GOVERNO DO ESTADO

sexta-feira, 23 de julho de 2021

'Sommeliers' usam grupos no Telegram para achar 'vacina preferida'

 




Um grupo no Telegram com cerca de 3.000 moradores de São Paulo busca diariamente sua vacina preferida contra a covid. Há ainda outros divididos por regiões da capital e da Grande São Paulo.

Os integrantes trocam informações sobre Pfizer, AstraZeneca, Janssen e CoronaVac, os quatro imunizantes atualmente em uso no Brasil.

A repórter Lola Ferreira acompanhou a rotina de seis deles, que somam 20 mil dos chamados "sommeliers de vacina". Eles adiam a vacinação em busca de um imunizante favorito. A prática é criticada por autoridades e especialistas, por atrapalhar o cronograma de vacinação.

O grupo não é secreto, qualquer um pode entrar se tiver o link. Mas nem tudo pode. Não é permitido falar mal de nenhum imunizante nem tentar convencer ninguém. Também não se deve falar sobre política ou ser anticiência.

Os grupos são alimentados voluntariamente por aqueles que foram a postos de vacinação. Há quem percorra até três postos para informar o tamanho das filas e quais vacinas são aplicadas.

Nem sempre há justificativa para as escolhas de vacina. "Sinto em mim que não é para tomar essa", disse uma mulher sobre a CoronaVac. Outro falou que "só de pirraça" ia continuar procurando a da preferência.

UOL

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.