PE CONTRA O CORONAVÍRUS

sexta-feira, 19 de junho de 2020

Weintraub deixa o Ministério da Educação e recebe cargo no Banco Mundial




O presidente Jair Bolsonaro demitiu Abraham Weintraub do Ministério da Educação. A exoneração foi anunciada pelos dois em vídeo em que Weintraub diz que não comentará os motivos da saída. Ele receberá o cargo de representante brasileiro no Banco Mundial , em Washington. Sua demissão é a 12ª troca no primeiro escalão do governo.

Em pouco mais de um ano à frente da pasta, Weintraub acumulou polêmicas nas redes sociais e embates com as universidades. Sua gestão foi marcada por contingenciamento de verbas e problemas no Enem de 2019. Ele deixa o cargo sendo investigado pelo Supremo Tribunal Federal em acusações de racismo e por defender a prisão dos ministros da Corte.

Repercussão: a demissão do ministro foi comemorada no Congresso. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse esperar um novo ministro “de fato comprometido com a educação”.

Em foco: antes de deixar o cargo, Weintraub revogou portaria que incentivava a adoção de políticas de cotas para negros em programas de pós-graduação.

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.