PERNAMBUCO EM AÇÃO

PERNAMBUCO EM AÇÃO
Clique na imagem

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Garanhuns adere ao Programa Pernambuco Verde


A Cidade das Flores aderiu ao programa Pernambuco Verde, do Governo do Estado. O Programa objetiva fomentar a arborização em todos os municípios do Estado e promover a educação ambiental, bem como a conservação dos espaços verdes nos Municípios.

A função do estado é capacitar vinte agentes locais entre professores, técnicos e produtores, nos meses de outubro e novembro, para a realização deste trabalho. Já o Município tem o papel de indicar os profissionais que participarão dessa capacitação; ceder as mudas e indicar em quais locais elas serão plantadas. “A nossa intenção é que as escolas municipais, através dos professores, repassem as informações obtidas nesta capacitação para os seus alunos, objetivando que estes se tornem multiplicadores da arborização na Cidade”, registra o secretário de Agricultura, Abastecimento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Rafael Lima.

O Município já conta com os trabalhos de arborização, uma vez que dispõe de mudas arbóreas e frutíferas na Sementeira Municipal. No espaço são encontradas espécies como Ipê, acácia, sibipiruna, simaúma, craíbera, quixabeira, dentre outras. Além de algumas espécies nativas e outras exóticas, todas adaptáveis à Região, para a distribuição gratuita e plantio em praças e espaços públicos. Segundo Rafael Lima, este ano foram plantadas mais de quinhentas mudas de árvores na Cidade, das 40 mil produzidas anualmente.
.
com informações da secretaria de comunicação social da prefeitura

Perdemos os oito anos de Lula?


Perguntamos em nossa enquete: Você tem a sensação que Garanhuns não soube aproveitar os oito anos de Lula?
Confesso que estou numa sequência de enquetes que são quase unanimidades, é o que as pessoas dizem nas ruas, mas ainda não tínhamos quantificado. Por exemplo: pergunto agora se Lula será candidato a presidente em 2014. Perguntei antes se o próximo presidente será melhor que Lula, 9 entre 10 e-leitores acreditam que não.
Portanto eu já imaginava que teríamos uma votação muito forte para entender que não soubemos aproveitar um conterrâneo no mais alto cargo executivo do país. Resultado: Em 77 votos, 85% (66 votos) entendem que realmente comemos mosca, desculpem-me a expressão escatológica!

Mais que procurar culpados, devemos entender que Lula não morreu e podemos, se bem aparelhados, correr para recuperar o tempo perdido. Mas precisamos saber de que forma!
Três pontos são favoráveis a Garanhuns. Dilma caminha para ser eleita e é a candidata de Lula. Isso não quer dizer que os outros candidatos não possam trabalhar por Garanhuns mais que a candidata, retrato apenas a sua ligação com nosso conterrâneo. Cada um vote como bem entender.
Outro ponto é a forte ligação de Lula com Garanhuns que continuará, pois o homem faz questão de expressar o amor e a nostalgia de ter nascido nesta região, e claro que vale também para Caetés e Pernambuco.
E a terceira é... Todo mundo acha que Lula voltará à presidência. Portanto precisamos estar preparados, se possível a partir de agora, com profissionalismo e vontade político-administrativa.

Aí vai a crítica final. Todos têm responsabilidade de não termos conquistado mais ações significativas para Garanhuns. A falta de representatividade política mais forte e compromissada que fizesse pedidos ao Presidente que impactassem nossa economia. Fico com a impressão que a Universidade Federal Rural e o Instituto Técnico Federal não veio por um pedido "de dentro pra fora", veio de "fora pra dentro", o que quero dizer, outras cidades também receberam, num grande projeto de interiorização da educação superior e técnica do governo Lula. Ele próprio é o pai da criança.

Há a culpa da administração municipal que não soube capitanear os desejos da sociedade na produção de processos estruturantes de desenvolvimento. Ficamos com a impressão que não pedimos, que não levamos projetos, e os que levamos não foram basilares dessa transformação. O prefeito, passa a impressão, que concentrou seus esforços na duplicação da BR-423, mas perdeu staff político ao deixar as candidaturas de Rands e Inocêncio. Mas parece que o estudo técnico foi enfim autorizado para a viabilização da obra. Mas poderíamos ter aberto um leque de projetos e não afunilado.

As ruas estão sendo calçadas e asfaltadas? Mas teriam que ser, naturalmente. Estavam num estado intransitável, e parece que as verbas são do Ministério do Turismo. Faltaram projetos, muitos projetos, em todas as áreas... Esse parque na Sementeria poderia sair com verba federal? Vamos atrás... Um grande complexo turístico com Centro de Convenções poderia sair com verba federal? Vamos atrás... O Museu do Festival de Inverno e o da nossa história? Projetos para as comunidades quilombolas. Projetos para nossa bacia leiteira. Quanto a esse, vem aí um grande complexo tecnológico... Projetos, projetos.. Tudo hoje só sai com bons projetos, e todo mundo sabe: Dinheiro tem demais. Mas repito, para projetos realmente profissionais.

Mas podemos somente colocar a culpa nas administrações? E nós? Ficamos omissos durante esse tempo. A sociedade poderia ter criado as condições de exigir mais. Não na crítica política, mas na propositura, na participação. Garanhuns é uma cidade que parece ter fechado suas cancelas políticas para o mundo lá fora, estamos sem participação e representatividade. Também não sabemos o que queremos. Tivemos um presidente de Garanhuns e ficamos sentado nos bares e conversando nas esquinas falando da política provinciana e esquecemos de elaborar um bom projeto estruturador e viável de desenvolvimento sócio-econômico para nossa cidade. Ficamos de projetos isolados comemorando como qualquer outra cidade o faria. Mas nós não, somos a Terra do Presidente e precisamos sermos capazes de acompanhar a vontade de Lula de mudar a cara dessa região.

Muitos dizem que não temos perfil, temos sim, Bacia Leiteira, Educação e Turismo. Bons projetos nessa área acabarão por movimentar outros importantes segmentos como saúde e cultura. As indústrias virão naturalmente à medida que nosso campo estiver produzindo com mais qualidade e quantidade, sendo reconhecido como polo da produção leiteira do Nordeste.

Talvez até tenhamos perdido o governo Lula, mas não podemos, por nossos filhos e nossa amada Garanhuns, fechar os olhos para o futuro e ver a importância que Luiz Inácio terá nesse Brasil Brasileiro.
O futuro depende do que fizermos agora! Não podemos pensar feito Vila e ter medo do mundo lá fora, temos que lutar por conquistas e trazer pra cá a parte do nosso quinhão.

Só pra lembrar, não sou eu que digo que perdemos os oito anos de Lula, mas 17 pessoas em cada 20 que respondeu nossa pesquisa. Ou seja...
.

Visita a represa proibida para menores

Gente, tem sempre esses e-mails com placas engraçadas que amigos nos mandam?

Pois é, não sou muito de repassar, mas quando vi essa placa, pensei: Coloco no blog? Será que vou baixar o nível? kkkkk

É uma típica placa que leva às pessoas de cabeças sujas a compreender em outro sentido, deturpado claro! Eu entendi na hora que fecharam as comportas para evitar que a água do mar, salgada, claro, se misturasse com a represada através dos canais que são furados, é óbvio!

Vejam...

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

SIGA O BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.