BLUENET - PROVEDOR DE INTERNET

DESTAQUES DO BLOG

domingo, 10 de dezembro de 2017

Tadeu Alencar coordena Frente Parlamentar pela Prevenção da Violência e Redução de Homicídios em Pernambuco

Tadeu Alencar e Alessandro Molon


O deputado federal Tadeu Alencar (PSB) participou esta semana do lançamento da Frente Parlamentar pela Prevenção da Violência e Redução de Homicídios, em ato realizado no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, em Brasília.

O encontro contou com a presença de representantes da Anistia Internacional, Jurema Werneck, da ONU Brasil, Jaime Nadal, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, do Monitor da Violência, do Instituto Sou da Paz, Bruno Langeani, do Instituto Igarapé, Dandara Tinoco, do projeto Papo Responsa, Beto Chaves, da CNBB, Pe. Luiz Fernando, da CONIC, Pastora Romi, da CONAMP, Norma Angélica, da Defensoria Pública, Antônio Mafezolli.

Coordenada pelo deputado federal Alessandro Molon (REDE-RJ), a Frente surge para combater os dados assustadores sobre o número de homicídios registrados no país. “Serão debatidas ações práticas que reduzam o número de assassinatos no Brasil”, afirma Tadeu, que será o coordenador da Frente em Pernambuco.

Esta é mais uma iniciativa do parlamentar pernambucano na área da segurança – no último mês, a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados aprovou, por unanimidade, o relatório favorável de Tadeu Alencar à Proposta de Emenda Constitucional (PEC 129/15), que torna obrigatória a execução dos planos nacional, estaduais, distrital e municipais de enfrentamento de homicídios de jovens.

Segundo Tadeu, o Brasil precisa com urgência de mais políticas públicas voltadas para a prevenção e combate à violência. “Os números são alarmantes: segundo o Atlas da Violência, a taxa de homicídios no Brasil entre 2005 e 2015 aumentou mais de 10,6%. De 2015 para 2016, este crescimento foi de 3,8%. A Frente vem justamente jogar luz sobre o tema”, alerta o deputado.

Tadeu também lembra que a alta na violência está ligada à crise econômica no país. “O aumento do desemprego também aumenta o percentual de violência. Segundo um estudo do IPEA (Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas), a cada ponto percentual a mais de desemprego o número de homicídios entre homens sobe dois pontos”, reforça.

A Frente terá ainda o desafio de promover o diálogo entre o poder público e os diversos setores da sociedade para inovar na formulação, divulgação, aprovação e articulação de ações capazes de prevenir e reduzir o número de homicídios. “A violência não pode fazer reféns os cidadãos. Esperamos construir medidas que diminuam o medo da população e permitam que todos exerçam sem medo o direito de ir e vir nas cidades brasileiras”, disse Tadeu.

A Frente será lançada proximamente em Pernambuco e, segundo Alencar, "a experiência exitosa do Pacto pela Vida como política pública de Estado, que pode e deve sempre ser aperfeiçoada, tem muito a ensinar ao Brasil ".

Jornal do Commercio destaca Investimentos Chineses em Pernambuco, no momento que o Reitor da UPE participa de Conferência naquele país planejando expansão da formação no estado



O Jornal do Commercio traz grande matéria neste domingo (10) sobre o potencial de Pernambuco para atrair investimentos bilionários da China. O assunto é inclusive a manchete do jornal. O texto é da jornalista Adriana Guarda, que revela que a China investiu (em dólares) quase U$ 50 bilhões em uma década no Brasil, e tem planos de investir outros U$ 20 bilhões somente em 2018, e Pernambuco é estratégico.

Vale a leitura, pois são investimentos de curto e médio prazos, que podem acarretar em um boom econômico no estado. 

O governador Paulo Câmara tem estreitado este diálogo, tendo recebido diversos empresários e representantes do governo chinês. 

Em setembro, uma comitiva do estado esteve naquele país negociando com indústrias e empresas. Os chineses são capazes de megainvestimentos, a exemplo de produção de energia (eólica, solar e elétrica), refinarias, fábricas de automóveis, motocicletas, tecnologia, eletroeletrônicos, entre outros.

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO

Reitor Pedro Falcão, em foto de arquivo na Campus Party
O Reitor da Universidade de Pernambuco, Profº Pedro Falcão, está viajando para a China, ao lado do diretor do Instituto Confúcio na UPE, Prof. Heldio Villar, para participarem da 12ª Conferência Global do Instituto, entre os dias 11 e 19 de dezembro, em Pequim, capital do país asiático.


A conferência conta com a presença de centenas de diretores dos institutos e os reitores das universidades dos países onde estão instalados. No encontro, os representantes apresentam, em fóruns específicos, suas atividades e as estratégias para os anos vindouros, já que o governo chinês pretende aumentar significativamente o número de institutos nos próximos anos.

A viagem reafirma a política de ampliação das relações internacionais da UPE, que visa estabelecer cooperação acadêmica, científica e cultural entre as instituições. A intenção do Reitor  Pedro Falcão é ampliar a oferta dos cursos de língua chinesa (mandarim) e com isso oferecer mais profissionais capacitados para este mercado que se expande.

Acompanham, ainda, o reitor na viagem o Assessor de Relações Internacionais da Universidade, Prof. José Guido Corrêa de Araújo, e o diretor chinês do instituto, Prof. Wang Hongliang.

INSTITUTO CONFÚCIO: o Instituto na UPE, inaugurado em 26/11/2013, é o primeiro do Nordeste, e a iniciativa foi autorizada pelo do convênio assinado entre a universidade dos pernambucanos com a Universidade Central de Finanças e Economia de Pequim (CUFE).

Os cursos de chinês já tiveram início e são abertos ao público. Os estudantes que se destacarem têm a oportunidade de estudar na China. Paralelamente, o Instituto promove exposições e mostras, neste intercâmbio cultural e acadêmico com a China.

ESCRITÓRIO – O Instituto Confúcio é uma entidade sem fins lucrativos, ligado ao Ministério da Educação da China, e tem sua sede em Pequim.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.