BLUENET - PROVEDOR DE INTERNET

DESTAQUES DO BLOG

terça-feira, 3 de abril de 2018

CENTRAL X NÁUTICO - Quem será o Campeão Pernambucano 2018? VOTE AGORA NO BLOG




CENTRAL X NÁUTICO - Quem será o Campeão Pernambucano 2018?

Central
Náutico


MERYELLE MARQUES BEAUTY EM GARANHUNS - AGENDE SEU HORÁRIO!



Meryelle Marques Beauty
Ateliê Meryelle Marques 💕| beauty ☎| 87 99811-1909
Agend. de Seg há Quin das 09h às 18h 📍|Av. Júlio Brasileiro 776 📩| meryellemarquesmk@hotmail.com
www.facebook.com/meryelleMarques

Armando Monteiro e Izaías Régis recebem Álvaro Porto de volta no PTB em Garanhuns

Izaías Régis deve anunciar o apoio do seu grupo político ao deputado Álvaro Porto


 
A oficialização do retorno do deputado estadual Álvaro Porto ao PTB acontecerá em Garanhuns, nesta quinta-feira (05.04), às 19h. A assinatura da ficha de filiação ocorrerá em ato no Hotel Tavares Correia e deve reunir prefeitos, vereadores e lideranças políticas da oposição ao Governo Estadual. 

O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, e o senador e pré-candidato ao governo do estado Armando Monteiro, prestigiarão o evento. 

Segundo a nota enviada para a imprensa, Porto retorna ao PTB após ter integrado por um período de um ano e meio a legenda governista PSD. A entrada no bloco de apoio ao governador Paulo Câmara (PSB) se deu após pressões de prefeitos e aliados das bases no Agreste, que se queixavam de dificuldades junto ao Palácio do Campo das Princesas, ainda pela assessoria, Porto reclamou de compromissos que não teriam sido cumpridos pelo Governo do Estado, retornando ao PTB de Armando Monteiro. 

Alguns blogs de Garanhuns têm afirmado que o prefeito Izaías Régis deve anunciar apoio a Álvaro Porto, ex-prefeito de Canhotinho, a deputado estadual e a Jorge Corte Real, para federal. Segundo nossos amigos blogueiros, os governistas projetam que Álvaro Porto tenha em torno de 25 mil votos em Garanhuns, bem mais que teve Zaqueu Lins, que em 2014 ficou na casa dos 20 mil.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO - Instituto Histórico de Garanhuns


AUTISMO: DOENÇA GRAVE OU SÍNDROME DE FÁCIL TRATAMENTO? - Por Albérico Fernandes




 
"Muito se tem falado em Autismo ou Transtorno do Espectro Autista. Mas o que é o Autismo e qual a importância de se saber sobre este tema? Nossa sociedade ainda engatinha e tem muito a evoluir quando falamos sobre o Autismo ou como caracterizamos atualmente os Transtornos do Espectro Autista (TEA). 

Doenças como a dengue ou o diabetes, por serem difundidas e bem assimiladas pela nossa população há muitos anos, são atualmente bem compreendidas pelas pessoas leigas. Resultado de anos de cartazes, folders, medidas de prevenção empreendidas pela nossa sociedade organizada, estas doenças estão na língua do povo e comentadas frequentemente pelas pessoas quando alguém começa a ter seus sintomas.

Então voltemos agora a questão do autismo e a necessidade de compreender melhor do que se trata. Para parte de um grupo de especialistas, autismo é uma doença, para outros, uma deficiência e, para alguns, é um transtorno. Vamos compreender com calma cada um desses aspectos. Pessoas com autismo possuem, sim, uma dificuldade social, verbal e de conhecer coisas novas, e isso é um grande obstáculo para conseguir ter uma vida independente e em sociedade. Essas características são parte de um transtorno, e são, juntas, uma deficiência. Esses comportamentos precisam ser tratados para que a criança com autismo venha a ter uma vida plena, independente e feliz. As barreiras que uma pessoa autista enfrenta fazem jus a que ela seja beneficiária dos direitos de pessoas com deficiência, porque verdadeiramente é uma dessas pessoas.

Durante muito tempo as pessoas autistas eram consideradas anormais. Depois compreendeu-se ser um distúrbio que, quando orientadas, passam a ter uma vida normal e até com as mesmas qualidades de vida de qualquer outra. Mas antes de tudo é bom que compreendamos que há vários graus de autismo e cada um com maior ou menor complexidade para a vida de relação do portador. É muito complexo definir os tipos de autismo e seus tratamentos, como educador, de forma didática, passo uma das classificações clássicas dessa doença e seus sintomas:

São sintomas e características do autismo infantil:

• Dificuldade na interação social, como contato visual, expressão facial, gestos, dificuldade em fazer amigos, dificuldade em expressar emoções;

• Prejuízo na comunicação, como dificuldade em iniciar ou manter uma conversa, uso repetitivo da linguagem;

• Alterações comportamentais, como não saber brincar de faz de conta, padrões repetitivos de comportamentos, ter muitas "manias" e apresentar intenso interesse por algo específico, como a asa de um avião, por exemplo.

O tratamento vai depender do tipo de autismo que a criança possui e do seu grau de comprometimento, mas pode ser feito com:

• Uso de medicamentos prescritos pelo médico;
• Sessões de fonoaudiologia para melhorar a fala e a comunicação;
• Terapia comportamental para facilitar as atividades diárias;
• Terapia de grupo para melhorar a socialização da criança.

Apesar do autismo não ter cura, o tratamento, quando é realizado corretamente, pode facilitar o cuidado com a criança, tornando a vida dos pais um pouco mais facilitada. Nos casos mais leves, a ingestão de medicamentos nem sempre é necessária e a criança pode levar uma vida bem próxima do normal, podendo estudar e trabalhar, sem restrições. Em alguns, o autismo é tão leve ou tão complexo que é de difícil identificação.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), as causas do autismo não são totalmente esclarecidas, mas sabe-se que esta síndrome pode estar relacionada a:

• Deficiência e anormalidade cognitiva de causa genética e hereditária, pois observou-se que alguns autistas apresentam cérebros maiores e mais pesados e que a conexão nervosa entre suas células era deficiente;

• Fatores ambientais, como o ambiente familiar, complicações durante a gravidez ou parto;

• Alterações bioquímicas do organismo caracterizadas pelo excesso de serotonina no sangue;

• Anormalidade cromossômica evidenciada pelo desaparecimento ou duplicação do cromossomo 16.

A dificuldade em saber as causas ocorre porque as alterações não estão presentes em todos os autistas. Sabe-se que o autismo nem sempre limita.

A medicina atual já pode detectar o autismo em crianças a partir de dois anos de idade. Destacamos, a seguir, vários autistas que ficaram famosos levando uma vida sem problemas e até com destaque e alguns foram até mais longe que as pessoas ditas normais. Para ilustrar citamos:

• Lionel Messi – jogador de futebol
• Michael Phelps – nadador
• Tim Burton – cineasta
• Lewis Carrol – escritor
• Bill Gates – fundador da Microsoft
• Mozart e Beethoven – músicos 

Temos a ideia de que uma criança que é autista tem a sua vida limitada para sempre, mas muitas pessoas com esse transtorno têm a fala e a inteligência desenvolvidas sem problemas. Em grande parte dos casos, as pessoas autistas são fechadas e distantes ou presas a regras muito rígidas. 

OBSERVAÇÕES:

1. Por se tratar de um artigo bastante técnico foram usados alguns textos da área médica, da revista Medicina e Saúde, bem como as classificações da doença feita pela OMS.

2. Como é um tema que ainda está dando os seus primeiros passos nos estudos, o autismo ainda apresenta uma grande discórdia entre os seus estudiosos.

3. Em breve, mostraremos de forma bem objetiva como tratar o autismo em sala de aula, lembrando o que diz a OMS: Autismo não tem tratamento e sim acompanhamento, faremos então as devidas orientações de acordo com as determinações legais e as novas Normas Técnicas.

Prof. Albérico Luiz Fernandes Vilela
Membro da União Brasileira de Escritores
Membro da Academia Pernambucana de Educação
Diretor Pedagógico da UNIC – Universidade da Criança"

ATORES DA PAIXÃO DE CRISTO DE NOVA JERUSALÉM ABRAÇAM O IMIP


Rita Guedes


É tradição na Semana Santa pernambucana a encenação do espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, no município do Brejo da Madre de Deus, agreste do estado. 

Renato Goes
O período também já se tornou um importante momento para o IMIP, que recebe anualmente o abraço dos atores que participam da encenação da morte e ressurreição de Jesus Cristo.

Reforçando essa parceria, os atores Renato Góes (Jesus), Fabiana Pirro (Maria), Kadu Moliterno (Pilatos), Victor Fasano (Herodes), Nicole Bahls (Herodíades) e Rita Guedes (Madalena) vestiram a camisa do IMIP em prol da Instituição.

A assessora de Marketing do IMIP, Rita Barreto, a coordenadora de campanhas da Fundação Alice Figueira (FAF), Ilcea Leitão, e a assistente de marketing da FAF, Taiana Cavalcanti, foram recebidas pela produção do espetáculo, Robisson Pacheco, presidente da Sociedade Teatral de Fazenda Nova, e pelo assessor de comunicação, Lissandro Lamarque.

Nicole Bahls
O encontro aconteceu na segunda-feira (26), quando a equipe se preparava para encenar o maior espetáculo ao ar livre do mundo, em um grande momento que une fé e arte! 

Há mais de 10 anos que a encenação colabora com a divulgação e apoio ao IMIP. Todos os anos, o espetáculo atrai por dia uma média de sete mil espectadores.


Imprensa do IMIP

ÁGUA PARA O AGRESTE, Novas frentes de trabalho da adutora chegarão a Iati, São Bento do Una, Lajedo e Águas Belas

Governador Paulo Câmara conversou nesta segunda-feira (02) com o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, que assegurou o empenho de R$ 79,9 milhões para as obras. O presidente da Compesa, Roberto Tavares afirma que esses recursos permitirão abrir novas frentes de trabalho em Águas Belas, Iati, São Bento do Una e Lajedo. 



 
O ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, empenhou, na semana passada, R$ 79,9 milhões para a Adutora do Agreste, atendendo pedido do governador Paulo Câmara, feito no último dia 14 de março. Os dois conversaram por telefone e o ministro convidou Paulo para a próxima reunião do Conselho Deliberativo da Sudene, nesta quarta-feira (04/04). O governador confirmou presença. Será a última reunião presidida por Barbalho, que deixará o cargo de ministro nesta semana. “Nosso trabalho e esforço é para que a obra da Adutora do Agreste não pare e a gente consiga manter o calendário de obras”, disse o governador Paulo Câmara.

O pedido de Pernambuco para a Adutora do Agreste foi apresentado durante reunião do presidente da Compesa, Roberto Tavares, com o secretário Nacional de Infraestrutura Hídrica, Antônio de Pádua. “Esse anúncio demonstra o apreço e atenção do ministro Hélder à solicitação do governador Paulo Câmara para que a mais importante obra hídrica de Pernambuco não seja paralisada por falta de recursos”, afirmou Tavares.

Até o momento, o Governo Federal repassou R$ 804 milhões para a Adutora do Agreste de um total conveniado de R$ 1,246 bilhão. Segundo o presidente da Compesa, Roberto Tavares, em 2018, a obra segue em ritmo acelerado pois graças ao repasse conseguido em dezembro foi possível quitar as faturas em atraso e permitiu colocar 26 frentes de trabalho.

“A liberação de mais R$ 68 milhões, completando os 70% previstos nas regras de liberação dos recursos, será muita bem-vinda neste momento em que precisamos entregar a primeira etapa útil da Adutora do Agreste, que se integrará a Adutora do Moxotó, em Arcoverde, beneficiando 400 mil pessoas ainda nesse semestre”, observa Tavares, que finaliza: “Temos o desafio imposto pelo governador Paulo Câmara de ampliar o atendimento das águas do Rio São Francisco para outras cidades, além das dez previstas na etapa inicial”.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.