GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

quinta-feira, 19 de março de 2020

Qual o índice de letalidade do Coronavírus por faixa etária? (Na China)



Trago das redes sociais do Coren/PE esta informação:

Estudos feitos pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças da China, país que foi o epicentro do COVID-19, apontam que a letalidade do novo coronavírus progride conforme a faixa etária, atingindo diretamente os mais idosos. Exatamente por isso, este público deve ser alvo de todos os cuidados, desde a orientação ao tratamento. Vamos cuidar dos nossos idosos!

UPAE Garanhuns informa mudança de cronograma de processo seletivo



A UPAE Garanhuns/IMIP, atendendo determinações dos órgãos responsáveis, vem a público informar, que devido o momento de combate ao COVID-19 (Coronavírus), está adiando parcialmente seu processo seletivo 2020 para novas datas ainda não definidas. Contudo, para cobrir necessidades da unidade de saúde, estará convocando uma quantidade reduzida de farmacêuticos e técnicos de enfermagem inscritos na base de dados para a segunda etapa do processo. Os demais cargos deverão aguardar o novo cronograma. 

Assim como foi divulgado na abertura do processo, os selecionados serão informados por e-mail..

Gustavo Amorim
Coordenador Geral - UPAE Garanhuns

CORONAVÍRUS / Governo fecha shoppings, salões de beleza, clubes, bares, restaurantes, lanchonetes e comércio de praia



Com o objetivo de intensificar as ações de enfrentamento ao coronavírus no Estado, que contabiliza atualmente 22 casos confirmados, o governador Paulo Câmara anunciou, nesta quinta-feira (19.03), um novo pacote de medidas restritivas. O novo decreto que entra em vigor a partir deste sábado (21.03) determina o fechamento dos shoppings, salões de beleza e correlatos, clubes sociais, bares, restaurantes, lanchonetes e comércio de praia.

“Bares e restaurantes poderão continuar a funcionar, desde que apenas para a realização de entregas. Os parques e praias permanecerão abertos exclusivamente para corrida, caminhada e outras práticas esportivas”, destacou o governador.

Ainda durante o pronunciamento, o governador pediu para que a população ficasse em casa. "A mensagem principal que quero deixar para cada um dos senhores e das senhoras é que precisamos que o máximo possível de pessoas permaneçam em suas casas. Limitem, efetivamente, suas saídas, a ir ao supermercado, farmácia, itens de primeira necessidade", declarou.

REUNIÃO – Antes do anúncio das novas medidas, o governador Paulo Câmara reuniu integrantes do Tribunal de Contas do Estado, para criação de um Grupo de Trabalho que tem como objetivo o acompanhamento de aquisições emergenciais que serão necessárias para o combate e o enfrentamento ao coronavírus em Pernambuco.

Foto: Aluísio Moreira /SEI

Justiça eleitoral suspende atendimento presencial em Garanhuns


Quantos leitos de UTI tem a rede estadual de saúde de Pernambuco?



A ampliação da rede de leitos da Rede Estadual de Saúde chegará em Caruaru, Serra Talhada, Araripina e Petrolina, com leitos de retaguarda. Na capital, o governo deve utilizar a estrutura dos hospitais privados Nossa Senhora das Graças (Alfa), em Boa Viagem, e Unicordis, no Torreão, atualmente desativados. Ao todo, 1000 novos leitos estão sendo criados, sendo que 400 deles de UTI na capital.

Leitos de UTI

A rede estadual de saúde de Pernambuco conta, atualmente, com 1.018 vagas de UTI, entre leitos próprios e contratualizados junto à rede credenciada.

De acordo com levantamento do Conselho Federal de Medicina (CFM), divulgado no final de 2018, o Estado está entre os 10 do País que atendem às recomendações de proporção de leitos de UTI para a população, ocupando o primeiro lugar no Norte/Nordeste.

De acordo com a Associação de Medicina Intensiva Brasileira, a proporção ideal é de um a três leitos de UTI na rede pública para cada 10 mil habitantes usuários do SUS.

Em Pernambuco, essa proporção é de 1,09, acima de Bahia, Ceará, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Distrito Federal.

Vale destacar, ainda, que Pernambuco possui uma das maiores redes públicas próprias do Brasil e do Nordeste.

CORONAVÍRUS / Pernambucanos apelam para retornarem de Portugal



Celino Melo embarcou em um cruzeiro para Portugal no dia 4 de março (Acervo pessoal/Cortesia)

No começo de março, com os contágios por coronavírus ainda concentrados fora do Brasil, muita gente manteve os planos de viagem. Foi o caso de um cruzeiro que partiu do Recife no dia 4 de março com mais de 2 mil passageiros, boa parte pernambucanos, com destino a Lisboa, em Portugal, onde estava o pernambucano de Garanhuns, no Agreste do Estado, Celino Melo. Ele, assim como outras pessoas, tenta voltar ao País.

Em situação semelhante, o jornalista Suetoni Souto Maior foi com a esposa e dois filhos pequenos para Portugal, uma viagem organizada ao longo de oito meses. Agora, teme não conseguir embarcar no voo programado para a próxima quarta-feira (25).

Celino teve o voo programado para quarta (18) cancelado, mas conseguiu outra passagem para o sábado (21), comprada por um parente no Recife por 1,5 mil euros. “No aeroporto de Lisboa, a fila da (cia área) TAP estava quilométrica, com três a quatro horas de espera para atendimento”, contou. “Nada garante que vamos conseguir embarcar, e há pessoas que vieram conosco que não conseguiram remarcar ainda. O que queremos é que as autoridades exijam que as companhias aéreas cumpram esses voos”.

Respostas

Procurada, a CVC confirmou, por nota, que o cruzeiro do navio Soberano, da companhia marítima Pullmantur, teve sua rota alterada por causa das restrições das autoridades em Portugal. Disse ainda que tem acompanhado de perto e atuando nas remarcações e embarque de pessoas para retorno ao Brasil, de diversos destinos. “Esse trabalho está sendo realizado em cooperação com as companhias parceiras, com o objetivo de atender nossos clientes com brevidade e segurança, considerando o cenário de reduções de voos internacionais e restrições de trânsito impostos por diversos governos ao redor do mundo", explicou a CVC, por nota.

A reportagem procurou o Procon Pernambuco, que enviou uma nota informando que notificaria ainda na tarde de ontem as empresas TAP, CVC e Pullmantur. “Elas terão o prazo de 24 horas para apresentar quais medidas estão sendo tomadas para o retorno dos brasileiros”, disse o órgão, em nota. Também questionada, a Assessoria Especial do Governo de Pernambuco explicou que “desde o primeiro momento está em contato com o Itamaraty, acompanhando e cobrando uma solução para o caso” e afirmou que “seguirá buscando uma alternativa”.

Por e-mail, o Itamaraty explicou que consulados e embaixadas brasileiras acompanham a situação do fechamento das fronteiras por conta do coronavírus, “com especial atenção à situação dos turistas brasileiros” e que ambos permanecem à disposição, buscando “assistência consular possível em cada caso concreto”.

O Itamaraty recomendou que os brasileiros no exterior mantenham a calma e sigam orientações das autoridades locais. Reforçou ainda que todas as embaixadas e consulados brasileiros estão funcionando, mas com regimes de trabalho adaptados às restrições de cada local. As páginas na internet de todos os Consulados do Brasil podem ser consultadas na seguinte seção do Portal Consular do Itamaraty: http://www.portalconsular.itamaraty.gov.br/rede-consular.

Até o a publicação desta reportagem, TAP não respondeu aos questionamentos do Diario. A reportagem também procurou a Pullmantur, mas não conseguiu contato.

Para ler a reportagem completa:
Diario de Pernambuco

Quantas vidas perderemos para o Coronavirus?

A Itália tem pouco mais de 60 milhões de habitantes. Cerca de 1/4 do Brasil.

Na Europa a saúde, a educação e a assistencial social funcionam melhor que aqui.

O Brasil tem desigualdade social e líderes, políticos e religiosos, que não estão nem aí para o Coronavirus.

Qual o impacto em nossas vidas e quantas vidas perderemos?

Que Deus nos proteja e abençoe os pesquisadores cientistas.

DESTAQUES DO BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.