GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

quarta-feira, 17 de junho de 2020

Arcoverde apresenta São João em Casa com lives solidárias de artistas da cidade



Com a pandemia do Coronavírus, os festejos juninos precisaram ser cancelados em várias cidades do Brasil. Em Arcoverde, não foi diferente, porém numa iniciativa do Sesc, da Secretaria de Cultura e Comunicação da Prefeitura de Arcoverde e da TVLW, nos dias 23 e 24 de junho, será realizado o “São João em Casa” com duas lives solidárias compostas por artistas do município.

Em 23 de junho, às 19h, o “No Terreiro de Casa - Sambada do Coco” será com os grupos Trupé, Irmãs Lopes e Raízes de Arcoverde. No dia 24, é a vez do “Grande Encontro do Forró”, com Sílvia Regina, Wagner Carvalho, Alana Carla e George Silva.

“Queremos resgatar a memória afetiva das pessoas quanto ao maior evento do município. A perspectiva é trazer um pouco do clima dos polos culturais do São João como, o Raízes do Coco do Cruzeiro e o Pé de Serra, este último que já vem de uma parceria de 20 anos com o Sistema Fecomércio/Sesc/Senac.” enfatiza a secretária de Cultura e Comunicação, Teresa Padilha.

O objetivo, além de ofertar uma programação cultural, é arrecadar recursos. “Serão cestas básicas, alimentos não perecíveis itens de higiene pessoal e material de limpeza, que serão arrecadados, através do Banco de Alimentos do SESC- PE, para Associações culturais”, enfatiza a gerente do Sesc, Águida Cardeal.

Em nível nacional, o Banco de Alimentos é um dos modelos de atuação do Mesa Brasil Sesc – Rede Nacional de Solidariedade e Cidadania. Em Pernambuco, o programa busca atender a 150 mil pessoas em situação de risco social assistidas por 400 instituições.

O evento será transmitido pelo canal da TV LW no YouToube: www.youtoube.com/TVLWonline1 , no Sesc-Arcoverde, seguindo os protocolos recomendados de distanciamento e higienização.

Lions Cidade das Flores empossa nova diretoria

Foto de arquivo: David Melo



🦁🦁🦁🦁🦁🦁🦁🦁🦁

O LC Cidade das Flores, de Garanhuns, faz nesta quarta-feira (17), de forma simbólica,  em reunião on-line, às 20h, a posse da sua nova diretoria para o AL 20/21.

A CaL Maria Almeida Rocha entrega a presidência do clube ao CL Francisco Heriberto Granja Alencar, com o CL José Paulo da Silva e CaL Paloma Pinheiro, assumindo as vice-presidências.

A posse solene foi adiada para quando tivermos segurança sanitária para realizar reuniões presenciais.

Encerrando com Chave de Ouro, o LC Cidade das Flores, no último dia da gestão da CaL Maria Almeida, desafiou seus associados a uma campanha de doação aos monges do Mosteiro de São Bento.

Onde há necessidade, sempre haverá um Leão!

Paulo Câmara anuncia a retomada das celebrações religiosas. Garanhuns e região continuam de fora devido não diminuírem os índices de Covid-19

Atividades retornam na próxima segunda-feira (22). Igrejas e templos deverão seguir à risca o protocolo com uma série de medidas preventivas



O governador Paulo Câmara anunciou, nesta quarta-feira (17.06), a reabertura gradual, a partir da próxima segunda-feira (22.06), das igrejas e templos religiosos em Pernambuco. A medida, que integra a quarta fase do Plano de Convivência com a Covid-19, valerá para todo o Estado, com exceção dos 85 municípios do Agreste e das Matas Norte e Sul que não avançaram na retomada das atividades econômicas – por ainda não apresentarem a mesma estabilização média da pandemia que vem sendo verificada nas demais regiões pernambucanas. Garanhuns e os demais 20 municípios que compõem a V GERES continuam de fora da reabertura.

Os espaços religiosos precisarão seguir um rígido protocolo, com uma série de medidas preventivas, e limitar o público a 30% de sua capacidade, podendo chegar ao limite de 50 pessoas nos templos com capacidade de até mil lugares e 300 pessoas nos locais com capacidade acima de mil lugares.

“As atividades religiosas têm um papel fundamental para a sociedade, realizando ações sociais relevantes, e asseguram o conforto espiritual, sobretudo em um momento tão difícil como o que estamos atravessando. Mas precisam ocorrer com consciência e a colaboração de todos. A pandemia não acabou e precisamos continuar com os cuidados necessários”, destacou o governador Paulo Câmara.

Entre as regras estabelecidas, além da limitação do público, está a adoção de um intervalo entre as celebrações, que deve ser de três horas no mínimo, tanto para evitar aglomeração quanto para garantir uma efetiva limpeza do ambiente. Preferencialmente, devem ser disponibilizados cadeiras e bancos de uso individualizado, em quantidade compatível com o número máximo de participantes autorizados para o local. No caso de bancos de uso coletivo, eles devem ser reorganizados e demarcados de forma a garantir o afastamento recomendado.

Além disso, também deve ser realizado o controle do fluxo de entrada e saída de pessoas e, na hipótese de formação de filas, deve haver demarcação para manter o distanciamento mínimo. Sempre que possível, as portas de entrada devem ser distintas das de saída, havendo sinalização de sentido único, de modo a evitar que as pessoas se cruzem. Antes, durante e depois da realização das celebrações religiosas devem ser evitadas práticas de aproximação entre as pessoas e outras formas de contato físico, como dar as mãos, beijos, abraços, apertos de mãos, entre outros.

"Todas essas regras foram discutidas com lideranças de cada religião, e proporcionarão maior segurança a todos que frequentarem as celebrações", ressaltou Paulo Câmara.

DESTAQUES DO BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.