DR. ELENÍLSON LIBERATO

DESTAQUES DO BLOG

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Pedro Eugênio foi um dos "esquecidos" por Dilma



O PT de Pernambuco vem numa crescente de perdas, sendo as piores delas, claro, as vidas de Manoel Santos e Pedro Eugênio.

A morte do líder da FETAPE fez diminuir ainda mais a representação do partido na ALEPE. Eram sete deputados, na eleição de 2014 baixou para três, e agora ficam somente dois, Teresa Leitão e Odacy Amorim.

Perdas na campanha de 2014, onde sofreu um abalo significativo também no Congresso Nacional, não conseguindo eleger João Paulo para o Senado e nenhum Deputado Federal, nem os mais fortes que concorriam à reeleição, como o próprio Pedro Eugênio.

Assim, as grandes lideranças do partido ficaram à espera de um chamado de Dilma para ocupar algum espaço no Governo Federal.

No final de outubro Dilma já sabia que estava reeleita, e sabia também o resultado desastroso do PT de Pernambuco, e com quais nomes poderia contar. De Pernambuco só chamou Armando Monteiro, do PTB, e agora Paulo Rubem (PDT), que foi chamado para a Fundação Joaquim Nabuco.

Dilma não fez o mesmo gesto com o seu próprio partido no estado. 

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.