GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

PT e PSDB em estratégias contrárias em Pernambuco


O PT estadual quer lançar candidatura própria para o governo do estado, que poderia ser o ex-prefeito do Recife, João Paulo. As lideranças nacionais preferem o apoio imediato ao senador Armando Monteiro, fortalecendo o palanque de Dilma em Pernambuco.

O PSDB aderiu ao governo Eduardo Campos, já tem até secretaria, mas o PSDB nacional analisa o nome de Daniel Coelho, segundo colocado na campanha para a prefeitura do Recife. Daniel que se apresenta como independente já que o partido está agora na base do governo, sonha com a indicação. Era nome certo e eleito para a Câmara dos Deputados.

Entretanto, o PSDB precisa de palaque para Aécio Neves, que espera ter votos em Pernambuco, como terceira via na briga de foice entre Dilma e Eduardo. Para isto, seria interessante ter um candidato próprio, ampliando seu espaço na TV e nas campanhas de ruas, ao invés de estar aliado a um candidato a presidente que tem potencial de lhe tirar a vaga em um possível segundo turno.

Conta ainda o fato do PSB se distanciar do PSDB em São Paulo, a pedido de Marina Silva. Daniel Coelho é jovem, articulado, saiu-se bem na campanha do Recife e tem potencial. A ida do PSDB para o governo foi na contramão das suas pretensões. Parece que o PSDB nacional gostou.

DESTAQUES DO BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.