governo do estado

quinta-feira, 30 de dezembro de 2021

Governo brasileiro dispensa ajuda da Argentina a Bahia




O governo brasileiro recusou a ajuda humanitária da Argentina para atender a população da Bahia atingida pelas chuvas e enchentes. A decisão foi tomada em meio às críticas à ausência do presidente Jair Bolsonaro diante da tragédia que deixou 24 mortos e mais de 37 mil desabrigados. Interlocutores próximos do presidente reprovam o comportamento e admitem desgaste. De férias em Santa Catarina, Bolsonaro tem justificado a aliados que uma visita à região não evitaria mais críticas a seu mandato.

Entrevista: o governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou ao GLOBO que tem evitado politizar as enchentes: “O mínimo que você espera é uma demonstração de humanidade e de solidariedade de todos, inclusive do presidente da República. Temos de lamentar, mas eu não quero perder o foco”.

Futuros soldados da Polícia Militar de Pernambuco iniciam curso de formação




Mais 541 futuros soldados da Polícia Militar de Pernambuco iniciaram o Curso de Formação e Habilitação de Praças (CFHP PM) nesta quarta-feira (29.12). A aula inaugural aconteceu no Teatro Guararapes, Centro de Convenções de Pernambuco, Olinda, e contou com a participação do governador Paulo Câmara. A terceira e última turma do concurso realizado em 2018 deve concluir o curso no primeiro semestre de 2022, com os alunos já atuando na segurança pública do Estado em seguida.

Desde a primeira turma, já são aproximadamente 2,5 mil convocados e o CFHP corresponde à última fase do certame, na qual os candidatos deverão cumprir 1.074 horas-aula de 46 disciplinas. “Eu não tenho dúvidas de que, ao longo desse período de formação, os senhores e as senhoras vão estar prontos para vestir essa farda tão honrada e respeitada”, destacou o governador, se dirigindo aos futuros soldados presentes.

A aluna Natália Cavalcante, 27, ressaltou que ser aprovada no concurso e iniciar a formação é a realização de um sonho. “O dia de hoje está sendo muito importante para mim e para todos os que aguardavam ansiosamente pela convocação. É um momento especial e um sonho muito grande”, disse.

“Estamos orgulhosos pelo fato de que, desde 2015 até hoje, pudemos fortalecer a proteção dos pernambucanos com a incorporação de mais de 7 mil novos profissionais às forças estaduais de segurança pública, incluindo as Polícias Militar, Civil e Científica e o Corpo de Bombeiros Militar. Desse total, somente para a PMPE tivemos a satisfação de receber 4.600 novos praças e cerca de 100 oficiais. Todos foram e são fundamentais no enfrentamento diuturno da criminalidade em nosso Estado, sem os quais dificilmente alcançaríamos o atual momento de redução significativa dos indicadores de violência, que este ano já representa -11,2% em relação a 2020”, avaliou o secretário de Defesa Social, Humberto Freire.

Além do governador e do secretário de Defesa Social, também estiveram presentes na cerimônia o secretário executivo da pasta, delegado Rinaldo de Souza; o comandante-geral da Polícia Militar de Pernambuco, coronel Roberto Santana; o chefe da Casa Militar, coronel Carlos José; o chefe da Polícia Civil, delegado Nehemias Falcão; a gerente geral de Polícia Científica, Sandra Santos; o defensor público-geral de Pernambuco, José Fabrício Lima; o chefe do Estado Maior Geral, coronel Gadelha; o gerente geral de Articulação e Integração Institucional e Comunitária, coronel Torres; e o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.