GOVERNO DO ESTADO

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

LAJEDO / CANHOTINHO - Paulo Câmara autoriza requalificação da PE-170

Iniciativa faz parte do Programa Caminhos de Pernambuco e integra o Plano Retomada. Serão investidos R$ 18,2 milhões nas obras


O governador Paulo Câmara assinou, nesta quinta-feira (14.10), em reunião no Palácio do Campo das Princesas, ordem de serviço para requalificação da PE-170, no Agreste Meridional. A rodovia liga os municípios de Lajedo e Canhotinho e possui 31,45 quilômetros de extensão. A iniciativa faz parte do Programa Caminhos de Pernambuco e integra o Plano Retomada, lançado em agosto pelo Governo do Estado. As obras estão orçadas em R$ 18,2 milhões.

De acordo com Paulo Câmara, o investimento em infraestrutura é um dos pilares do plano de retomada econômica e uma das prioridades estabelecidas pelo Governo do Estado. “É com muita satisfação que autorizamos mais um anúncio voltado para a requalificação da malha viária estadual, que vai contribuir para o desenvolvimento da região. A ação vai beneficiar diretamente mais de 65 mil pessoas, ao garantir a trafegabilidade da rodovia”, assegurou o governador.

A intervenção está sob a coordenação da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos e será executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), com prazo máximo de 18 meses para conclusão. Na requalificação da via estão previstos serviços de terraplenagem, drenagem, obras de arte especiais, pavimentação e sinalização horizontal e vertical.

Estiveram presentes à reunião o deputado federal Milton Coelho; o secretário executivo da Casa Civil, Eduardo Figueiredo; o presidente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Maurício Canuto; e o prefeito de Lajedo, Erivaldo Chagas.

Fotos: Ivison Gambarra/SEI

COVID-19 / Governo de Pernambuco libera maior movimentação em locais públicos. Confira!


O Governo de Pernambuco autorizou, nesta quinta-feira (14.10), o aumento de público nos estádios de futebol para até 15% da capacidade do local. Além disso, os eventos culturais, sociais e corporativos, bares e restaurantes, clubes sociais, cinemas, teatros, circos, colações de grau, aulas da saudade e cultos ecumênicos poderão funcionar até às 2h da manhã. Os eventos culturais, shows e bailes passam a ter duração de até oito horas seguidas. As mudanças já valem a partir desta sexta-feira (15.10), em todo o Estado.

A secretária executiva de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Ana Paula Vilaça, frisou que permanece necessário o controle seguro do esquema vacinal para algumas atividades. Segundo ela, os shows continuam com a capacidade máxima de 2,5 mil pessoas ou 50% do local, o que for menor. O evento deve ser no formato de mesas e cadeiras, e o uso da máscara continua obrigatório. “A flexibilização não abrange área para dança, mas é permitido ficar em pé, utilizando a máscara”, reforçou. Em novembro, dependendo dos números da saúde, o público pode passar para cinco mil pessoas ou 50% da capacidade, o que for menor.

Os eventos corporativos, as colações de grau, as aulas da saudade e os cultos ecumênicos permanecem com capacidade máxima de 2,5 mil presentes ou 80% do local, o que for menor. Cinemas, teatros e circos também seguem a mesma regra. Já a capacidade máxima dos eventos sociais/buffet permanece em 2,5 mil presentes ou 50% do local, o que for menor. A secretária executiva informou ainda que o Decreto n. 50.924, de 02 de julho, será alterado no trecho que trata da proibição de atendimento a visitantes em hotéis e pousadas. "A partir desta sexta, por exemplo, as pessoas não hospedadas também terão acesso livre ao restaurante do estabelecimento", afirmou.

O secretário estadual de Saúde, André Longo, destacou que os avanços e flexibilizações previstos no Plano de Convivência estão atrelados, diretamente, à adesão da sociedade ao processo de vacinação. “O Governo de Pernambuco vai continuar centrado na ciência e não iremos adotar medidas que possam colocar a vida dos pernambucanos em risco. Só poderemos retomar integralmente as atividades quando a maioria da nossa população estiver vacinada e com ciclo vacinal completo”, reforçou. Pernambuco está com pouco mais de 50% da população com o esquema vacinal completo e com números da pandemia em estabilidade.

"The Bolsonaros", a série, e COP-26 farão país corar de vergonha outra vez


A "marca Brasil" está em queda livre pelo mundo desde o início do governo Bolsonaro, segundo pesquisa Anholt-Ipsos Nation Brands, divulgada pela BBC News Brasil em julho. E o país deve passar ainda mais vergonha internacional, de acordo com a colunista Thaís Oyama.

Bolsonaro e seus filhos serão os protagonistas da série que a BBC Two está produzindo em parceria com a PBS americana com o sugestivo título "The Bolsonaros", não despropositadamente evocativo das máfias italianas. A série, de três capítulos, deve estrear em março de 2022 na Europa e nos Estados Unidos.

A France 5, canal de televisão pública da França, também tem percorrido o país em entrevistas com personagens ligados ao presidente. O objetivo é estrear em maio do ano que vem um documentário de 70 minutos que terá como foco o governo do exótico mandatário brasileiro.

Por terem a realidade como matéria-prima, não se espera que nenhum dos filmes, quando concluídos, venham a engrandecer a imagem do ex-capitão e nem a do Brasil — nunca tão malvisto pelo mundo.

Certamente não contribuirá para reverter essa imagem a ida de Bolsonaro à 26ª Conferência sobre Mudanças Climáticas, marcada para começar no próximo dia 31, em Glasgow.

Bolsonaro dirá que poucos países se comprometeram com metas tão ambiciosas no combate ao desmatamento e na compensação de emissões de carbono. E, como de hábito, nenhuma liderança internacional relevante o levará a sério.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.