os que escolherem concorrer por meio das notas obtidas nas três etapas de avaliação do Sistema Seriado de Avaliação (SSA) da Universidade de Pernambuco (UPE).

Durante o lançamento, que será realizado no Palácio do Campo das Princesas, Paulo assinará o decreto que regulamenta todo o processo seletivo. Também serão feitas a divulgação e a formalização do edital com todas as informações do certame. As inscrições para o Programa podem ser feitas a partir desta sexta-feira (11.01) e seguem até o dia 21 deste mês e serão realizadas, exclusivamente, pelo site: www.educacao.pe.gov.br. O resultado da primeira etapa será divulgado no dia 22 de janeiro.

Para concorrer, o candidato terá que ter estudado todo o Ensino Médio na Rede Pública Estadual e ter concluído, no máximo, há cinco anos; ser atendido pelo Bolsa Família ou ter renda familiar inferior a três salários mínimos; ter residência fixa com distância igual ou superior a 50km da universidade e ter sido admitido em curso de graduação numa instituição de ensino por meio do Enem ou SSA realizado em 2018, com previsão de ingresso para 2019.

O Programa atua em dois eixos: mobilização e preparação dos estudantes para que participem do Enem e do Sistema Seriado de Avaliação (SSA) da UPE; e apoio financeiro, mediante bolsas, aos estudantes de baixa renda da Rede Estadual de Ensino que forem aprovados em instituições públicas de ensino superior da rede pública estadual ou federal localizadas em todo o território nacional. Os valores são oferecidos da seguinte forma: uma bolsa no valor de até R$ 950 no primeiro ano e de R$ 400 no segundo ano do curso. 

A quantia ajudará nas despesas do curso, moradia, alimentação e transporte. O objetivo é melhorar as condições de acesso à universidade dos estudantes egressos do Ensino Médio Público pernambucano.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.