GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

quinta-feira, 16 de julho de 2020

Aliança pelo Brasil não sai, Bolsonaro procura PSL


RACHA NO PSL

Bastou Jair Bolsonaro ligar para o presidente nacional do PSL, o deputado Luciano Bivar, que parlamentares do partido se dividiram entre os que viram a iniciativa de reaproximação do Planalto com a ex-sigla do presidente com bons olhos e outros que rechaçaram o aceno. Enquanto o senador Major Olimpio se mostrou um crítico do gesto e ameaçou deixar a legenda e a deputada Joice Hasselmann disse que o PSL "não está à venda", o deputado Delegado Waldir defendeu que exista um diálogo entre o presidente e a sigla. Ex-líder do partido na Câmara, Waldir foi quem prometeu "implodir" Bolsonaro, em um áudio em outubro. A conferir se a aproximação surtirá efeito. (Revista Veja)

Enquanto isso, e talvez por isso o contato com o PSL, o partido Aliança pelo Brasil, da família Bolsonaro, não está conseguindo as mais de 400 mil assinaturas necessárias para existir. Aliás, na lista até agora tem gente que já morreu e que até não existe, segundo o TSE.

Roberto Jefferson, do PTB de Izaías Régis e Armando Monteiro, já ofereceu o partido para Bolsonaro.

DESTAQUES DO BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.