GOVERNO DO ESTADO

quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

Cobrança de passaporte vacinal em órgãos estaduais começa a valer no dia 6 de dezembro




A exigência da comprovação do esquema vacinal completo contra a Covid-19 para acesso aos estabelecimentos públicos em Pernambuco entra em vigor na próxima segunda-feira (06.12). O decreto com todas as regras para cumprimento da norma será publicado na edição de amanhã (01.12) do Diário Oficial do Estado.

A apresentação obrigatória do comprovante de vacinação para entrada em estabelecimentos públicos vinculados à administração estadual foi anunciada durante coletiva de imprensa, na última quinta-feira (25.11). A medida reforça o incentivo à vacinação de todos os pernambucanos contra a doença, com o objetivo de proteger a população.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, André Longo, a imunização é necessária para evitar novas ondas da doença. “Dados divulgados pelo Centro Europeu de Controle de Doenças apontam que os locais com maiores índices de vacinados estão registrando menos mortes, comprovando que as vacinas, além de seguras, salvam vidas. O cenário que temos hoje é de uma pandemia em pessoas não totalmente vacinadas”, pontuou Longo, durante a recente coletiva de imprensa.

Exame detecta dois casos da variante Ômicron no Brasil

 



A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que dois pacientes apresentaram resultado positivo para a variante Ômicron no Brasil. A agência aguarda confirmação de um segundo laboratório para fechar o diagnóstico. Os casos foram identificados em São Paulo: um passageiro vindo da África do Sul que desembarcou no aeroporto de Guarulhos em 23 de novembro e sua esposa.

A África do Sul é tida como o marco zero da nova cepa, que fez os casos dispararem no país e em nações vizinhas. O primeiro diagnóstico da variante foi registrado há menos de três semanas, e só agora os infectados por ela começam a ser internados. A gravidade dos quadros clínicos é considerada baixa.

Em reação, ao menos 56 países fecharam seus aeroportos para voos com origem em alguns territórios do continente africano. A Organização Mundial da Saúde disse hoje que a proibição de viagens não impedirá a dispersão da variante. A agência da ONU, no entanto, recomendou que os idosos fiquem em casa.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.