DESTAQUES DO BLOG

DR. ELENÍLSON LIBERATO

terça-feira, 1 de julho de 2014

Paulo defende Modelo de Gestão implantado em Pernambuco por Eduardo Campos

Frente Popular com representante da Construção Civil de Pernambuco

Em um almoço promovido pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil de Pernambuco (Sinduscon-PE), nesta segunda-feira (30), o pré-candidato da Frente Popular ao Governo Estadual, Paulo Câmara (PSB), afirmou que, apesar do mau momento que o Brasil atravessa, Pernambuco terá condições de continuar avançando em 2015, porque fez o seu dever de casa nos últimos sete anos e meio. O socialista atribuiu a boa situação ao modelo de gestão que ajudou a implantar durante o governo Eduardo Campos (PSB) e enumerou as qualidades essenciais que o Estado tem buscado e continuará perseguindo na sua administração: dinamismo, inovação, competitividade, criatividade, sustentabilidade, conectividade e agilidade. 

"O Brasil não está bem. A economia está parada, a inflação está voltando, os empresários estão temerosos de investir. Mas, em Pernambuco, nossa situação é diferenciada. Temos condições de continuar com esse patamar de crescimento e ampliá-lo nos próximos anos porque soubemos manter o equilíbrio fiscal e cumprir nossas obrigações. Fizemos o nosso dever de casa. Temos serenidade diante do desafio de suceder Eduardo porque participamos da criação desse modelo de gestão, de sua implantação, e sabemos que vamos encontrar um Estado sanado, com capacidade de investimento e que nos dará condições de cumprir com todos os compromissos assumidos na campanha", explicou o socialista, acompanhado no evento de seu pré-candidato a vice, Raul Henry (PMDB), e ao Senado, Fernando Bezerra Coelho (PSB).

Câmara fez uma apresentação dos números obtidos pela gestão estadual em todas as áreas e pontuou que a máquina pública está equilibrada, cumpridora de seus superávits e de suas obrigações com a União e com uma poupança corrente anual de mais de R$ 1 bilhão. O que permite um patamar de investimento que hoje chega a R$ 3,7 bilhões. "Graças aos investimentos feitos em Educação e Infraestrutura, aliados a uma política de incentivo fiscal, as indústrias estão voltando e estamos reassumindo nossa posição de liderança no Nordeste. A participação industrial no PIB de Pernambuco, que tinha caído ao patamar de 21,9%, já estava no ano passado em 24% e deverá chegar a 30% em 2020", ressaltou. 

O socialista lembrou que o modelo de gestão é baseado na ausculta aos mais diferentes setores da população, municípios e sociedade organizada. Com as demandas sistematizadas, o Estado faz o planejamento, definindo objetivos, executa as ações com monitoramento permanente e corrige rapidamente os problemas que venham a aparecer. "Começamos a fazer assim em 2006, repetimos em 2010 e vamos continuar, com sucesso, agora em 2014. Nós sabemos fazer as coisas acontecerem, e já mostramos isso. A partir de 2015, vamos garantir essa continuidade e ampliar ainda mais os avanços", prometeu o pré-candidato.

O presidente do Sinduscon-PE, Gustavo de Miranda, se disse satisfeito com a conversa com Câmara, e ressaltou o espaço de diálogo conquistado pelo setor com o Governo Estadual, nos últimos anos. "Não nos surpreende a desenvoltura de Paulo Câmara neste evento, pois conhecemos sua competência desde sua passagem como secretário do Governo Eduardo. Realizamos muitas parcerias com o Estado, e gostamos de ser ouvidos. Pedimos que esse diálogo seja mantido, se o senhor for eleito", afirmou o dirigente.

​FOTOS: ​ALUÍSIO MOREIRA

BLUENET PROVEDOR DE INTERNET

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.