PE CONTRA O CORONAVÍRUS

terça-feira, 8 de maio de 2018

Tudo sobre Prisão de Ventre - A GASTROMED EXPLICA PARA VOCÊ!


O intestino preso, também conhecido como prisão de ventre ou constipação intestinal,  caracteriza-SE pela dificuldade em evacuar, evacuação incompleta e fezes endurecidas, em geral causado pela má alimentação. Cerca de 20% da população mundial sofre com esse transtorno, atingindo principalmente mulheres e idosos. 

O bom funcionamento do intestino está ligado diretamente com o estilo de vida das pessoas. O consumo insuficiente de líquidos e de fibras, alimentações ricas apenas em proteínas ou com muito amido, o sedentarismo, o uso de alguns medicamentos, fatores psicológicos, segurar a vontade de ir ao banheiro e até mesmo o modo como as pessoas sentam no vaso sanitário para evacuar podem contribuir para se ter prisão de ventre. 

Algumas condições médicas específicas podem contribuir para se ter prisão de ventre também, são elas: 

· Síndrome do Intestino Irritável; 

· Efeito colateral do Diabetes; 

· Hipotireoidismo; 

· Períodos prolongados de febre; 

· Parasitas intestinais; 

· Diverticulite; 

· Uso indiscriminado de laxantes; 

· Colite (inflamação no intestino grosso) 

O profissional mais indicado para este tipo de distúrbio é o gastroenterologista, que cuida do aparelho digestivo. Na maioria das vezes, a constipação intestinal é funcional, ou seja, associada principalmente a má alimentação e ao comportamento retentivo. Contudo, um médico poderá avaliar se a constipação pode ser de causa orgânica, neste caso o transtorno pode estar associado a outras doenças como hipotireoidismo, doença celíaca, colite, entre outras. 

A colonoscopia, um exame endoscópico usado para detectar problemas no intestino grosso, pode ajudar a ver se a pessoa tem um intestino maior do que deveria, ou seja, ver se a pessoa tem intestino preso orgânico/brutal. O exame ajuda, também, a ver se há nódulos e demais fatores que podem dificultar a passagem do bolo fecal. 

O tratamento consiste em aumentar a ingestão de líquidos, adicionar mais fibras à sua dieta e praticar exercícios físicos. Basicamente essas três medidas são indispensáveis e devem andar sempre juntas para se ter um bom funcionamento intestinal.



Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.