GOVERNO DO ESTADO

terça-feira, 30 de novembro de 2021

Ômicron: ONU alerta para risco global de novos surtos




Enquanto cientistas e autoridades de saúde tentam entender o real impacto da Ômicron, a nova variante do coronavírus se espalha pelo planeta — Portugal, Espanha, Escócia e Suécia confirmaram casos da cepa. Em reação, governos estão aplicando novamente medidas rígidas contra a circulação de pessoas. Israel e Japão anunciaram o fechamento de suas fronteiras para todos os estrangeiros.

Os países do G7 debateram o impacto da emergência da cepa, que tem alto número de mutações. Em paralelo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) disse hoje que a variante apresenta risco global “muito alto” de surtos de infecção por Covid-19 que podem ter “consequências graves” em algumas áreas. E pediu que os países aceleram a vacinação de grupos prioritários.

Em destaque: a Pfizer informou já ter começado a trabalhar em uma nova versão de sua vacina contra a variante. A expectativa é que o imunizante esteja pronto em 95 dias.

Brasil em foco: o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que a Ômicron “não é uma variante de desespero”. Segundo ele, o Brasil está preparado para uma eventual terceira onda de Covid-19.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.