GOVERNO DO ESTADO

segunda-feira, 11 de abril de 2022

Estão abertas as inscrições para propostas artísticas no 30º Festival de Inverno de Garanhuns

Realizado pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secult-PE/Fundarpe, o FIG 2022 acontecerá na segunda quinzena de julho. As inscrições das propostas artísticas deverão ser feitas até 17h59 do dia 2 de maio deste ano, exclusivamente por meio da plataforma Prosas


Estão abertas as inscrições para artistas e grupos interessados interessados em participar da programação do 30⁰ Festival de Inverno de Garanhuns (FIG 2022), um dos mais importantes festivais de cultura e arte do Brasil. As inscrições das propostas artísticas deverão ser feitas até 17h59 do dia 2 de maio deste ano, exclusivamente por meio da plataforma Prosas (www.prosas.com.br/editais). A publicação do resultado final das propostas classificadas será divulgada até o dia 23 de maio. Já a realização do 30º FIG está prevista para a segunda quinzena de julho de 2022. Clique AQUI e confira o edital.

Poderão apresentar propostas pessoas físicas ou jurídicas, de todo território nacional, que comprovem sua atuação na atividade artístico-cultural. Serão aceitas inscrições em atividades nos seguintes segmentos culturais: Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Cultura Popular, Dança, Design e Moda, Fotografia, Gastronomia, Literatura, Música, Patrimônio Cultural e Teatro.

O edital do FIG 2022 é promovido pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe). A 30ª edição do festival reunirá uma diversidade de shows, cortejos, intervenções, recitais, concertos, vivências criativas, espetáculos, desfiles, exposições, mostras, ações de patrimônio cultural, formação e outras atividades culturais num dos municípios mais charmosos do Agreste de Pernambuco.Entre as cláusulas do edital de convocação artística, destaca-se o item que condiciona a realização do evento e consequente contratação de artistas e grupos selecionados aos protocolos que controlam a realização de atividades em espaços públicos, conforme definição das autoridades sanitárias.

FIG 2022 - A expectativa da Secult-PE/Fundarpe é de, mais uma vez, realizar um festival de grande impacto dentro do cenário da produção artística do País e que marque o reencontro da população com este importante evento nacional.

“A Fundarpe precisou se antecipar para que tudo estivesse pronto para a realização do FIG. Já em fevereiro deste ano, abrimos licitações para contratação de empresa especializada em locação, montagem, manutenção e desmontagem dos palcos, sonorização e iluminação do Festival. Este edital de convocação de propostas é outro passo importante, fundamental para a construção da grade artística do FIG, um evento que completa 30 edições e sempre foi marcado pela alta qualidade das atrações”, destaca Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe.

“O FIG é um dos maiores festivais multi-linguagens do Brasil e também uma plataforma que conecta artistas e grupos, entre si, e com seu público, promovendo uma circulação que é vital para a cadeia produtiva da cultura em Pernambuco”, comenta Gilberto Freyre Neto, secretário de Cultura de Pernambuco.

“O Festival de Inverno de Garanhuns tem uma história grandiosa e inspiradora para os que produzem arte e para os que a desfrutam. Desse edital de convocação artística sai mais de 80% do que o público vai poder conferir. Temos certeza que vamos fazer mais um evento de muito sucesso de crítica e de público”, opina André Brasileiro, coordenador geral do FIG 2022.

HABILITAÇÃO – As propostas inscritas serão avaliadas em duas etapas. Na primeira, que é a análise preliminar, é verificado o cumprimento de todas as formalidades do edital. Esta etapa consiste na apreciação da documentação anexada ao Formulário de Inscrição de cada segmento artístico-cultural e na verificação do cumprimento de todas as formalidades descritas neste Edital e será realizada por equipe técnica composta por servidores e colaboradores vinculados à Fundarpe. O resultado gera propostas habilitadas e inabilitadas (que ainda poderão recorrer da decisão).

Num segundo momento, será feita análise artístico-cultural, que consiste na avaliação de mérito do conteúdo das propostas habilitadas na Análise Preliminar. As análises serão feitas por comissões constituídas de profissionais com experiência comprovada em suas áreas de atuação. As propostas serão avaliadas de acordo com critérios e aspectos norteadores previstas no edital, sendo atribuídas notas para cada proposta habilitada.

A listagem com as propostas classificadas na análise artístico-cultural será disponibilizada no Prosas e no Portal Cultura.PE (www.cultura.pe.gov.br), bem como no Diário Oficial do Estado.

Clique AQUI e confira o edital e seus anexos do 30º Festival de Inverno de Garanhuns.

Copergás inaugura rede local de gás natural em Garanhuns

Investimento da Companhia é de mais de R$7 milhões e deve fortalecer o desenvolvimento econômico do município e da região








A Companhia Pernambucana de Gás (Copergás) inaugurou na sexta-feira (08) o projeto de implantação da rede local de gás natural em Garanhuns. O objetivo é atender a indústria e o comércio, fortalecendo o desenvolvimento econômico do município com a atração de novos empreendimentos, além de residências e veículos, proporcionando grande economia para os garanhuenses.

“É um sonho antigo nosso que se realiza hoje. Com este investimento da Copergás e do Governo do Estado vamos proporcionar a geração de emprego, ampliando a competitividade do nosso município na atração de novas indústrias e no aumento do potencial produtivo das que já estão instaladas em Garanhuns”, afirmou o prefeito Sivaldo Albino.

O investimento é de mais de R$7 milhões, com uma extensão de rede que chega a 10km. A Fase I do projeto foi iniciada em 2021 e concluída em fevereiro deste ano. A Fase II terá o início das obras em agosto e a previsão de conclusão em abril de 2023. De acordo com a Copergás, já a partir de setembro de 2022 o primeiro posto de combustível passará a contar com o GNV da rede, barateando consideravelmente o preço para o consumidor final.

“Garanhuns é um polo de toda essa região do Agreste Meridional e o prefeito Sivaldo Albino já nos solicitava isso há muito tempo, sempre que nos encontrava. Temos uma visão estratégica, guiada pelo Governo do Estado, da interiorização e democratização do gás natural”, disse André Campos, presidente da Copergás.

Estiveram presentes na cerimônia de inauguração o presidente da Copergás, André Campos; o diretor administrativo, Luciano Guimarães; o diretor técnico, Fabrício Bomtempo; além de toda equipe técnica da Companhia. Representaram o município de Garanhuns o prefeito Sivaldo Albino, secretários municipais, vereadores e representantes de diversas instituições.

Fotos: Thomas Ravelly

Fundarpe realiza encontro do Inventário Participativo do Patrimônio Ferroviário

A reunião é virtual e acontece nesta segunda e terça-feira (11 e 12); estão convidados representantes do poder público e da sociedade civil de dez cidades


A Fundarpe realiza, nesta segunda e terça-feira (11 e 12), o encontro virtual Inventário Participativo do Patrimônio Ferroviário de Pernambuco. Na ocasião, será apresentado o plano de trabalho e escuta sobre as referências culturais ligadas ao patrimônio cultural ferroviário.

Para o encontro virtual, estão convidados representantes do poder público e da sociedade civil de dez municípios do Estado: Recife, Cabo de Santo Agostinho, Paudalho, Palmares, Escada, Garanhuns, Gravatá, Salgueiro, Carnaíba e Petrolina. “Esse encontro é voltado para gestores e pessoas atuantes no campo da preservação do patrimônio ferroviário”, define Amanda Paraíso, assessora de Educação Patrimonial da Gerência Geral de Preservação Cultural da Fundarpe.

O encontro será realizado por meio da plataforma Google Meet. O link de acesso à plataforma será enviado por e-mail no dia do encontro. Na segunda-feira (11), a ação será das 13h30 às 17h. Na terça-feira (12), das 8:30h às 12h.

A atividade integra as ações do Inventário Participativo do Patrimônio Ferroviário de Pernambuco. A atual etapa é de consulta à população e coleta de informações sobre os diferentes elementos que formam a malha ferroviária no Estado, no passado administrada pela extinta Rede Ferroviária Federal S/A (RFFSA). O prazo para as contribuições vai até o dia 15 de agosto deste ano.

O processo técnico que subsidiará a instrução do Tombamento Temático do Patrimônio Ferroviário Edificado no Território do Estado de Pernambuco foi iniciado pela Fundarpe em 2021. As referências dizem respeito a um conjunto construído nos séculos 19 e 20 de elementos necessários à operação dos trens de passageiros e cargas. Entre eles, estão estações, linhas férreas, armazéns, oficinas, vilas, túneis e pontes.

Veja matéria no portal:

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.