GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

DESTAQUES DO BLOG

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Izaías deve conduzir o processo de reorganização do centro como se Neném estivesse entre os ambulantes

Imagem do Blog do Carlos Eugênio

Imaginem, há 40 anos, se um fiscal da prefeitura chegasse para o menino com seu fiteiro ou carrinho de confeitos e o dissesse que a partir de segunda-feira ele não poderia comercializar seus produtos na Av. Santo Antônio, e ao ser questionado, ele simplesmente respondesse: Se vira!

Claro, desenrolado que era, tirava de letra. Talvez até se desse melhor em outro rumo, mas seria um choque, pois as lembranças das dificuldades em Terezinha e da sua cama de vento voltariam a ameaçar seu futuro.

É claro que hoje os tempos são outros, nem o menino poderia mais trabalhar, ainda mais com cigarros. Seria um crime! O centro da cidade também é outro, com seus problemas de mobilidade urbana. 

Mas o Código de Postura de Garanhuns, que busca disciplinar a bagunça é também da época que Neném vendia confeitos e cigarros. 1969, para ser mais exato!

Assim como aquele garoto, os ambulantes de Garanhuns também têm histórias para contar. Sustentam suas famílias com dificuldades e precisam de garantias.

A reunião no gabinete do prefeito ontem mostrou que foi dado um passo para trás, para impulsionar para frente. É claro que precisamos organizar o centro de Garanhuns, mas de uma forma humanizada, sem traumas, estamos tratando com pessoas, com famílias.

Quem são os ambulantes, o que precisam? A Secretaria de Assistência Social fará este trabalho. Vamos buscar formas de garantir não somente o presente destas pessoas, mas o futuro, inseri-las no mercado formal, mesmo que continuem ambulantes (na Santo Antônio ou outro lugar), que possam garantir uma aposentadoria, que tenham benefícios previdenciários, que possam ir além do apurado do dia.

A coisa certa estava sendo feita da forma errada. Agora, melhor para todos, vamos sem traumas. Izaías acertou, onde parecia estar errando, e pode reconduzir a história.

Talvez Neném estivesse lá, entre os ambulantes de hoje, e estivesse olhando pra ele, com o olhar de um menino assustado, de 40 anos atrás. Mas depois da reunião saiu esperançoso, até dizendo para seus amigos: O prefeito é joia, vai ajudar a gente!

Não se governa para a maioria, ou pela minoria, governa-se para todos.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.