GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

DESTAQUES DO BLOG

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Aumenta rejeição ao Governo Municipal de Garanhuns



Mais uma pesquisa sobre a segunda gestão do Governo Izaías chegou aos meios de comunicação. Não foi divulgada oficialmente, mas Carlos Eugênio publicou em seu blog e os demais compartilharam. O governo comemora os números que mostram a aprovação da gestão, mas gostaríamos de fazer algumas observações, pois enxergamos o crescimento da rejeição.

Pesquisa deve ser sempre comparada com outra, para se fazer a análise conjuntural, assim, tomemos como referência outra pesquisa do mesmo Instituto Analisys, em julho de 2017, feita logo após apontarmos que o governo perdia o apoio da classe média e formadores de opinião, que estão reclamando nos bastidores da política garanhuense. 

Naquele momento, a pesquisa feita e divulgada pelo governo apresentou números diferentes da nossa enquete, mas vamos analisar somente números oficiais:

Pesquisas do Instituto Analisys

Julho/2017:
Ótimo: 22,9%
Bom: 35,5%
Regular: 25,4%
Ruim: 5,2%
Péssimo: 10%

Fevereiro/2018
Ótimo: 17,7%
Bom: 49,3%
Ruim: 18,4%
Péssimo: 13,7%
*As diferenças para 100% são dos que não opinaram

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES

a) O governo perdeu mais de 5 pontos percentuais na opção ÓTIMO. Hoje tem menos de 1/5 da população apoiando integralmente a gestão. Caiu de 22,9% para 17,7%.

b) Sumiu a opção regular na segunda pesquisa. 

c) Observem que somados BOM e REGULAR em 2017 dá 60,9%. Somente a opção Bom em 2018 apresenta 49,3%. Como não tem mais regular, o restante é reprovação, portanto, perda de 11,6% de aprovação.

d) A forma como a pesquisa foi divulgada parece ter sido maravilhosa para a gestão municipal, só que não. Vejam, na própria pesquisa oficial, a rejeição na opção RUIM cresceu de 5,2% para 18,4%. Mais que TRIPLICOU. Não sou eu que estou dizendo, é a pesquisa comemorada pela prefeitura. A gente percebe que muitos entrevistados que votaram REGULAR na primeira pesquisa agora optaram pelo RUIM.

e) A Opção PÉSSIMO também cresceu. Saiu de 10% de rejeição total para 13,7%. Antes, em cada cem pessoas 10 achavam a gestão péssima, agora são quase 14. Lembrando, dados oficiais da pesquisa, ninguém fique com raiva de mim.

A gente já vem cantando esta pedra faz tempo, e não adianta brigar com os números. São resultados da mudança de postura do governo em relação à primeira gestão. Serviços mal conduzidos (saúde, asfaltos e obras paradas), mudanças no primeiro escalão, atrasos a fornecedores, briga com servidores, excesso de rigidez nas multas de trânsito, etc.).

Os números são da pesquisa da própria prefeitura.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.