GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

quarta-feira, 10 de junho de 2020

Prefeitos aqui do Agreste ouvem explanação do governador sobre Plano de Convivência com a Covid-19

No segundo dia de reuniões com gestores municipais, Paulo Câmara voltou a tratar da regionalização de aspectos do plano


O governador Paulo Câmara comandou, nesta quarta-feira (10.06), nova reunião, por meio de videoconferência, com prefeitos e prefeitas de municípios do Agreste do Estado. Foi o segundo dia de reuniões da rodada de discussão sobre a regionalização do Plano de Convivência com a Covid-19 em Pernambuco.

“Detalhamos o plano, apresentamos os números da pandemia do novo coronavírus nesses municípios e discutimos as possíveis adaptações, de acordo com o perfil de cada região”, explicou Paulo Câmara, ressaltando a importância da análise do cenário epidemiológico.

Ainda segundo o governador, essa iniciativa é fundamental para a tomada de decisões, sempre baseadas em pesquisas técnico-científicas. “Temos trabalhado com transparência e cautela com relação às determinações que fazemos”, pontuou Paulo Câmara, que também vai se reunir com prefeitos do Sertão do Estado.

Participaram da reunião a vice-governadora Luciana Santos e os secretários estaduais José Neto (Casa Civil), André Longo (Saúde), Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico), Alexandre Rebêlo (Planejamento e Gestão) e Antônio de Pádua (Defesa Social).

Fotos: Hélia Scheppa/SEI

Paulo Câmara decreta ponto facultativo nas repartições públicas do Estado

O governador Paulo Câmara decretou ponto facultativo nas repartições públicas e entidades da administração direta e indireta do Estado nesta quinta-feira (11.06), data dedicada a Corpus Christi. A exceção é para as atividades de funcionamento indispensável, como os serviços de saúde e segurança, por exemplo, a juízo do chefe do órgão. A decisão foi assinada pelo secretário da Casa Civil, José Neto, e publicada nesta quarta-feira (10.06), no Diário Oficial do Estado. 

Tradicionalmente, o ponto facultativo é transferido para o dia 23 de junho, véspera de São João. No entanto, como as festividades juninas não ocorrerão presencialmente por causa do risco de contágio pelo novo coronavírus, a medida foi mantida no dia 11 de junho, como forma também de incentivar o isolamento social.

FESTAS JUNINAS SEM FOGOS E FOGUEIRAS EM GARANHUNS



A Prefeitura de Garanhuns, publicou novo decreto com medidas de combate à pandemia de Covid-19, que devem ser seguidas durante o período junino.

Ficou determinado a proibição da venda e queima de fogos de artifícios, e também que a população não acenda fogueiras na área urbana e rural. A medida busca reduzir os casos de complicações respiratórias ocasionadas pela fumaça das fogueiras e também de queimaduras em decorrência do manejo de fogos de artifício, tendo em vista a lotação das unidades hospitalares.

A prefeitura também destacou que a tradição junina pode provocar aglomerações, o que deve ser evitado neste momento de contenção da pandemia. Em nota, o governo municipal disse que destaca a relevância o caráter cultural e a tradição do período junino, mas que estes não podem prevalecer sobre o direito à saúde e o direito à vida, que são prioridade neste momento.


AGORA COMIGO: Não temos informação sobre como se dará a fiscalização, pois no mesmo dia da decretação já tivemos informações de fogueiras no município. Portanto, é essencial que a informação chegue à população e que os órgãos de fiscalização estejam atentos e divulguem os canais para denúncias. Se não, o decreto fica somente no faz de conta. 

Mas concordamos com a proibição de forma excepcional este ano, devido o grupo de risco para Covid-19 formado por pessoas com problemas respiratórios é o que mais sofre com as fogueiras, e que geralmente precisam procurar hospitais, onde estão internadas pessoas infectadas, assim, vale o esforço este ano de se privar de um costume cultural.

Governador se reúne com prefeitos de todo o estado

Paulo Câmara detalha Plano de Convivência com a Covid-19. Primeiro encontro aconteceu por videoconferência. Nesta quarta, reunião é com gestores do Agreste
 



Em mais um encontro por videoconferência, o governador Paulo Câmara conversou, nesta terça-feira (09.06), com 41 prefeitos de municípios da Região Metropolitana do Recife e da Zona da Mata e Limoeiro. A reunião, que também contou com o apoio da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), serviu para o chefe do Executivo estadual detalhar o Plano de Convivência com a Covid-19 em Pernambuco.

“Aproveitamos a oportunidade para detalhar o Plano de Convivência com a Covid-19, com um recorte socioeconômico para o perfil dessas regiões e os números da pandemia em seus municípios”, ressaltou Paulo Câmara, que nesta quarta-feira (10.06), comanda nova reunião, dessa vez com prefeitos de cidades do Agreste e, na sequência, com gestores do Sertão do Estado.

De acordo com o governador, esses encontros prosseguirão ao longo da semana, sempre por videoconferência, seguindo as normas sanitárias e de isolamento social instituídas no Estado. “Iremos promover outros debates para planejarmos os pontos de regionalização do nosso plano, assim como a retomada dos setores econômicos. O momento exige unidade e muita parceria com os municípios para que possamos atravessar essa nova fase em Pernambuco”, reforçou.

Também participaram do encontro com os prefeitos os secretários estaduais José Neto (Casa Civil), André Longo (Saúde), Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico) e Alexandre Rebêlo (Planejamento e Gestão).

Fotos: Aluísio Moreira/SEI

DESTAQUES DO BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.